Ultimas

medicina

biologia

Acompanhe:

Macaco é imobilizado, amarrado e preso por roubo

Durante seis meses, moradores de Mumbai, na Índia, tiveram que conviver com furtos, a princípio misteriosos, e que aos poucos se tornaram uma rotina. Os saques ocorriam nas residências de um pacato vilarejo na localidade de Sion. Em pouco tempo, descobriu-se que não havia apenas um responsável pelos roubos, era um bando. Nada de criminosos perigosos, mas quatro macacos selvagens. 

O bando se tornou o terror do vilarejo, segundo a agência AFP. Além de furtar comida de casas e restaurantes, o grupo chegou a invadir uma loja e provocar uma arruaça, rasgando almofadas que estavam à venda. O inferno causado no vilarejo pelas macaquices ganhou até a esfera política da região. Alguns moradores chegaram a solicitar a um vereador que solucionasse a questão dos hóspedes indesejáveis do vilarejo, mas não tiveram sucesso.

Até que, na última sexta-feira, um dos “suspeitos” foi surpreendido e imobilizado por populares em praça pública. Com o animal contido, um especialista em primatas foi chamado. O macaco ainda tentou resistir à prisão, roendo as cordas que o prendiam, mas não conseguiu. Resultado: o macaquinho foi enjaulado sob aplausos da população aliviada. Depois de detido, ele foi alimentado com uvas antes de ser levado pelas autoridades.

Animal foi enjaulado sob aplausos
Animal foi enjaulado sob aplausos Foto: PUNIT PARANJPE / AFP
Segundo informações do jornal Metro, o macaquinho já foi liberado e agora vive em uma floresta no estado de Maharashtra.

Macacos são reverenciados pelos hindus, que são maioria na Índia. Não é raro que primatas invadam escritórios casas e jardins à procura de comida. Mas raramente são submetidos a humilhação pública como aconteceu com o macaquinho de Sion.

No mesmo dia que o Macaco ladrão de Mumbai foi preso na Índia, aqui no Brasil, na Paraíba, um episódio semelhante acontecia.O King Kong da Paraíba, também conhecido como Chico, usou uma peixeira para "ameaçar" pessoas na cidade de Patos e acabou se entregando depois que os bombeiros chegaram para desarmá-lo.

A filha do dono do bar “frequentado” por Chico contou que tudo não passou de um grande mal entendido e que o animal, na verdade, se assustou com os homens que estavam no local. Até a versão de que o bichinho estava embriagado não teria passado de boato. Depois de uma semana detido, o macaquinho foi levado pelo Ibama nesta sexta-feira.
Via: Jornal Extra

O que os homens pensam quando veem uma mulher bonita?

O brasileiro quer mostra-se como um povo liberal, mas no fundo não passa de um conservador. Essa foi a reflexão que tive depois de conferir a pesquisa realizada pelo Instituto Avon e Data Popular, apontando que, apesar da maioria dos entrevistados reconhecerem o tratamento desigual entre homens e mulheres, muitos ainda reproduzem o pensamento e comportamento sexista.

Realizada com pouco mais de 2 mil jovens, homens e mulheres entre 16 e 24 anos (ou seja, o futuro da nossa nação), 96% dos entrevistados reconhecem que vivemos em uma sociedade machista. Seria louvável, se não fosse pelo fato de grande parte deste público ainda concordarem e reproduzirem esses mesmos pensamentos arcaicos.

Como uma das nossas principais bandeiras é a luta por fazer do homem um cara melhor, sem o preconceito arraigado de outras décadas e gerações, resolvemos fazer um vídeo especial para desenvolver alguns pontos para reflexão dos principais questionamentos da pesquisa. Confira abaixo:

Mulher deve ir para a cama no primeiro encontro?

  
– 68% acham errado a mulher transar na primeira vez.
 
Tinha uma amiga minha que, apaixonada pelo cara com quem estava para sair, chegou a comentar. “Eu queria tanto transar com ele, temos uma puta química, mas terei que esperar até o terceiro encontro para fazer isto”. 

