Ultimas

biologia

medicina

Acompanhe:

8 dos museus mais diferentes e esquisitos do mundo

22175945333785

Alguns museus, como o Louvre, de Paris, são incrivelmente icônicos e recebem toda a glória, pois detêm algumas das mais raras obras de arte do mundo, além de itens históricos de grande valor. Museus como estes nos remetem a uma arquitetura imponente, coleções dignas e mostras reverenciadas pelos mais importantes especialistas e cientistas.

Por outro lado, existem outros tipos de museu, em que a peculiaridade é quem manda. Abaixo você poderá conferir alguns deles. Muitos mostram itens que nunca ninguém sequer imaginou apresentar, enquanto outros revelam temas mostrados em aspectos diferentes, mas igualmente curiosos. Confira abaixo.

8 – Museu do assento sanitário – San Antonio/Texas (EUA)

How Stuff Works

A cidade de San Antonio, no Texas (EUA), abriga um museu um tanto bizarro, que apresenta itens da arte popular, pode se dizer assim. O local detém a maior coleção de assentos sanitários das mais variadas formas, cores e decorações. Sim, e foi um homem que dedicou a sua vida a reunir essas “obras” que cobrem os vasos sanitários.

O nome dele é Barney Smith, um encanador aposentado que uma vez pegou um assento sanitário usado e nele viu uma tela em branco, uma possibilidade de deixa-lo mais bonito com a sua própria arte. Ele é o dono do museu e único artista a exibir suas peças por lá. Afinal, o mundo não tem muitos artistas para esse segmento específico.

Desde a sua primeira inspiração, Smith já criou mais de mil obras de arte através da pintura e aplicação de objetos para decorar os assentos sanitários em homenagem a tudo, desde a odontologia estética até Michael Jackson. Smith abre o museu somente com horário agendado pelos visitantes e explica cada peça da coleção, que, por sinal, não está à venda.  

7 – Museu Parasitológico de Meguro – Tóquio- Japão

Por que ir para a galeria de arte se você pode embarcar em uma turnê visualmente deslumbrante da maior coleção de parasitas do mundo? Se você tem estômago forte, essa é uma opção que pode ser muito interessante.

Fundado em 1953, como um centro de pesquisa, por Satoru Kamegai, o Museu Parasitológico de Meguro, em Tóquio, no Japão, é dedicado aos parasitas nas suas mais variadas formas: de carrapatos a vermes, peixes infectados, répteis doentes, tudo encapsulado em frascos de formol.

Embora o museu seja pequeno e as descrições acompanhem os 60 mil itens (nojentos) expostos, sendo tudo apenas em língua japonesa, há algo universal sobre a exibição da tênia mais longa do mundo. Afinal, com nove metros de extensão, esse imenso verme não precisa de muita explicação para causar espanto.

Entre outros itens escabrosos, existe um escroto (de um homem infectado) que se tornou imensamente inchado devido a um parasita tropical. A imagem que você vê acima é a do estômago de um golfinho que foi infectado pelo parasita do tipo anisakis.

6 – Museu da Ciência (e doa equipamentos médicos duvidosos) – St. Paul/Minnesota (EUA)

Uma máquina "psicográfica" para diagnosticar a personalidade através da medição de ondas do cérebro, uma “cadeira de terapia" alimentada por eletricidade que chacoalhava e era considerada para curar a constipação: ambos esses equipamentos de eficácia duvidosa se encontram em exposição no setor de Dispositivos Médicos Duvidosos do Museu de Ciência de Minnesota.

A coleção apresenta equipamentos esquisitos que foram, no passado, projetados para diagnosticar ou mesmo curar certos tipos de doenças. Mas, na verdade, o que eles provocam, na maioria das vezes, são risos dos visitantes do museu. Por outro lado, muitos parecem ser verdadeiramente perigosos.

Durante o final dos anos 1940 e 1950, as máquinas de raios-X não eram muito seguras e vazavam radiação. Na década de 1970, os dispositivos foram proibidos em 33 estados norte-americanos e tiveram o uso restrito nos 17 estados restantes.  No entanto, uma máquina foi descoberta em West Virginia, em 1981, e agora está em exibição no museu. Além desse, existem cerca de 300 itens em exposição.

5 – Museu da Ventriloquia – Fort Mitchell/Kentucky (EUA)

Um ventríloquo e seu boneco no colo lhe remetem mais a um cenário de filme de terror do que uma forma de arte? Pois, saiba que você não está sozinho e pode ser que esse museu seja meio assustador para o seu gosto. Já para quem não tem nada contra esses bonequinhos, pode ser um passeio diferente.

