Ultimas

Encontrado ninho de dinossauro com ovos

pokkop

Enormes dinossauros carnívoros que espreitavam uma vasta planície inundada cerca de 150 milhões de anos atrás no que hoje é Portugal deixaram para trás rastros de sua prole: cascas de ovos. Alguns dos ovos, que pertenciam a dois terópodes jurássicos, um grupo de dinossauros carnívoros, abrigaram uma vez embriões de Torvosaurus, o maior predador de sua época, com em média 10 metros de comprimento e pesando 5 toneladas.

“Foi equivalente ao T. rex no Cretáceo”, disse o coautor do estudo Vasco Ribeiro, um paleontólogo da Universidade Nova de Lisboa, Portugal.

Ribeiro e seus colegas não tem certeza de como os ovos foram abandonados.

Cuidado, frágil!

Por serem muito delicados, ovos de dinossauro são relativamente raros. Os paleontólogos descobriram alguns dos embriões de Torvosaurus mais primitivos já encontrados no início deste ano, incluindo um punhado de centenas de fragmentos de ovos de dinossauros encontrados na Espanha.

Ribeiro e seus colegas descobriram os fragmentos de casca de ovo em dois locais distintos, os quais faziam parte da Formação Lourinhã, uma formação geológica conhecida por seus ricos ninhos de dinossauros jurássicos. Durante esse período, a área era uma planície inundada com ciclos de estações secas e chuvas de monção.

As cascas encontradas no sítio eram de ovos esféricos de cerca de 15 centímetros de diâmetro, e provavelmente pertenciam a um Torvosaurus. Já os ovos do outro sítio eram mais difíceis de identificar. Mas os pesquisadores acreditam que podem ter contido embriões de Lourinhanosaurus antunesi, outro terópode que chega a 4 metros e meio de comprimento quando adulto.

Negligenciados ou protegidos?

Os pesquisadores não sabem exatamente como ou porque os ovos foram abandonados.

Uma possibilidade é que os carnívoros antigos colocavam muitos ovos e simplesmente os deixavam a própria sorte. Já outros pesquisadores afirmam que esses dinossauros, assim como os crocodilos, eram pais atentos durante o desenvolvimento embrionário, protegendo suas crias dos predadores.

De qualquer maneira, uma vez que os filhotes surgiam da casca, provavelmente já sabiam se virar por conta própria. “Nós não temos nenhuma evidência de que a mãe dinossauro levava comida para o ninho ou o protegia”, diz Ribeiro. (Postado por O Controle da Mente – Fonte: hypescience)

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!