Ultimas

Você está mais para anjinho ou diabinho?

dia

É sabido que todos nós somos, de forma individual, formados pelo ego (ou seja, nosso “eu” subjetivo, nosso “eu” individual, nosso “eu” que existe dentro de nós).

image

Esse tal de ego (“eu”) é “formado” (e pressionado) por outros dois “elementos”, o id e o superego.

clip_image002

O id tem como características o fato de representar forças de agressividade, desejos, impulsos, paixões, etc, que Freud chamou de pulsões.

image

O superego tem como características o fato de representar as regras do comportamento, o controle dos desejos.

image

Usando uma metáfora simples (simplista até, visto os riscos de interpretação incoerentes): seu “eu” é formado pelo “diabinho” e pelo “anjinho” que vivem a dizer o que você deve ou não fazer. Ou seja, seu ego é formado pelo id e pelo superego, nas palavras de Freud. 

clip_image003

“Para Freud, o ego, como instância da personalidade, é de tal forma pressionado por conflitos entre as forças pulsionais (vindas do id) e as regras sociais (introjetadas pelo superego), que nem sempre consegue agir de modo equilibrado.”

image

Repare que o id vem com você, nasce com você, está e sempre estará com você.

image

Repare que o superego é “colocado”, introjetado, em você pelas regras e normas sociais. (o que, aliás, é importantíssimo, pois sem as regras seríamos instinto puro, e portanto animais selvagens). (Fonte: http://fessormauro.blogspot.com)
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!