Ultimas

Africano que fez o primeiro transplante de pênis, será pai

Homem que recebeu o primeiro transplante de pênis bem-sucedido do mundo, no final do ano passado, será pai nos próximos meses.

Os cirurgiões anunciaram, há alguns meses, que o rapaz havia tido uma recuperação completa, restaurando suas funções sexuais e reprodutivas. A evidência comprova. 
 
O sul africano que recebeu o transplante precisou amputar seu pênis, há três anos, depois de uma cirurgia de circuncisão dar errado. "Nosso objetivo era que ele se tornasse totalmente funcional em dois anos e estamos muito surpresos com sua rápida recuperação", disse André van der Merwe, que liderou a cirurgia no Hospital Tygerberg, na Cidade do Cabo.


A operação de nove horas usou o pênis de um paciente falecido. Para que a família do doador concordasse com a doação, os médicos também tiveram de moldar um novo pênis, a partir do tecido abdominal do cadáver, para que ele fosse enterrado com o membro. Os nomes, do paciente e do doador, não foram revelados para preservar a intimidade de ambos.

Os cirurgiões, em seguida, tiveram de fixar o pênis do doador no receptor, ligando os vasos que permitem que o sistema urinário e a função sexual funcionem perfeitamente. 

Na África do Sul, estima-se que cerca de 250 jovens perdem seus pênis a cada ano, como resultado de rituais mal feitos, que podem envolver circuncisão. Muitas vezes, estes procedimentos deixam os homens com fluxo sanguíneo inadequado para o seu pênis, que pode conduzir à gangrena e deterioração do tecido.

Desde o primeiro transplante bem sucedido, outras nove operações estão agendadas.



Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!