Ultimas

Doença do carrapato também dá em humanos

gfblpk´gfbp´ç

A doença de Lyme é uma doença infecciosa causada por bactérias espiroquetas pertencente à espécie Borrelia burgdorfer, essas bactérias são transmitidas para os homens através da picada do carrapato.

clip_image002

Essa doença é caracterizada por apresentar lesões cutâneas iniciadas com uma pequena mácula vermelha que aumenta de tamanho lentamente que pode ser única ou múltipla, chamada de eritema crônico migratório, o aparecimento desse eritema varia de três a trinta e dois dias após a exposição aos carrapatos contaminados. Se não houver lesão cutânea na fase inicial, a doença sistêmica ainda pode se manifestar anos mais tarde. Vejamos como ocorre a doença de Lyme em humanos.

Doença de Lyme - sintomas

clip_image004

Os sintomas gerais da doença de Lyme são febre, mal estar geral, cefaléia (dor de cabeça), rigidez na nuca, dor muscular, linfadenopatias, que são gânglios anormais em tamanho e artralgias migratórias (dor nas articulações). Quando não são tratados, os sintomas podem durar semanas ou mais.

vlçvbç

Algum tempo depois de iniciar o eritema migratório crônico, algumas outras manifestações neurológicas podem surgir, como meningite, paralisia facial, perda de coordenação dos movimentos musculares voluntários, radiculoneurite motora ou sensitiva (doença do neurônio motor), encefalite e mielite. Além dessas manifestações, distúrbios cardíacos também podem ocorrer após o início do eritema migratório crônico, como miocardite aguda, bloqueio atrioventricular ou ainda o aumento do tamanho do coração, também podem surgir edemas articulares.

Doença de Lyme - diagnóstico

clip_image006

O diagnóstico da doença de Lyme se divide entre clínico e laboratorial e é baseado nos sintomas apresentados pelo paciente e pelo teste laboratorial utilizando a imunofluorescência, ELISA de detecção de anticorpos específicos contra a espiroqueta. Como os testes ainda não foram muito bem padronizados é preciso cuidado nas suas interpretações. Os pacientes que recebem o tratamento precocemente pode ter sorologia negativa. Também pode haver falso negativo em pacientes crônicos, pois a sensibilidade desses testes aumenta na fase crônica em pacientes que não foram tratados.

Doença de Lyme - tratamento

clip_image008

O tratamento ideal da doença de Lyme é o realizado precocemente, logo após a infecção e se baseia em antibióticos prescritos pelo médico ao iniciar o tratamento entre algumas semanas o eritema crônico migratório está curado e assim consequentemente evitam-se complicações, como os problemas neurológicos. No Brasil, os primeiros casos da doença de Lyme foram identificados em 1992. Em nosso país, o eritema crônico migratório ocorre entre 40 a 50% dos casos, problemas articulares em 30 a 35%, neurológicos em 35% e cardíacos em 5%. O período de incubação da infecção varia de 4 a 30 dias e o tempo de duração do eritema crônico migratório varia entre dias a meses, em média de 27 dias.

Figura 2

A doença de Lyme quando não tratada adequadamente pode se tornar extremamente perigosa ocasionando problemas cardíacos, cerebrais, de coluna e nervosos, portanto ao perceber qualquer um dos sintomas descritos, procure um médico para um diagnóstico preciso e tratamento precoce. (Postado por O Controle da Mente – Fonte: brasilmelhor.net)

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!