Ultimas

Mulher é presa e acorrentada dentro da delegacia

uma-jovem-de-18-anos-suspeita-de-tentativa-de-homicidio-ficou-presa-por-uma-corrente-a-uma-das-janelas-da-cozinha-da-delegacia-de-russas-162-km-de-fortaleza-1302632957857_300x300

O delegado Everardo Lima, assessor técnico da Polícia Civil do Ceará, colhe nesta terça-feira, em Fortaleza, o depoimento de quatro policiais envolvidos no caso de uma mulher que foi mantida acorrentada em uma delegacia no interior do Estado. Nayara Santos, 18, que é suspeita de tentativa de homicídio, ficou presa por uma corrente a uma das janelas da cozinha da delegacia de Russas (162 km de Fortaleza).

O delegado viaja nesta quarta-feira para a cidade onde deve ouvir outros 12 inspetores que estavam na delegacia durante o ocorrido. O inquérito sobre o caso deve ser finalizado até o fim da próxima semana.

“Quero pegar o depoimento de todas as pessoas que estiveram na delegacia e apontar os culpados”, afirma. Lima também deve colher informações sobre o vídeo que circulou pela internet em que Nayara aparecia acorrentada numa das salas da delegacia. Os responsáveis pela filmagem e divulgação devem ser acusados pelo crime de constrangimento legal. “Também vamos apurar se houve tortura”, complementa.

A mulher foi presa em flagrante, acusada de jogar álcool no corpo do namorado e atear fogo. O rapaz está internado no Instituto Dr. José Frota, em Fortaleza, com quadro estável.

Nayara teria ficado acorrentada durante oito dias por não haver um local para a prisão de mulheres na delegacia do município. “Ela não ficou amarrada o tempo inteiro. Em alguns momentos ela era solta”, diz Lima. O delegado Luciano Barreto, titular da Delegacia Regional de Russas, foi afastado.

Logo após o fato ser descoberto, Nayara foi transferida para a delegacia de São João do Jaguaribe (231 km de Fortaleza) e de lá, foi solta. (Postado por O Controle da Mente – Fonte: noticias.uol)

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!