Ultimas

Veja como começa um câncer de pele

conteudo_c567091bc2

Um nevo (o nome médico para uma pinta) é um tumor pigmentado benigno (não cancerígeno). As pintas não estão geralmente presentes no nascimento, porém começam a aparecer em crianças e adultos jovens. A maioria das pintas nunca causará problemas, mas uma pessoa que tem muitas pintas tem mais chances de desenvolver melanoma.

johijk

Nevos displásicos: Os nevos displásicos também denominados nevos atípicos, geralmente se parecem um pouco como pintas normais, mas também se parecem um pouco como melanoma. Eles são geralmente maiores do que as outras pintas e tem um formato ou cor anormal. Eles podem aparecer na pele que é exposta ao sol, bem como na pele que é geralmente coberta, como nas nádegas e couro cabeludo.

jksdajksdvkjpl

Um pequeno número de nevos displásicos pode se desenvolver em melanomas. Mas a maioria dos nevos displásicos nunca se torna cancerígeno, e muitos melanomas parecem surgir sem um nevo displásico pré-existente.

O risco ao longo da vida para melanoma pode ser maior que 10% para pessoas com muitos nevos displásicos (por vezes referido como síndrome do nevo displásico). Os nevos displásicos geralmente são hereditários. Alguém com muitos nevos displásicos e com diversos familiares próximos que tiveram melanoma possui um risco muito alto ao longo da vida de desenvolver melanoma. Pessoas com esta condição devem ter exames de pele regulares e bem detalhados por um dermatologista (um médico especialista em problemas de pele). Em alguns casos, fotografias de corpo todo são tiradas para auxiliar o médico a reconhecer quais pintas estão crescendo e se modificando. Muitos médicos recomendam que esses pacientes sejam orientados a fazer autoexames mensais da pele também.

kpoopkpko

Nevos melanocíticos congênitos: Pintas presentes no nascimento são chamadas de nevos melanocíticos congênitos. O risco ao longo da vida de desenvolver melanoma para pessoas com nevos melanocíticos congênitos tem sido estimado em ser entre 0 e 10%, dependendo do tamanho do nevo. Pessoas com nevos congênitos muito grandes possuem um maior risco, ao passo que o risco é menor para aqueles com nevos pequenos. Por exemplo, o risco para melanoma em nevos congênitos menores do que a palma de sua mão é muito pequena, ao passo que aqueles que cobrem grandes porções das costas e nádegas (“nevo em calção de banho”) possuem riscos significativamente maiores.

mçlcv kçl c

Os nevos congênitos são, por vezes, removidos por cirurgia para que não tenham chance de se tornar cancerígenos. Para os médicos aconselharem ou não a remoção de um nevo congênito depende de diversos fatores, incluindo o seu tamanho, localização e cor. Muitos médicos recomendam que os nevos congênitos que não são removidos devam ser examinados em intervalos regulares por um dermatologista e que o paciente deva ser orientado sobre como realizar autoexames mensais da pele. Novamente, a chance de alguma única pinta se transformar em câncer é muito pequena. No entanto, qualquer um com muitas pintas irregulares ou grandes tem um risco aumentado para melanoma. (Postado por O Controle da Mente – Fonte: espacoevida.org.br)

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!