Ultimas

Agrotóxicos causam prejuízo à saúde

milho

Os agrotóxicos são também chamados de defensivos agrícolas porque defendem as plantações ou lavouras da ação de insetos e de outros organismos vivos (as chamadas “pragas”). Os defensivos agrícolas nada mais são do que venenos que têm efeitos biocidas (substância que possui ação letal sobre organismos vivos). Apenar de possuírem um alvo específico, não poupam as estruturas biológicas de outros seres com os quais entra em contato.

jfdkkjfdlpksakojfd

Estas substâncias possuem origem química, permanecem na natureza, degradam o solo, contaminam a água e, sobretudo, se acumulam nos alimentos. Desse modo, é natural perguntarmos: Se os defensivos agrícolas fazem mal à saúde de diferentes formas de vida, eles podem fazer mal à saúde dos seres humanos? A resposta é SIM!

okjsdopdfjisdapo

O espectro de ação dos agrotóxicos sobre a Saúde Humana é amplo e pode gerar efeitos agudos e crônicos. Os efeitos agudos ocorrem minutos ou horas depois que a pessoa entra em contato com quantidades grandes de agrotóxicos de uma só vez. Portanto, os trabalhadores rurais são aqueles que mais sofrem com estes efeitos, representado por náuseas, vômitos, convulsão, desmaios, dificuldades para respirar e outros agravamentos que podem inclusive levar o indivíduo à morte. 

jkdfioskodfopsoid

Por outro lado, os efeitos crônicos são aqueles que surgem após uma exposição contínua e prolongada aos agrotóxicos. Os trabalhadores rurais podem ser afetados por estes efeitos, mas eles também atingem aqueles que estão longe das lavouras, como os consumidores de alimentos que contêm os pesticidas. Alimentos como pimentão, tomate, alface, batata e outros estão chegando contaminados de agrotóxicos nas nossas mesas. E muitos deles com agrotóxicos que sequer têm seu uso autorizado no país!

kjodfopsdiuof9i0wqui

Dentre os danos à saúde que podem surgir após anos de exposição e consumo de pesticidas estão as lesões no fígado (hepatite), a catarata, as dermatites, a infertilidade (incapacidade reprodutiva), as gastrites, os danos renais e o câncer. Em um informativo da Revista de Saúde Pública foi publicado um dos resultados surpreendente da pesquisa de Lia Giraldo. A baixa qualidade do ar em função da poluição na cidade de São Paulo e os problemas de saúde decorrentes deste fenômeno já são conhecidos nacionalmente. 

ijowaUI9G0QIXZ

Porém, Lia Geraldo constatou que “proporcionalmente, o número de mortes em decorrência de asma na cidade do Recife é maior que no município de São Paulo. Apesar do clima na capital paulista ser mais favorável ao surgimento dessa doença, o grande uso de inseticidas domésticos na capital pernambucana faz com que Recife apresente uma taxa alta de mortalidade por asma”. (Postado por O Controle da Mente – Fonte: whatmommyneeds.com.br)
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Psicanálise em Ação!