Ultimas

Catapora complica e deixa menina nesse estado!


Uma menina de quatro anos de idade quase perdeu as pernas após elas ficarem pretas, vítima de uma doença rara desencadeada por catapora. 

A pequena britânica Bo August, de Worcester, passou dois meses e meio no hospital e teve três enxertos de pele depois de contrair a doença que é, geralmente, inofensiva.

A jovem foi diagnosticada com uma doença rara conhecida como “púrpura fulminante”, que foi provocada por um surto de catapora. Os médicos disseram que os anticorpos liberados pelo seu corpo para lutar contra a doença causaram uma deficiência de uma proteína chamada 'S'. Com isso, coágulos de sangue se formaram dentro dos vasos sanguíneos da pele, resultando em necrose, ou seja, a morte dos tecidos.

Seus pais, Julia e Dan, foram orientados a se prepararem para uma possível amputação e até mesmo advertidos de que a condição representava risco de vida par a garota. Felizmente, embora Bo tenha sido obrigada a aprender a andar novamente depois de ficar em uma cadeira de rodas, sua recuperação já está completa.

O drama começou quando Bo pegou catapora em fevereiro deste ano, e começou a reclamar de dores nas pernas. Os pais dela, em seguida, notaram que ela estava tendo dificuldades para andar. Quando hematomas começaram a aparecer, ela foi levada às pressas para o hospital. Seus pais ficaram horrorizados quando acordaram no dia seguinte e descobriram enormes contusões pretas cobrindo as duas pernas e as solas dos pés da garota.

Um consultor diagnosticou a púrpura fulminante e Bo foi enviada ao Hospital das Crianças de Birmingham, na Inglaterra, onde ela foi levada para a UTI. A jovem foi submetida a três enxertos de pele. Ela teve que reaprender a andar após passar um tempo em uma cadeira de rodas e deveria usar calças de compressão durante meses, mas, incrivelmente, Bo já se recuperou completamente.

Seus pais dizem que estão completamente aliviados. "Foi, literalmente, o pior momento da minha vida. Eu perguntei ao médico se isso poderia ser fatal e ele disse que sim. Nessa altura, pensei que ela poderia enfrentar amputação, mas ela se recuperou de forma inesperada”, revelou a mãe. 
Via: Jornal Ciência
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!