Ultimas

Menino de 2 anos já é o alcoólatra mais jovem do mundo!

tru56u544

Cheng Cheng, uma criança da província de Anhui, no leste da China, teve sua primeira experiência com a bebida alcoólica quando tinha apenas 10 meses de idade.

Tudo começou quando seu pai, na tentativa de fazê-lo parar de chorar, deu um par de pauzinhos com as pontas embebidas de vinho. No momento, o pequeno bebê pareceu gostar muito daquilo que lhe estava sendo dado.

Os anos se passaram e o garoto  foi ficando mais velho e começou a aumentar seu consumo de álcool. Agora, com dois anos de idade, ele é o alcoólatra mais jovem do mundo, sendo até apelidado de “pequeno beberrão”.

No início, os pais e parentes de Cheng Cheng brincaram com a sua possível afinidade com o álcool. Eles achavam engraçado e interessante o garoto beber uma garrafa inteira de cerveja sem ter “nenhum” efeito colateral, algo bastante incomum e inesperado tendo em vista que ele é apenas uma criança.

Cheng Cheng não sente quaisquer sintomas, que são comuns depois de se ingerir bebida alcoólica, nem mesmo um aumento na frequência cardíaca: ele simplesmente esvazia a garrafa e pede outra logo em seguida. "Naquela época, todos nós na família já pensávamos que ele iria beber muito quando crescesse”, disse a tia, Cai Teng.

Entretanto, agora que a história de Cheng Cheng atingiu níveis públicos, a família tem sido severamente criticada por ter e continuar incentivado esse tipo de comportamento. As pessoas têm se mostrado indignadas, enquanto os médicos estão dando um ultimato aos pais para darem um fim imediato ao hábito de beber de seu filho. Vários pediatras alertaram, afirmando que as crianças dessa idade não possuem órgãos plenamente desenvolvidos e até mesmo algumas gotas de álcool poderiam causar danos graves a sua saúde.

O problema vem agora: os pais estão enfrentando um verdadeiro pesadelo para separar Cheng Cheng de sua bebida. Sempre que ele vê uma garrafa de bebida, ele pede um pouco e, quando seu desejo é negado, ele chora e faz escândalos insuportáveis. A família tentou esconder todas as bebidas da casa, mas mesmo assim, quando ele vê alguém bebendo, o ‘chilique’ começa e parece não ter mais fim.

Os serviços sociais estão debatendo se Cheng Cheng precisa ser afastado dos cuidados dos pais e ser colocado em um lar adotivo. Porém, agora, com toda atenção da mídia, a família está finalmente levando o assunto a sério. A mãe está bastante assustada com as consequências legais que essa atitude pode acarretar e, juntamente com o marido, estão fazendo o possível para fazer a criança beber leite e suco normalmente outra vez.

O caso de Cheng Cheng é, provavelmente, único: quem já ouviu falar de uma criança ser capaz de suportar tanto álcool? Essa questão do vício incentivado aos pequenos é algo sério, como o caso de alguns anos atrás, de um menino indonésio de dois anos de idade, que era viciado em fumar.

Via: Jornal Ciência

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!