Confesso que fiquei um pouco assoberbado com tamanha racionalidade, como se o tesão fosse algo a ser controlado, medido e dosado na hora certa (e em formas homeopáticas). 

Mal sabia eu que, apesar de não concordar com o pensamento desta mulher, tenho que admitir que ela o faz não por gostar de joguinhos, mas para se preservar de boa parte dos homens. Os mesmos que, apesar de lutar com todas as forças e estratégias para dormir com a garota na primeira noite, é o primeiro que foge do segundo ‘date’ quando isto acontece. Incoerente, não?

– 43% dos caras veem diferença entre mulheres para ‘namorar’ e para ‘ficar’.

Roupa Influencia à índole da mulher?

– 30% dizem que a mulher que usa decote e saia curta está se oferecendo. 
– 33% delas foram impedidas de usar determinada roupa.

Sabe aquele dia de sol que você tromba a galera para bater um futebol. Depois da pelada, tira a camisa e vai para casa sem a peça vestida? Isto dá o direito a alguém mexer por você estar ‘provocando’? Outro exemplo: tente encoxar um mecânico na rua por estar com seu famoso ‘cofrinho’ aparecendo. 

Estou só usando exemplos práticos para mostrar que não é uma saia, um decote, uma roupa justa que a mulher estará dizendo para todos os caras em mensagens subliminares: Quero dar para você! Me coma com toda a força que puder! 

Ainda que ela ande pelada na rua, nada e nem ninguém dará o direito de você assediá-la. Aprenda a respeitar a liberdade e opções alheias, assim como gostaria que respeitem as suas.

É errado a mulher sair sem o parceiro? 

– 48% acham errado a mulher sair sozinha com os amigos, sem a companhia do marido, namorado ou “ficante”.

ou são casados é sobre a liberdade que falta no relacionamento. A maior reclamação é com falta de espaço para sair com os amigos, jogar um futebol ou jogar conversa fora. Mas, será que você não proporciona a mesma coisa para ela e não percebe? 

 Agora, pense bem, por que você não quer deixar sua parceira sair com outras pessoas? 

Se é por falta de confiança nela, digo que esta relação está fadada ao fracasso, pois confiança é base de qualquer relação. Se for por desconfiança dos outros caras (que podem seduzir sua garota), digo que falta autoestima pra você ou você não confia no próprio taco. 

Não é criando uma redoma de vidro que você vai fazer a relação perdurar. Isolando sua parceira e você do mundo exterior, a tendência é que o relacionamento fique um porre, além de não durar muito tempo. Proporcione a ela mais liberdade e você será recompensado da mesma forma.

Homem pode agredir mulher? 

– 66% afirmam que praticam violência contra a parceira. 

– 75% das mulheres jovens já foram assediadas ou agredidas por companheiros no Brasil.
Ok, assumo que este é um ponto bem delicado para se falar. Primeiro, o homem precisa entender a mulher não como um objeto ou propriedade, mas como uma parceira em que o respeito e os direitos têm que ser tratados de maneira igual. 

Erra quem pensa que é controlando, na base da força ou violência que você conservará o amor de alguém. Assim é que se cultiva o medo. 

Para quem ainda não entendeu sobre este assunto, sugiro assistir o documentário brasileiro Amor?, de João Jardim. Baseado em relacionamentos reais, ele mostra quando a violência acontece dentro da relação, sempre justificada como amor. 

Ele procura entender e lidar em que momento a violência começa a entrar no meio e em nome do quê? Que ingredientes são esses que vão fazendo com que a coisa evolua para algum tipo de opressão ou violência?

É saudável vasculhar o celular da parceira? 

– 53% delas já tiveram o celular vasculhado. 
– 40% dizem que o parceiro controla o que fazem, onde e com quem estão. 
– 30% dizem que tiveram e-mail ou perfil de rede social invadido pelo namorado. 
– 28% afirmam que foram proibidas de conversar com amigos virtualmente. 
– 15% das jovens foram obrigadas a revelar para os namorados suas senhas de e-mail e Facebook.

