Ultimas

Novas descobertas sobre a Peste Negra mudam a história da ciência

566216_14291225055711150415152825

No colégio você certamente aprendeu o que foi a Peste Negra. Também conhecida como Peste Bubônica, devastou praticamente a Europa inteira entre 1346 e 1353 (quase 50% da população morreu por causa dela!).

Nas aulas de história você ouviu que a Peste Bubônica era uma infecção bacteriana transmitida pela pulga dos ratos. Os principais sintomas da Peste Negra eram febres altas, calafrios, dores no corpo (principalmente na cabeça), fraqueza e convulsões.

O que você definitivamente não sabe é que toda essa crença de que os ratos que transmitiram a doença está errada!

Essa conclusão se deu lá na Noruega, com um grupo de cientistas que estuda o clima e as mudanças climáticas da Europa. Com o objetivo de descobrir se existia alguma relação entre o clima e as grandes epidemias da história, esses estudiosos analisaram os anéis das árvores da região. A conclusão que eles chegaram foi que a temperatura do século XIV na Europa não era própria para a propagação de ratos.

Gerbil

Por outro lado, era ideal para um surto de nascimentos de gerbils lá na Ásia! Os roedores vinham do campo e serviam como repositório da doença. Quando a população cresceu, suas pulgas contaminaram os animais do campo, que em seguida levaram a doença para seus donos, que depois foram até a Europa pela Rota das Especiarias e espalharam a Peste Negra para todo mundo!

Quando será que as escolas vão começar a contar essa parte da história para os seus alunos?

Via: Mundo Pocket

Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!