Ultimas

Subindo pelas paredes!

image

Você já ouviu falar em anorgasmia feminina?  Mais parece um palavrão. E é! O que caracteriza a anorgasmia feminina é basicamente o fato da mulher nunca ter chegado a um orgasmo, nem com o coito e muito menos com a masturbação. Especialistas incluem também como anorgasmia feminina situações onde as mulheres só conseguem se satisfazer sozinhas, ou seja, só chegam ao orgasmo exclusivamente com a masturbação. Dados científicos apontam que a cada 10 mulheres 6 apresentam dificuldades em chegar ao orgasmo. Mas como resolver esse problema? O sexólogo João Batista Pedrosa, de São Paulo, dá dicas preciosas e explica que boa parte desse problema pode ser solucionado com a ajuda do parceiro de cama. A principio até parece fácil, mas na realidade requer de muita conversa a e principalmente, dedicação. Da parte dele é claro!

Masturbação é um começo básico. Segundo o sexólogo, a mulher deve começar um exercício diário para aprender a se conhecer. Depois deve mostrar ao parceiro como fazer e onde são os locais mais sensíveis do corpo. “O desenvolvimento das técnicas masturbatórias são fundamentais no tratamento. Possibilita à mulher vivenciar o orgasmo sem a ansiedade provocada pela presença do parceiro, aprendendo como obtê-lo de forma eficaz. O orgasmo obtido através da estimulação clitoriana é muito mais intenso e fácil de ser percebido se comparado com o provocado só pela estimulação vaginal, que é mais leve e difuso. O ideal é que numa primeira fase, a mulher se masturbe sozinha, depois, na presença e com o parceiro, isso vai ajudar a realização satisfatória final”, disse. Outras dicas de como chegar ‘lá’, você pode obter no site do sexólogo (Fonte: syntony)

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!