Preciso fazer um desabafo. Em um passado distante, já fui daqueles que procuravam informações em e-mail, celular da parceira ou coisas do tipo. Foi um momento bem angustiante, inseguro da minha vida, que me fazia criar suposições e desconfianças que afetavam diretamente a minha relação. 

Enfim, eu consegui me libertar disso tudo e hoje sou um cara melhor. Não, não foi largando a parceira, com quem vivo até hoje, que a desconfiança diminuiu. Nem tampouco foram as transformações das atitudes dela que me fizeram ficar mais tranquilo. Foi simplesmente o fato de eu deixar de vasculhar essas coisas, não criar mais estes monstros que tudo melhorou. 

Aprenda uma coisa. Se ela quiser procurar outro cara, não será com sua monitoração, um gps para saber onde ela está ou o acompanhamento em tempo real das suas conversas que ela não vá fazer. Ela vai procurar uma forma e, bastam 5 minutos e uma brecha, para as coisas irem para o vinagre. 

 Siga esta máxima e seja feliz! “Se você ama alguma coisa ou alguém, deixe que parta. Se voltar é porque é seu, se não é porque jamais seria.” (William Shakespeare)

A mulher também contribui para a relação proliferar? 

– 41% das mulheres acham que elas devem ficar com poucos homens. 
– 49% delas acham que a mulher deve ter a primeira relação sexual com um namorado sério.

Toda vez que ela concorda que mulher tem que ter poucos parceiros, é omissa com a agressão masculina, acha que é o homem que tem que sustentar a casa, usa seu corpo para obter privilégios profissionais, você, garota, está apoiando o sexismo.

 Comece dentro de você a pensar de uma maneira mais plural e que contribua para que esta jovem geração misógina mude seus conceitos e respeite, acima de tudo a liberdade e igualdade entre os sexos. Faça deste mundo um lugar melhor para se viver.
Via: Manual do Homem Moderno

8 partes do corpo humano que a ciência já consegue criar

Imaginem quantas pessoas perderam membros do corpo em guerras ou simplesmente em acidentes. Bom, muitas pessoas são contra a prática de desenvolvimentos de partes do corpo em laboratórios usando células-tronco, e realmente esse é um assunto pra lá de polêmico. Alguns dizem que os cientistas estão brincado de Deus, mas e você, qual a sua opinião sobre o assunto?

Bom, lembrando que nós não queremos incentivar nada, nós buscamos algumas informações de partes do corpo que estão sendo feitas em laboratórios, partes como orelhas e até órgãos genitais. Então, caros leitores, confiram agora a nossa matéria com as 8 partes do corpo humano que a ciência já consegue fazer em laboratórios:

1 – Tubas Uterinas

Os cientistas do Instituto de Biologia Infecciosa Max Plack em Berlim, conseguiram cultivar a camada celular mais interna das tubas uterinas humanas, as estruturas que ligam os ovários e o útero, usando células-tronco. Legal, né? Bom, em um comunicado, os pesquisadores descreveram que os organoides resultantes partilham dos recursos e formas que são específicos das tubas uterinas naturais.

2 – Mini coração

Realmente as células-tronco parecem ser a solução para vários problemas. Pesquisadores as usaram para se transformar em músculo cardíaco e tecido conjuntivo, para que depois pudessem organizar as camadas e fazer “bater”. Kevin Healy é professor de bioengenharia da Universidade da Califórnia nos Estados Unidos, e coautor desse estudo. Em um certo comunicado, ele declarou o seguinte: “Essa tecnologia poderia ajudar-nos rapidamente no rastreio de drogas suscetíveis a gerar defeitos congênitos cardíacos, e orientar as decisões sobre quais as drogas são perigosas durante a gravidez”. A pesquisa foi publicada em março de 2015 pela revista Nature Communications.

3 – Mini rim

Cientistas australianos conseguiram desenvolver um mini rim, diferenciando as células-tronco para formar um órgão com os três tipos distintos de células do rim pela primeira vez. Eles cultivaram o organoide em um processo que seguiu o desenvolvimento normal do órgão. Como vocês podem ver na imagem acima, as três cores representam os tipos de células do rim que formam nefrônios, as diferentes estruturas dentro do rim.

