Ultimas

Apresentadora mirim do SBT vira 'mulherão'

625_315_1403384173priscilla4

Priscilla Alcântara, cantora e ex-apresentadora do Bom Dia & Companhia, do SBT, completou 18 anos na última quinta-feira. Chegou à maioridade longe da TV. Mais de um ano depois da saída do programa infantil, a artista tenta uma nova chance na televisão. Após tentativas frustradas na Rede TV! e na Rede Gospel, da Igreja Renascer, ela planeja ter o seu próprio programa no final deste ano.

No canal evangélico, o programa ficou apenas no piloto. Na Rede TV!, a apresentadora chegou a anunciar a atração independente Priscilla Entre Amigos em fevereiro, porém na mesma semana foi cancelada. Apesar da frustração, Priscilla considera até melhor a sua volta para a TV ter sido adiada.

"Era um programa independente e aconteceram alguns problemas de ordem financeira e jurídica, fora da parte artística. Achamos melhor abortar esse projeto e partir para outro tendo um tempo melhor. Lógico que houve desapontamento. Soube lidar com isso, mas o meu medo foi com o público, porque eles estavam ansiosos. Seria a minha volta, mas Deus sabe todas as coisas. Aquele projeto não deu certo porque outro melhor está por vir", diz a evangélica Priscilla, ao Notícias da TV.

Na última semana, Priscilla Alcântara tentou novamente concretizar seu retorno à TV e ofereceu às emissoras um formato de debates com plateia, como o Altas Horas, da Globo, e o extinto Programa Livre, do SBT, ambos comandados por Serginho Groisman. Sua ideia é falar com adultos e crianças, com o estilo de uma de suas referências na televisão, Sabrina Sato.

"Amo o Programa da Sabrina, sou muito fã dela, eu me divirto. Gosto de quando me sinto amiga, e não distante do apresentador. Uma coisa que acho que todo mundo pode se espelhar nela é a espontaneidade. A Sabrina é doidinha daquele jeito mesmo", diz Priscilla, aos risos.

Quase atriz

Por pouco, Priscilla Alcântara não seguiu carreira de atriz. Em 2005, participou do reality musical mexicano Código Fama. Ela venceu a versão brasileira, apresentada por Celso Portiolli no SBT, e concorreu no México a um papel em uma novela da Televisa. Ficou em quarto lugar, porém os executivos da emissora gostaram tanto dela que a ofereceram o prêmio.

Fã dos dramalhões, Priscilla negou o papel para ficar com a família. Mal sabia que, na sua volta ao Brasil, Silvio Santos viu na criança de oito anos o talento de apresentadora e a contratou para o Bom Dia & Companhia.

"O Celso Portiolli foi o primeiro que viu que eu tinha algo com televisão e gravou algumas coisas comigo. Quando mostrou para o Silvio Santos, ele aprovou e liberou para que começassem as reuniões com a direção. Houve um primeiro encontro, o Silvio deu as boas-vindas. Gravei um piloto, mas acabou valendo", lembra Priscilla.

No SBT, apresentou o Bom Dia & Companhia durante oito anos ao lado de Yudi Tamashiro, com quem mantém contato até hoje. No período, sofreu com as constantes mudanças na programação da emissora e o assédio das crianças nas escolas onde estudou.

"No começo, tive que sair do colégio pelos fundos, porque as outras escolas os alunos vinham depois do horário de aula me encontrar e pedir autógrafo. Atendia todo mundo, mas depois ficou tranquilo, eu adorava", recorda.

Em 2013, o SBT tirou Priscilla e Yudi do Bom Dia & Companhia. Os dois estavam crescidos demais para o programa, e a emissora decidiu trocar a dupla de apresentadores mirins. Priscilla não lamenta ter saído do SBT e diz ter aproveitado a fama na atração infantil para lançar sua carreira de cantora. Ela vai lançar ainda este ano seu quarto CD de música gospel.

"Aproveitei a mídia que o Bom Dia me proporcionou para realizar meu grande sonho, gravar um CD. Consegui lançar minha carreira como cantora, graças a Deus o público me reconhece bastante por isso. A música gospel pode levar algo além da religião. É sadio, que pode unir coisas boas, independentemente da religião", explica.

De menina a 'mulherão'

Na TV, o público acompanhou a transformação de Priscilla Alcântara. Algumas pessoas, confessa a apresentadora, se espantam quando veem que a garotinha que conversava com crianças no SBT cresceu e virou um "mulherão", adjetivo que não assume nem rejeita.

"É o que as pessoas falam quando me encontram: 'Nossa, você ficou um mulherão!', porque na TV eu estava ligada ao público infantil. Eu gosto do que vejo no espelho (risos). Para mim, não é um rótulo e nunca vai ser. Vejo como um adjetivo que colocam e eu digo 'Obrigada' (risos)", conta Priscilla, que treina na academia cinco vezes por semana e joga vôlei em competições oficiais pelo time de Cotia, na Grande São Paulo.

Por causa do assédio, um de seus hobbies virou preocupação. No Instagram, onde publica diariamente fotos com roupas curtas, acessórios, penteados e maquiagens, seguidores evangélicos a condenam por mostrar o corpo na rede social. A apresentadora também recebe comentários maldosos de homens, que faz questão de deletar. Preocupada com a exposição, evita publicar fotos de biquíni.

"Tem gente que acha que só porque é cristão não tem que se cuidar. Pelo contrário, Deus não quer que a gente ande feio, mal arrumado (risos). Tem gente com uma cabeça um pouco limitada, mas cada um tem sua opinião. Se eles veem isso como algo que me faça pecar, eu com Deus estou muito bem resolvida", afirma.

via: uol

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!