Ultimas

Nudismo liberado! Conheça as 10 melhores praias de nudismo do Brasil.

0,,11485422,00

Bom, para os mais desinibidos e interessados em conhecer algumas das dez melhores praias de nudismo do Brasil aqui está a lista:
praianudismo
Tambaba – ­PB
 
A 30 km da capital da Paraíba, João Pessoa, Tambaba foi a primeira praia do Nordeste liberada para o nudismo. Protegida por árvores de grande porte e falésias, tem mar calmo e formações rochosas com piscinas naturais. Os nativos já frequentavam as areias de Tambaba sem roupa há muito tempo, mas o naturismo só foi oficializado em 1989. A praia é exclusiva para famílias e casais.

• Acesso: Pela Rodovia PB-08. De João Pessoa são aproximadamente 30 km de estrada asfaltada.

• Infra-estrutura: Há pequenas pousadas rústicas. Numa delas, dentro da área naturista, os hóspedes pelados circulam numa boa.

image

Massarandupió – BA

Na Linha Verde, a 93 km de Salvador, Massarandupió é a mais nova área liberada para os peladões. Foi criada pela prefeitura para absorver os hóspedes naturistas do Resort Costa do Sauípe, na praia vizinha. O cenário, selvagem, é de mar limpo, ondas fortes e dunas amareladas. A área reservada aos nudistas está a 20 minutos de caminhada da entrada da praia e tem as mesmas regras de Tambaba. Homem não entra sozinho, roupa de banho, nem pensar, e olhar para a mulherada… só se for de rabo de olho. Na baixa temporada, entretanto, basta tirar o calção e curtir: a praia fica completamente deserta.

• Acesso: Pelo km 75 da Linha Verde, sentido Salvador­Aracaju, mais 7 km de estrada de terra.
• Infra-estrutura: A praia é quase deserta, mas há um quiosque e um local para camping na área de nudismo.

image

Barra Seca – ­ ES

É a única praia de naturismo do Espírito Santo. Fica no município de Linhares (litoral norte do estado), a 142 km de Vitória. Por estar dentro de uma ilha, a praia garante aos nudistas muita privacidade. É preciso estacionar o carro na outra margem do Rio Ipiranga e atravessar em barcos ou canoas da associação de naturistas local. Tem 2 km de areia reservados para a prática do naturismo, com áreas delimitadas para homens desacompanhados.

• Acesso: Pela BR-101 até Pontal do Ipiranga, onde se estaciona o carro com relativa segurança antes de atravessar o rio para Barra Seca.

• Infra-estrutura: Pequena (só funciona no verão). Na Praia de Urussuquara, a 1 km de Barra Seca, há pousada e área para camping.

image

Olho de Boi – ­ RJ

Quem for só na tentativa de espiar uma sósia de Brigitte Bardot nua pode se dar mal: a praia é mais frequentada por gays do que por mulheres bonitas. Como toda a costa de Búzios, a Olho de Boi é pequena, discreta e charmosa. A faixa de 100 metros de areia fica protegida entre costões rochosos e tem mar limpo e calmo, com muitas pedras no fundo. No extremo esquerdo, conhecido como “paredão”, a água, ao bater na parede, cai em forma de cascata. Um luxo. Agora, se você for sedentário, um conselho: não vá. O acesso é difícil, não pela extensão (a trilha tem menos de 1 km), mas pela pirambeira considerável.

• Acesso: A trilha para a Olho de Boi começa na ponta direita da Praia Brava.

• Infra-estrutura: Nenhuma. A praia é 100% selvagem.

image

Praia do Pinho – ­ SC

Os frequentadores da Praia do Pinho, no Balneário Camboriú, foram os pioneiros a conseguir o.k. oficial para tirar a roupa, em 1988. Tem duas praias: uma maior, com 400 metros, para casais, e outra com 100 metros, para desacompanhados. Montanhas escarpadas cercam a região, garantindo a privacidade dos nudistas que circulam pela pousada, restaurantes e campings. O clima, acredite, é tão familiar que você vai se sentir em qualquer outro destino tradicional de férias no verão. Ou quase.

• Acesso: Pela BR-101, entre o Balneário Camboriú e Itapema, ou pela Praia de Laranjeiras.

