Ultimas

Menino nasce com 12 dedos nas mãos e nos pés, deixando médicos perplexos!

Antes de seu nascimento, há sete meses, os pais de Jacob Duffy acreditavam que seu filho nasceria perfeitamente saudável. Assim que veio ao mundo, Rachael Hendry e John Duffy ficaram chocados ao descobrir seu filho tinha um dedo extra em cada um dos seus membros. Além disso, os polegares de Jacob são trifalângicos, o que significa que eles têm uma articulação extra. Os médicos disseram que não podem removê-los até que ele tenha 12 meses de idade, por conta dos riscos da anestesia.

"Nós ficamos chocados quando ele nasceu e vimos seu dedo mínimo. A princípio, apenas pensei que ele havia quebrado ele”, disse sua mãe, de 24 anos. “Minha gravidez foi completamente normal, em seu nascimento percebemos que havia algo errado em seus dedos. Eu não me importo com os dedos extras e realmente não queria que os cirurgiões precisassem tirá-los, mas as crianças são bastante cruéis e eu ficaria com medo de mandá-lo para a escola assim", completou.

Quando Jacob nasceu, após a descoberta dos dedos adicionais nas mãos e pés, tornou-se claro que ele também tinha uma série de outros defeitos congênitos, incluindo um buraco em seu coração e problemas sérios de visão. Ele também tem intolerância a lactose e dificuldade em engolir, precisando de uma alimentação específica.

Os médicos disseram que ele tem uma condição médica que é a causa subjacente de todos os problemas de saúde relatados, mas que ainda permanece sem um diagnóstico. Eles esperam que o buraco em seu coração - chamado de forame oval patente - seja fechado sozinho, naturalmente, ao longo do tempo, sem a necessidade de cirurgia. É “comum” ter o tal buraco e a maioria das pessoas com a doença nunca sabem que elas a possuem.

No entanto, os problemas nos olhos de Jacob são mais graves. Ele sofre de coloboma, nistagmo e microftalmia, bem como a catarata, tornando-o um grave deficiente visual.

Coloboma - também conhecida como ‘síndrome dos olhos de gato’ -, que afeta apenas uma em dez mil crianças, é um defeito congênito onde as partes das estruturas do olho não se formam adequadamente. Jacob é gravemente afetado por ela, com lacunas em cada estrutura do olho. A microftalmia o deixou com um globo ocular menor que o outro, enquanto o nistagmo faz com que seus olhos se contorçam, reduzindo sua capacidade de visão.

No momento, os médicos dizem que é difícil avaliar o quanto sua visão foi prejudicada, pois ele é muito jovem e não pode falar. Eles acreditam que ele só pode ver cerca de 10 centímetros a frente dele, mas um diagnóstico preciso virá apenas ao longo do tempo.

"Os médicos estão observando-o com atenção à espera de resultados de testes para ver qual é a sua condição, exatamente”, disse a mãe, que junto com seu marido, Duffy, estão arrecadando fundos para criar um quarto sensorial para Jacob. Ele precisa ter diversas luzes e fios para ajudar o garoto a se desenvolver e lidar com seus problemas de visão.

A dupla já levantou £ 1.000 (cerca de R$ 4.770) em seis semanas, sendo que parte dos rendimentos também vão para o Centro de Apoio Familiar Hawthorn, em Leeds, onde Jacob visita toda semana. Amigos e familiares se mobilizaram em conjunto para levantar o dinheiro, realizando eventos de angariação de fundos e apelo popular. 
Via: Jornal Ciência


Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!