O Museu da Ventriloquia, em Fort Mitchell, no estado de Kentucky (EUA) é declaradamente o único museu do gênero no mundo, tendo mais de 800 bonecos de ventríloquo com aqueles olhares vidrados nos visitantes. O museu tornou-se local de peregrinação de profissionais e amadores da arte da ventriloquia.

Tudo começou quando William Shakespeare Berger, um ventríloquo amador, começou a coletar os bonecos como um hobby, permitindo que os visitantes e outros ventríloquos fossem até a sua casa para vê-los. Depois de sua morte em 1972, o museu com a sua coleção foi inaugurado oficialmente (em 1973).

4 – Museu Mütter de Anormalidades Médicas e outras bizarrices – Filadélfia/Pensilvânia (EUA)

O Museu Mütter, na Filadélfia, Pensilvânia (EUA), foi inaugurado em 1863 após o médico Thomas Dent Mutter, doar a sua coleção de espécimes médicos e equipamentos para pesquisa e educação. Hoje, a sempre crescente e extremamente diversificada coleção de anormalidades médicas está muito bem apresentada nos imponentes salões de mármore do local.

Entre os itens em exibição, existe um molde de gesso dos gêmeos siameses Chang e Eng Bunker, esqueletos, crânios e até um display de 2.000 objetos retirados de gargantas das pessoas, entre outras coisas surpreendentes.  

A coleção do Museu Mütter cresce a cada dia, incluindo equipamentos médicos antigos e dezenas de peças anatômicas e patológicas. Esse museu é ainda o lar de fetos preservados e com deformidades, um cólon humano estendido com três metros de comprimento e moldes de cera expostos em condições intrigantes, como uma mulher com um chifre brotando de sua testa.

Talvez a mais famosa habitante do museu seja a “Mulher Sabão”, os restos mortais de uma mulher do século 19, que morreu de febre amarela. Depois de seu enterro, no solo que continha uma mistura específica de produtos químicos, ela praticamente virou sabão. O cadáver “ensaboado” foi descoberto décadas depois durante um projeto de construção.

3 – Museu Falológico da Islândia

Como você pode imaginar, o Museu Falológico da Islândia apresenta a mais vasta coleção de pênis do mundo. O local apresenta as amostras fálicas de quase todos os mamíferos terrestres e marítimos cujas espécies vivem naquele país. São mais de 215 pênis e peças relacionadas nas galerias do museu, incluindo os pertencentes aos ratos e baleias.

Se você está se perguntando se tem um exemplar humano, saiba que tem não apenas um, mas quatro pênis de homens que legalmente autorizaram que a doação dos seus membros fosse feita após as suas mortes.

O museu foi fundado por Sigurdur Hjartarson, um ex-diretor e professor, cujo interesse no campo foi despertado quando recebeu um chicote feito do pênis de um touro. O museu está agora com a curadoria de seu filho.

2 – Museu da Arte Ruim – Somerville/ Massachusetts (EUA)

Localizado no subsolo de um teatro em Somerville, no estado norte-americano de Massachusetts, o Museu da Arte Ruim (Museum of Bad Art ‘MOBA’) é um tributo a "arte ruim demais para ser ignorada", conforme o próprio site do local descreve.

Alguns dos trabalhos apresentados no museu incluem uma pintura de um cachorro fazendo malabarismo com ossos coloridos, enquanto veste uma saia havaiana, além de uma pintura de uma mulher nua montada em um crustáceo e outra vomitando um cubo mágico. Estas e outras obras de gostos duvidosos divertem os visitantes.

Mas, talvez a melhor parte seja as descrições interpretativas que acompanham cada peça. É um grande elogio à arte recuperada de brechós, vendas de garagem e latas de lixo, que foi coletada pelos entusiastas voluntários do museu.

1 – Museu Internacional de Criptozoologia - Portland/Oregon (EUA)

Você curte as lendas sobre o Monstro do Lago Ness, o Chupacabra, além de outros seres que povoam a mente de muitas pessoas? Pois, então, o Museu Internacional de Criptozoologia talvez seja um local para a sua diversão.

Lá, existem mais de dez mil itens na coleção, que é dedicada ao estudo de animais ocultos ou desconhecidos. Entre os mais curiosos itens em exibição está um suposto bebê Pé Grande e dezenas de moldes de gessos supostamente feitos a partir de pegadas deste “ser” tão famoso nos Estados Unidos. O museu, que não se leva muito a sério, também estoca artefatos como um coelho de mentira com chifres e uma truta coberta de pele. Bizarro.

via: megacurioso

Pai pega homem abusando de seu filho de 11 anos

Abuso

Pai, extremamente revoltado, agrediu brutalmente estuprador que estava abusando de seu filho de apenas 11 anos.