• Infra-estrutura: Total. Boas pousadas, restaurantes e área de estacionamento.

image

Galheta – ­ SC

Frequentada desde a década de 70 por nudistas, o Parque Municipal da Galheta fica entre duas praias movimentadas de Floripa: a Barra da Lagoa e a Mole. A pequena trilha (300 metros, a partir da Praia Mole), o morro que a separa da estrada e a falta de estrutura fazem com que a praia mantenha-se selvagem e isolada. Ruim para quem gosta de ficar com os chinelinhos pro ar, ótima para quem gosta de ficar peladão na natureza: pequenas duchas de água doce, mar de água cristalina, areia branca e fina, pedras emolduradas por montanhas com arbustos, orquídeas e bromélias. Como muitos pontos da ilha catarinense, o lugar também tem ondas boas para surfe. E uma incrível concentração de mulheres bonitas.

• Acesso: Trilha a partir da Praia Mole, 16 km ao sul do Centro de Florianópolis.

• Infra-estrutura: Nenhuma.

image

Pedras Altas – ­ SC

Em Palhoça, a 30 km de Florianópolis, a bonita praia de Pedras Altas é cercada por formações rochosas, que isolam a área para você ficar peladão numa boa. O mar é tranquilo, ideal para crianças ­ e são elas, com seus papais e mamães, que mais freqüentam a área, especialmente o lado da praia reservado a casais e famílias. O código de ética é fiscalizado pelo Clube Naturista local. Para quem está lá só para curtir, o lugar certo está do outro lado da praia. Lá é tudo liberado, inclusive homens e mulheres solteiríssimos.

• Acesso: Há placas indicativas na BR-101.

• Infra-estrutura: Os dois lados da praia oferecem bar e restaurante. No lado naturista há uma pousada bem simples, área de camping e estacionamento.

image

Pedra Grande – ­ BA

É uma praia de nudismo clandestina ­ a área foi loteada e os proprietários colocaram placas proibindo peladões na praia­, mas todo mundo vai. O point não é uma extensão natural da Praia dos Coqueiros, a mais frequentada de Trancoso. Para chegar à área naturista, é só caminhar 20 minutos para o sul, em direção a Caraíva, por trechos de areia fina e dourada, com paradas para banho no mar esverdeado (sacrifício, não?). As frequentadoras são tão alto-astral quanto a paisagem: meninas malhadas e descoladas, que adoram música eletrônica e costumam desfilar de topless desde o último bar da Praia dos Coqueiros até a área de nudismo.

• Acesso: Trancoso fica a 25 km de Porto Seguro.

• Infra-estrutura: Na Pedra Grande, nenhuma. Mas Trancoso é lotada de bares, restaurantes e pousadas de primeira.
image

Praia da Figueira – ­ RJ

O nudismo aqui também não é oficial, mas a praia é tão famosa entre os adeptos que seu apelido é Praia dos Pelados. Aqui ninguém pretende seguir a filosofia e as regras naturistas. Traduzindo: dá para ir desacompanhado ou levar a namorada para rolar aquele clima, que absolutamente ninguém vai te incomodar. Essa liberdade total faz com que muita gente leve tudo na sacanagem. Resultado: muitas gatinhas acabaram desistindo de tomar sol peladas por lá. Mas é divertido pelo menos para quem quer conhecer o famoso reduto dos alternativos de Trindade. Se não gostar do clima, é só seguir pela mesma trilha para tomar sol (com roupas de banho) nas tranquilas piscinas naturais da Praia do Cachadaço.

• Acesso: Pelo km 268 da Rio­Santos, a 30 km de Parati, depois da Praia do Meio.

• Infra-estrutura: Tá brincando? Em Trindade? Só se for uma barraca, um violão…

image

Praia do Abricó – ­ RJ

A Praia de Abricó sem dúvida é um paraíso de águas cristalinas, cercada por montanhas e vegetação tropical, sendo uma área de proteção ambiental dentro da reserva biológica do Parque de Grumari.
Por sua exuberância e beleza natural, por ser cercada por montanhas e por sua proximidade com o centro urbano a Praia de Abricó é o ponto ideal para a prática do naturismo no Rio de Janeiro. Apesar dos meios de transportes coletivos deixarem seus passageiros a cerca de 5 km da praia, existe uma estrada asfaltada que possibilita o acesso até bem próximo à praia. (Fonte: www.bocaberta.org)
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!