Ultimas

Menina de 13 anos fica aleijada após tomar vacina contra HPV

500

Casos de efeitos adversos graves crescem entre as adolescentes brasileiras. Rafaella Barbosa, uma adolescente de Resende/RJ, vem sofrendo dores terríveis, formigamento e inchaço pelo corpo, sendo diagnosticada com Distrofia Simpático Reflexa. Após algumas pesquisas encontramos vários estudos que fazem associação entre a vacina HPV e a Distrofia Simpático Reflexa (ou Distúrbio Simpático – Reflexo, ou ainda Síndrome Dolorosa Complexa Regional Tipo 1), doença que a garota foi diagnosticada.

A menina mais recentemente fez um exame de punção de liquor da coluna que constatou pressão elevada e diagnóstico de pseudo-tumor cerebral. Um neurocirurgião endovascular verificou que Rafaela estava com pelo menos 15 veias obstruídas. Em uma cirurgia de 7 horas (que não pode resolver todos os problemas), ela passou por um procedimento para desobstruir as veias.. Os honorários médicos e exames foram todos particulares. Saiba ao fim deste post como ajudar Rafaela.

Fomos contactados recentemente por Jaqueline Barbosa, de Resende, no estado do Rio de Janeiro, que me relatou a situação de sua filha, Rafaella Barbosa de Oliveira Silva, uma adolescente de 13 anos que sofreu fortes efeitos adversos após receber a vacina contra HPV no dia 21/03/2014. Horas depois da aplicação da vacina os sintomas começaram a aparecer e eles vem se agravando a cada dia até hoje.

O laudo do médico responsável do município (infectologista) informa:

“A paciente apresenta dor incapacitante com um quadro de Distrofia Simpático Reflexa e necessita ficar por tempo indeterminado sem ir para escola.”

A mãe relatou que a mão de Rafaella está muito inchada, avermelhada,  muito sensível ao toque, sem condições de mexer pela dor intensa, as pontas dos dedos estão sem circulação, e ela tem muita dor de cabeça.

Rafaella precisa de ajuda para tomar banho, se vestir, se alimentar… e praticamente para tudo ela precisa de ajuda.

Ela estuda em um colégio particular,  Colégio Aplicação de Resende, onde tomou a vacina, mas a escola não está dando apoio algum. A mãe trancou a matrícula na escola, pois está sem perspectiva de melhora e consequente retorno às aulas.

Sintomas, remédios fortíssimos e tratamento caro

A menina esta fazendo fisioterapia e tomando remédios fortes para dor (imagem acima) que a deixam dopada por um longo período do dia.

Falamos novamente com  a mãe da menina, que informou que o quadro continua se agravando, e que as dores, cada vez mais fortes, estão começando também nas pernas. Apesar do aumento da dose de remédios para dor, sua filha Rafaella continua sentindo fortíssimas dores.

Imagens – Antes e Depois

Abaixo apresentamos algumas imagens de Rafaella antes e depois de ser acometida pela Síndrome Dolorosa Complexa Regional Tipo 1, advinda da vacina. É clara a forma como a doença debilitou a menina. Nota: as imagens das fotos do depois são ainda de abril.

 Antes:

Depois:

via: noticiasnaturais

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!