Ultimas

As 9 mais assustadoras criaturas das profundezas marinhas

image

O fundo do mar pode ser um lugar muito assustador. Entre as diversas espécies que habitam as profundezas, conheça 9 que dão medo em muita gente.

Peixe-diabo negro

clip_image001

O peixe-diabo negro (Melanocetus johnsonii) é uma espécie de peixe encontrada em todos os oceanos. Costumam viver em profundidades que variam entre 100 e 2 mil metros e são capazes de atrair suas presas com uma falsa isca.

Os animais possuem uma espécie de saliência luminescente que se agita sobre a cabeça, o que atrai a presa Há um grande dimorfismo sexual em tais animais, uma vez que as fêmeas chegam a medir 18 centímetros, mas os machos, porém, crescem apenas até três centímetros.

Lula Gigante

clip_image003

A lula-gigante (Architeuthis spp.) é um cefalópode da ordem Teuthida, conhecida por ser o segundo maior invertebrado existente na Terra, perdendo apenas para a lula-colossal. As oito espécies do género habitam as profundezas dos oceanos e os machos podem atingir o comprimento de 10 metros e as fêmeas podem atingir 13 metros. Estes animais podem pesar até 500 quilos.

Peixe-víbora

clip_image004

Conhecido como peixe-víbora, o Viperfish é um peixe de água salgada no gênero Chauliodus. Possui dentes longos em forma de agulha e mandíbulas inferiores articuladas. Crescem de 30 a 60 centímetros.

Miracéu

clip_image006

O nome destes peixes em português, pertencentes à família, são derivados da sua habilidade na hora da caça. Eles se enterram na areia e ficam apenas com o rosto de fora, virado para cima. Os miracéus penetram no solo de uma maneira com a qual podem sair rapidamente, e passam longos períodos de tocaia, esperando uma presa aparecer.

Moreia

clip_image008

As moreias são peixes ósseos da família dos murenídeos (Muraenidae), tendo como uma das suas principais características o corpo longo e cilíndrico. Existem cerca de 200 espécies distribuídas por 15 géneros. A maior delas mede 4 metros de comprimento.

As moreias habitam cavidades rochosas e são animais carnívoros. Não têm escamas e, para proteção, algumas espécies expelem da pele um muco que contém toxinas.

Peixe Ogro

clip_image009

O peixe-ogro (Anoplogaster cornuta) é uma espécie de peixe que é capaz de viver em profundidades que variam entre 500 e 5 mil metros. Chegam a medir até 18 centímetros, possuindo grandes dentes que impedem que ele feche completamente sua boca, e que servem também para prender suas presas.

Lula-vampira-do-inferno

clip_image010

Conhecidas como Lula-vampira-do-inferno (Vampyroteuthis infernalis), este animal recebe este nome devido ao vermelho vivo e brilhante do seu corpo, além dos olhos luminosos e das membranas que colam seus tentáculos uns aos outros.

Tatuíra

clip_image011

Tatuíra é o nome brasileiro que define um grupo de crustáceos gigantes. Lembrando uma barata gigante, os animais do gênero Bathynomus habitam mares a profundidades significativas. Os maiores exemplares chegam a alcançar mais de 40 centímetros de comprimento, o que requer duas mãos adultas para segurá-los.

Tubarão-duende

clip_image012

O tubarão duende (Mitsukurina owstoni) talvez seja a espécie de tubarão mais diferente do reino animal no quesito aparência. Seu focinho é alongado e eletro-sensível, para que ele possa sentir a presença de possíveis presas, por exemplo.  Além disso, possui dentes em forma de agulha que destroçam as suas presas.

via: topbiologia

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!