O pai, de 35 anos que não teve seu nome revelado, disse ao operador do serviço de emergência 911: “Eu acabei de encontrar um homem adulto molestando meu filho. Eu o tenho em uma poça de sangue agora para você, policial”.

A polícia chegou à casa em Daytona Beach, na Flórida, EUA, para prender Raymond Frolander, de 18 anos, que estava inconsciente.

O rapaz estava com várias contusões, lacerações, e inchaço, mostrando que havia passado por uma longa agressão física.

“Ele está inconsciente?”, perguntou o policial. “Sim... eu bati muito forte, senhor”, respondeu o pai.

O pai acrescentou: “Ele se levantou quando cheguei e suas calças estavam abaixo do tornozelo e nada mais precisa ser dito. Eu fiz tudo o que eu tenho o direito de fazer, mas eu não o matei”.

O pai disse que havia saído de casa de madrugada para comprar comida e, quando voltou, ouviu um barulho estranho vindo do quarto do filho. Ele abriu a porta e encontrou Frolander realizando atos sexuais na criança.

O garoto contou que estava brincando de videogames com os amigos, mas quando eles foram embora, Frolander o levou para o quarto e puxou suas calças. Ele ainda revelou que o adolescente estava cometendo abusos há 3 anos.

O chefe da polícia disse que o pai estava apenas “agindo como pai” e não será acusado de nenhum crime pelo espancamento.

O adolescente está sendo acusado de agressão sexual em uma criança menor de 12 anos e foi detido, sem direito a fiança.

via: saonoticias

10 ideias brilhantes que vc não tinha pensado ainda!

3

Reunimos 10 ideias realmente brilhantes que a maioria de vocês irão se perguntar: "como não pensei nisso antes?". Confira.

01. Luz para camping

Um usuário do Flickr que adora acampar, conta que já usou diversos sistemas para iluminar a barraca à noite. No entanto, a maneira mais eficiente que ele encontrou foi acoplar uma pequena lanterna a um galão de leite!

02. Anzol com argola de latinha

Se você estiver precisando fisgar um peixe e não tiver nenhum anzol por perto, mas tiver algumas latinhas de alumínio, então poderá usar as argolas para pescar! Será que dá certo?

03. Fichário improvisado

Temos aqui um belo exemplar de gambiarra de escritório. Talvez você já tenha deixado as folhas todas soltas por falta de um fichário ou prendedor. Isso porque você, assim como eu, nunca tinha pensado em usar duas coisas simples que sempre estão à mão: elástico e clipes de papel.

04. Para organizar fones e cabos

Por eu nunca ter pensado nisso antes, já quebrei dezenas de fones e alguns cabos por carregá-los soltos na mochila. Enquanto que poderia tê-los armazenado com segurança em caixinhas de óculos.

05. Empilhando garrafas na geladeira

Esses prendedores de papel são excepcionais. São realmente peças multiuso, especialmente quando o assunto é gambiarra! Aqui, eles foram inteligentemente usados para possibilitar o empilhamento de garrafas na geladeira.

06. Xerox para furar

E a gente se matando para fazer os furos no lugar certo, enquanto bastaria fazer uma cópia – o famoso xerox – do objeto a ser fixado e usá-la para acertar na mosca!

07. Sem embaraçar os colares

Utilizar canudos para guardar colares evita o embaraçamento – algo que parece acontecer de uma hora para outra.

08. Evitando gotas no chão

Para evitar o gotejamento em qualquer filtro ou dispenser para líquidos, rola fazer uma espécie de “porta-gotas” com uma garrafa pet. Veja na imagem como é simples e eficiente.

09. Para fechar pacotes de plástico

Mais uma ideia para reutilizar garrafas pet. Com a parte superior de uma, incluindo a tampa, você pode fazer um fecho para sacos plásticos.

10. Reservatório para água da chuva

Se você mora em casa e ainda não está utilizando a água da chuva, tá vacilando! Nesse projeto, tudo o que é captado pelas calhas vai para dentro de um galão. Repare que há uma torneira na base para facilitar a utilização da água.

via: Somente Coisas Legais

Garotas inovam com selfies eletrizantes

11Selfie das gatas

Selfie das gatas

Selfie das gatas

Selfie das gatas

Selfie das gatas

Selfie das gatas

Selfie das gatas

Selfie das gatas

Selfie das gatas

1558844_603652113048657_1298728822_n

via: viciadosanonimos

notícias

curiosidades

celebridades

 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Psicanálise em Ação!