4 – Mini pulmão

Já pensaram quantas pessoas que fuma gostariam de trocar seu pulmão se fosse possível? Vários pesquisadores colaboraram para desenvolver organoides em 3D, que desenvolveram brônquios, ou estruturas das vias aéreas e sacos pulmonares. Joason R. Spence é autor sênior do estudo e professor assistente de medicina interna e biologia celular e de desenvolvimento da Universidade de Michigan, nos EUA, declarou o seguinte: “Estes mini pulmões podem imitar as respostas dos tecidos reais e serão um bom modelo para estudar como os órgãos se formam e mudam com as doenças, e como eles podem responder a novas drogas”. Os mini pulmões sobreviveram em um laboratório por mais de 100 dias.

5 – Vagina

A revista The Lancet publicou em 2014 a descrição de transplantes bem sucedidos de vaginas cultivadas em laboratório, criadas a partir do cultivo das células das pacientes em uma estrutura em forma de vagina. Os transplantes, realizados há vários anos em quatro meninas e mulheres jovens entre as idades de 13 e 18 anos corrigiram um defeito congênito em que a vagina e o útero eram ausentes ou subdesenvolvidos. As adolescentes foram examinadas anualmente por oito anos depois de fazer o transplante, e nesse tempo os órgãos funcionaram tranquilamente, permitindo até ter relações sexuais sem dor.

6 – Pênis

Cientistas do Instituto Wake Forest de Medicina Regenerativa dos EUA usaram células de coelhos para desenvolver tecido peniano erétil, transplantaram os pênis cultivados em laboratório em coelhos machos, e por incrível que pareça, essas coelhos acasalaram com sucesso. O processo ainda se encontra em fase experimental, sendo que a aprovação pelos órgãos responsáveis é necessária para que a equipe desenvolva o seu trabalho e incorpore tecidos e indivíduos humanos. O instituo está fornecendo verba para o estudo, uma vez que ele pode beneficiar soldados que sofreram lesões na região.

7 – Mini cérebro

Imaginem o tamanho de uma borracha escolar, pois é, e desse tamanho um mini cérebro cultivado a partir de células da pele por cientistas da The Ohio State University (OSU), nos Estados Unidos, e parece ter estrutura e genética similar ao cérebro de um feto humano com 5 semanas de vida. O organoide te neurônios com extensões de sinal de transporte como axônios e dendritos funcionando. Na foto do mini cérebro, etiquetas identificam estruturas que são normalmente encontradas em um cérebro fetal.

8 – Orelha

Cientistas fizeram orelhas humanas cultivando-as através do revestimento de formas de orelha moldadas com células vivas que cresceram ao redor da moldura. Os pesquisadores criaram o molde em forma de orelha pela modelagem da orelha de uma criança usando sottware 3D, e em seguida, enviaram o modelo para uma impressora 3D. Com o molde em mãos, os cientistas injetaram um coquetel de células do ouvido e colágeno vivo de vacas, e foi daí que surgiu uma orelha. Essas orelhas foram implantadas em ratos enquanto os cientistas avaliam as mudanças no tamanho e forma conforme os órgãos cresciam.

E aí caros leitores, já sabiam que todos essas partes do corpo estão sendo feitas em laboratórios? Vocês são contra o a favor dessa prática? Comentem!
Via: Live Science

10 casos reais e chocantes de necrofilia

Em grego, nekros significa “cadáver” e philia significa “amor”, daí o termo necrofilia, que é definido como “gratificação sexual por ter relação sexual com o morto”.
 
O comportamento está entre o mais pervertido de todos os desejos e é consequentemente considerado um crime na maioria dos territórios. Neste vídeo são apresentados os 10 chocantes casos reais de necrofilia. 
 
 
Via: YouTube

    Receba o nosso conteúdo no seu e-mail:    



notícias

curiosidades

celebridades

 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Psicanálise em Ação!