Ultimas

10 manias brasileiras que chocam os estrangeiros

13128802

Não é novidade nenhuma que os estrangeiros enxergam o Brasil como um país exótico, afinal, o que pode se esperar de uma terra que mistura Amazônia, índios, escolas de samba e capirinha? Pelo menos é esse choque cultural que a maioria dos 'gringos' espera encontrar quando desembarcam por aqui.

Por mais preparação psicológica (na maioria das vezes subestimada) que um 'gringo' possa ter, o site americano Business Insider garante que o choque cultural acontece até mesmo em pequenas coisas. Por isso, resolveu elencar oito coisas que só existem aqui em nosso país e que costumam deixar os estrangeiros um tanto quanto assustados. Veja quais são elas:

1 - Botecos

boteco

“O bar que você imagina não é o que você geralmente encontrar por lá”, diz o texto que ressalta que se você quiser apenas beber e jogar conversa fora com os amigos a preços acessíveis basta ir até o boteco da esquina. O fato de ter uma portinha na esquina, com mesas e cadeiras de plástico sobre as quais você pode apoiar porções de batatas-frias e cervejas baratas enquanto fica conversando na calçada é, definitivamente, algo surpreendente para os estrangeiros.

2 - Muita proximidade física

Emoção e carinho na entrega das camisetas do Grupo deIdosos do Alto

Brasileiros costumam ficar muito mais próximos do que a distância de um aperto de mão. Só o fato de cumprimentar e despedir dos amigos e familiares com um ou dois beijos no rosto e abraços já dizem tudo sobre a importância do contato físico. “Além disso, homens e mulheres, muitas vezes, costumam tocar os braços, mãos ou ombros enquanto conversam com você. Por isso, não surte se isso acontecer. Bem-vindo ao Brasil”, diz o texto.

3 - Perguntar preço de tudo

Lojas-são-obrigadas-a-exibir-os-preços-dos-produtos-para-que-o-cliente-não-precise-perguntar-a-um-vendedorNos Países estrangeiros ninguém pergunta o preço de nada. Na verdade o povo acha muito estranho quando vamos a uma loja e a primeira coisa que falamos é: Quanto custa este vestido?

4 - Usar as mãos para comer

Wing Bowl

Sanduíches, hambúrgueres, pizzas e frango frito estão em cima da mesa, mas, diferente dos “gringos”, os brasileiros saem comendo tudo com as mãos, mesmo se elas estiverem sujas. Geralmente, não usam talheres ou guardanapos.

5 - Há barulho em toda parte

13128802

Não. Definitivamente o Brasil não é um lugar calmo e tranquilo. Muito longe disso, as ruas estão cheias de pessoas cantando, vendedores gritando, buzinas e carros de som.

6 - “Inho/inha”

paulinho

O sufixo “inho” para palavras masculinas e “inha” para femininas é muito usado depois de nomes de pessoas ou objetos para expressar carinho, descontentamento ou até mesmo sem motivo nenhum. “Bonitinha”, “coitadinho”, “obrigadinho”são alguns dos exemplos que o texto cita como comumente expressados por brasileiros.

7 - Polegares

polegar

Levantar os polegares ao agradecer por alguma coisa ou confirmar que entendeu o que o interlocutor está dizendo é um hábito muito comum por aqui.

8 - Empregada Doméstica que Dorme no Emprego

Quando elas dormem no emprego eles têm a impressão de que elas são uma espécie de escrava que era proibida de ter vida própria e era obrigada a servir.

9 - Demonstrações públicas de “afeto”
abraço4
De acordo com o site americano, não é incomum encontrar casais aos beijos e abraços ‘calientes’ no meio da rua, dentro do metro, no banco do parque etc...

10 - Abacate doce

abacate-134

No resto do mundo, a fruta é mais usada em pratos salgados, como salada ou guacamole. Por isso, um estrangeiro pode se espantar quando descobrir que o abacate, na verdade, fica uma delícia batido com leite ou amassado com açúcar e limão.

Via: Revista Época

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!