Ultimas

Doenças oculares bizarras e de difíceis tratamentos

image

Você acha que conjuntivite é ruim?

clip_image001


Cisto dermoide da córnea

Cisto dermoide é uma formação tumoral constituída por um enclausuramento epidérmico contendo folículos pilosos

clip_image002
Keratoglobus

Keratoglobus (do grego: querato-chifre, córnea, e globus : volta), é uma doença não-inflamatória degenerativa do olho. Isso faz com que a córnea, principalmente nas margens, resultarem em um olho esférico ligeiramente alargado.

clip_image003


Queloide nas córneas

Os queloides são formações proliferativas de tecido fibroso, lisas, brilhantes, ligeiramente rosadas e com forma mamilonada, que aparecem numa zona de ferida ou sobre as cicatrizes cirúrgicas.

Estas lesões também se podem formar como consequência de um acne grave. Por vezes formam-se sem que exista uma ferida. São muito mais frequentes em pessoas de raça negra. No olho, as queloides são extremamente raras.

clip_image004

Hemorragia Supracoroidal.

clip_image005
Hemorragia subconjuntinval

Uma das emergências oftalmológicas mais corriqueiras, que apesar de não causar sequelas visuais, provoca grande aflição e medo nos pacientes e familiares. A hemorragia subconjuntival é o famoso “derrame” no olho, uma grande mancha vermelha que ocorre na parte branca do olho aparentemente sem causa especifica. Afeta apenas o exterior do globo ocular, não atingindo o interior e portanto não afetando em nada a visão.

A parte branca do olho chama-se esclera e é coberta na porção anterior pela conjuntiva, elas não são aderidas e, portanto qualquer liquido que se infiltre entre elas fará uma bolsa, parecendo que a conjuntiva quer “sair” do olho. A esclera possui muitos vasos sanguíneos na superfície que apesar de não serem visíveis a olho nu, são numerosos e muito frágeis.

clip_image006

Granuloma piogênico

O granuloma piogênico, popularmente conhecido como “carne esponjosa”, é uma proliferação de vasos sanguíneos que causa uma lesão tumoral secundária a um traumatismo. Apresenta tamanho proporcionalmente relacionado ao seu tempo de evolução, com superfície ulcerada.

Pode acontecer em todas as partes do corpo. É mais comum na unha.

clip_image007

Clostridium perfringens

(Anteriormente conhecida como Clostridium welchii) é uma bactéria, em forma de bastão, anaeróbica e formadoras de esporos. O C. perfringens está onipresente na natureza podendo ser encontrado como um componente normal da vegetação apodrecida, sedimentos marinhos, trato intestinal de seres humanos e outros vertebrados, insetos, e do solo. Essa bactéria pode causar enterite quando presente em alimentos contaminados e a gangrena gasosa quando afeta feridas expostas e cirúrgicas. Período de incubação: 6 à 24 horas. (Fonte: estrabismo.med.br)

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!