Ultimas

Uma doença horrível e contagiosa!

jsdkjdfklpsdfjkdf

Conjuntivite Lenhosa
 
O que é Conjuntivite Lenhosa?
É uma forma específica e muito rara de conjuntivite em que a caracteristica principal é a formação de membranas inflamatórias na conjuntiva tarsal.

Conjuntiva tarsal é o tecido que reveste as pálpebras por dentro. Essa membrana é muito espessa e dificil de ser retirada, ao contrário da pseudomembrana que pode ocorrer em algumas formas de conjuntivite viral.

Normalmente, a conjuntivite lenhosa aparece na infância com quadros de conjuntivite intensas e repetidas. No entanto, pode ocorrer em individuos de todas as idades.

As membranas podem ocorrer não só no olho mas também em outras partes do corpo, como na mucosa oral (boca), genital (vagina) e também no trato respiratório superior.

clip_image002clip_image003
 Acima é possível ver duas formas da doença; Uma mais leve, na esquerda, e outra mais avançada e característica na direita.

O que causa Conjuntivite Lenhosa?

Essa doença é causada por uma deficiência de uma enzima no corpo, chamada plasminogênio. Essa deficiência é o que leva a formação dessas membranas. É uma doença genética, ou seja, o erro está nos cromossomos.

Como fazer o diagnóstico?

Além do exame clínico pelo oftalmologista, o diagnóstico deve ser confirmado com exames específicos:

> Dosagem da enzima plasminogênio no sangue

> Avaliação histopatológica das membranas retiradas do olho

Tratamento da Conjuntivite Lenhosa

É um tratamento complexo e díficil. Além das medidas genéricas, como lubrificantes, higiene e retirada das membranas, deve-se procurar um tratamento mais especifico e definitivo.

Atualmente, recomenda-se fazer terapia com reposição de concentrado de plasminogênio por via venosa. Alguns médicos tem usado colírio de plasminogênio com sucesso. (Postado por O Controle da Mente – Fonte: medicodeolhos.com.br)
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!