Ultimas

Aranha-pavão tem um dos mais fortes venenos do mundo

17564643331151724

Ela é nativa da Austrália e somente os machos são coloridos. Não gostar de aranhas é uma coisa relativamente comum, até porque algumas dessas criaturas são conhecidas pelos fortes venenos que transmitem por meio de uma picada. Existe até mesmo uma fobia – medo ou aversão exagerada – quando o assunto é aranha: aracnofobia, que já virou até tema principal de filme de terror.

Talvez a sua opinião a respeito dessas criaturinhas mude um pouco depois que você conhecer melhor a aranha-pavão, que é simplesmente linda e, inclusive, simpática.

Flerte

Hoje, porém, você vai saber um pouco mais desse bichinho, cujo macho faz uma apresentação colorida quando quer atrair uma parceira para o acasalamento. E o fator de o corpo dessas aranhas ser colorido é o que dá a elas o apelido de aranha pavão, além, é claro, do fato de usarem essas cores quando praticam a arte da sedução, especialmente quando levantam duas abas coloridas, mais ou menos como fazem os pavões, quando querem acasalar.

As fêmeas, por sua vez, analisam as cores do macho, a vibração que seus movimentos causam e assim conseguem detectar se o parceiro é saudável e se pertence à espécie correta para que o acasalamento aconteça.

Dancinha

Depois de exibir todas as suas cores, o macho, que não mede mais do que 4 mm, faz uma dança – com movimentos parecidos com os feitos por um siri – para complementar as suas estratégias de conquista. Mesmo com todo esse galanteio, nem sempre a tática funciona e, quando a fêmea não aceita o acasalamento, o macho precisa sair de perto depressa, senão corre o risco de ser atacado por ela.

A aranha-pavão, da espécie maratus volans, é encontrada na Austrália em 20 subespécies diferentemente encantadoras, com suas barriguinhas coloridas. Se você quiser ver de perto – mas não tão de perto assim – essas aranhas simpáticas, assista ao vídeo abaixo e depois nos conte: você teria medo delas?

via: via: Daily Mail, Amusing Planet, YouTube

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!