Ultimas

Veja como recuperar os dentes após acidentes!

images51

Os traumatismos dentários são lesões traumáticas que acometem os dentes, o osso que os sustentam, os tecidos gengivais e os tecidos moles. A maioria destas lesões ocorre em crianças e adolescentes quando estas estão brincando. As quedas, os jogos e brincadeiras, golpes com objetos, acidentes caseiros, brigas, acidentes automobilísticos e esporte de risco são algumas das causas, sendo o traumatismo dentário mais comum nos meninos.
 


Estas lesões também ocorrem em bebes, por ser a fase em que eles estão aprendendo a andar. Durante os primeiros anos de vida, os dentes de leite tam grande relacionamento com os dentes permanentes que estão se formando dentro do osso. Um traumatismo sofrido neste período pode comprometer a estética do dente permanente, quando este aparecer na boca por volta dos oito anos de idade (desde manchas esbranquiçadas até malformação da coroa, dependendo do traumatismo).



As lesões mais graves dos dentes de leite, que podem causar complicações nos dentes permanentes são:

intrusão: quando o dente entra dentro da gengiva. Nesse caso, leve a criança ao dentista para descartar uma lesão no dente permanente que esta se formando dentro do osso. 

avulsão: quando o dente sai por inteiro de seu lugar na boca. Neste caso o dente de leite nunca deve ser recolocado em seu lugar de origem na boca. 

Os traumatismos mais frequentes nos dentes permanentes, e os primeiros socorros a serem realizados são:

fratura da coroa - quando o dente permanente se fratura. Recolha o(s) pedaço(s) do dente fraturado, coloque-o(s) em um recipiente com leite e procure um serviço de Odontologia. Estes pedaços poderão ser reposicionados, obtendo-se uma restauração mais conservadora. 

Avulsão - quando o dente permanente sai por inteiro de seu lugar de origem da boca. As crianças de sete a oito anos de idade estão mais expostas a sofrer avulsão pela elasticidade nesta idade. O dente permanente dever ser recolocado o mais rápido possível e para isto siga os seguintes passos:

1. Pegue o dente pela coroa, nunca pela raiz.

2. Lave o dente (apenas passe água, não esfregue o dente) e coloque-o, se possível, no local de onde saiu e leve a criança imediatamente ao dentista. 

3. Caso não consiga recoloca-lo logo apos o acidente, coloque-o num recipiente com leite e leve a criança imediatamente ao dentista.



Em qualquer tipo de traumatismo dentário lembre-se de:

1. reduzir o sangramento, comprimindo o local com gaze, por 5 minutos.

2. procurar o dentista ou pronto-socorro odontológico mais próximo de sua residência.

3. sempre manter adequada higiene bucal, para que ocorra cicatrização da gengiva, no local em que o dente sofreu o traumatismo.

Siga os seguintes passos para prevenir o traumatismo dentário:

1. Evite situações de risco, como uso de andadores para bebes.
2. Use protetores bucais para pratica de esportes de risco.
3. Evite dar golpes na boca e brincadeiras com objetos perigosos.
4. Use escada na entrada e saída das piscinas.
5. Use cinto de segurança quando estiver no carro.



Pouco se tem feito para promover informação educativa básica à comunidade quanto ao trauma dentário, causas, consequências, medidas básicas de atendimento emergencial e prevenção. 

Ao levar o conhecimento à população, ela participará:

- Educando aos outros e prevenindo situações de risco

- Prestando os primeiros socorros, o que limitara o dano na região afetada.

O traumatismo dentário não só compromete a integridade da dentição, como também poderá afetar a autoestima, a qualidade de vida e, dependendo do caso, acompanhar o individuo pelo resto da vida. Por isto, é importante conhecer e realizar os primeiros socorros adequados no momento da emergência. (Fonte: www.ame-sp.org.br)
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!