Ultimas

15 atores que morreram tragicamente durante suas filmagens

Relembramos aqueles que, assim como Paul Waker em Velozes & Furiosos 7, nos deixaram antes de concluir seu último trabalho.

Paul Walker (12/09/1973 - 30/11/2013) – Velozes & Furiosos 7 (Furious 7, 2015) de James Wan
O sétimo filme da franquia milionária estrearia em 2014, mas teve a data alterada para o próximo dia 2 de abril/2015 (quinta-feira). Com pouco mais de 60% do filme produzido e restando cerca de um mês de filmagens para o fim da participação de Paul Walker, o ator morreu aos 40 anos, em um trágico acidente de carro. A saída foi convocar seus irmãos Coby e Caleb Walker – muito parecidos fisicamente com o astro – e recorrer às cenas antigas do falecido nos outros seis filmes de Velozes e Furiosos, para compor uma trucagem tecnológica. O resultado, garantem os produtores, é imperceptível em cena. 

Heath Ledger (04/04/1979~22/01/2008) – O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus (The Imaginarium of Doctor Parnassus, 2009) de Terry Gilliam
Após interpretar o Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008) – papel que lhe deu o Oscar de coadjuvante póstumo – , Ledger entrou no set de filmagem de O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus. Ledger morreu devido uma intoxicação por remédios e foi encontrado morto em seu quarto de hotel. A fantasia não havia chegado nem a metade, e a solução (criativa) foi mudar o roteiro, onde seu personagem mudava de identidade e assumia o rosto de Jude Law, Johnny Depp e Colin Farrell. Heath Ledger morreu aos 28 anos e o filme estreou em maio de 2009, no Festival de Cannes.

Oliver Reed (13/02/1938~02/05/1999) – Gladiador (Gladiator, 2000) de Ridley Scott
Faltavam apenas três dias para terminar as filmagens de Gladiador (2000), e o veterano Oliver Reed interpretava um coadjuvante. Aos 61 anos ele morreu após um dia de bebedeiras depois de um dia de filmagens, na Ilha de Malta. Ainda restavam pelo menos três cenas e o rosto do ator foi recriado no corpo de um dublê digitalmente ao custo de U$ 3 milhões de dólares. A aventura estreou em maio do ano seguinte, e depois ganharia o Oscar de melhor filme em 2001.

John Candy (31/10/1950~04/03/1994) – Dois Contra o Oeste (Wagons East!, 1994) de Peter Markle
John Candy morreu de um ataque cardíaco em seu quarto de hotel, durante as gravações da comédia de faroeste Dois Contra o Oeste (1994). O diretor Peter Markle finalizou o filme usando um dublê com o mesmo porte físico do comediante para algumas cenas externas e de apoio. O filme foi lançado em agosto do mesmo ano.

Brandon Lee morreu aos 28 anos no set de filmagem da adaptação de HQs O Corvo (1994). Uma das cenas rodadas para o filme, uma arma seria carregada, engatilhada e apontada para a câmera mas, por causa da curta distância do take, a munição carregada era de verdade, mas sem pólvora. Após a realização da cena, o assistente do armeiro limpou a arma para retirar as cápsulas, derrubando um dos projéteis no cano. A cena a ser filmada envolvia aquela arma carregada com festim e muita pólvora (para fazer barulho). Quando Brandon entrou no set, seu companheiro de cena, Funboy deveria atirar, e o projétil – que estava preso no cano – foi disparado, matando-o no ato, aos 28 anos. A cena está no corte final do filme, lançado em maio de 1994.


O holandês George Sluizer havia filmado cerca de 80% das imagens de Dark Blood quando River Phoenix morreu de ataque cardíaco causado pelo consumo de drogas, na saída de uma boate em Los Angeles, aos 23 anos. A fita estreou 19 anos após a sua morte, em um Festival de Cinema da Holanda e passou pelo Brasil na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2013. O ator havia sido contratado também para estrelar Entrevista com o Vampiro (1994), com papel herdado por Christian Slater.

Roy Kinnear (08/01/1934~20/10/1988) – A Volta dos Mosqueteiros (The Return of the Musketeers, 1989) de Richard Lester
Nas filmagens de A Volta dos Mosqueteiros, na Espanha, o ator caiu do cavalo em cena. O ator foi levado a um hospital em Madri com o diagnóstico de uma pélvis fraturada, e no dia seguinte morreu de infarto. Não se sabe até hoje se um fato tem haver com o outro. Antes de A Volta dos Mosqueteiros, Kinnear interpretou Planchet, o lacaio de D’Artagnan em Os Três Mosqueteiros (1973) e A Vingança de Milady (1974).

Claudio Cassinelli (29/09/1938~12/07/1985) – Keruak, o Exterminador de Aço (Vendetta dal futuro, 1986) de Martin Dolman
O ator italiano morreu aos 46 anos, em pleno set da ficção Keruak, o Exterminador de Aço. O fato se deu enquanto filmava uma cena de ação e o helicóptero onde estava bateu contra uma ponte, por supostamente, um erro do piloto. Contudo seu personagem foi mantido no filme, que estreou em janeiro de 86 na Itália e chegou ao Brasil direto às locadoras.

Marty Feldman (08/07/1933~02/12/1982) – O Pirata da Barba Amarela (Yellowbeard, 1983) de Mel Damski
O comediante reconhecido por seus olhos esbugalhados sofreu um ataque cardíaco enquanto filmava a comédia de aventura O Pirata da Barba Amarela. Suas cenas já estavam filmadas e ele foi creditado na normalmente fita, que estreou em junho de 1983.

Bruce Lee (27/11/1940~20/07/1973) – Operação Dragão (Enter the Dragon, 1973) de Robert Clouse.
Mestre das artes marciais, Bruce Lee morreu aos 32 anos devido um edema cerebral causado por uma reação errada de um remédio. Isso aconteceu durante as filmagens do clássico Operação Dragão (1973). Ele já havia terminado as externas, e estava na fase de dublagem de algumas cenas. A fita estreou em julho de 1973 e sua morte segue cercada de mistério.

Marilyn Monroe (01/06/1926~05/08/1962) – Something’s Got to Give (não lançado) de George Cukor
A atriz morreu aos 36 anos, em período de filmagens da comédia romântica “Something’s Got to Give”. Na época, foi declarada morte por overdose de barbitúricos e, consequentemente, o caso foi considerado suicídio, mas o caso ainda gera muitas dúvidas. O filme de George Cukor seria uma refilmagem de Minha Esposa Favorita (1940) e já possuía cerca de 40% de sua produção, mas com a morte de sua estrela nunca foi concluído, e em consequência, nunca lançado.

Tyrone Power (05/05/1914~15/11/1958) – Salomão e a Rainha de Sabá (Solomon and Sheba, 1959) de King Vidor
Ator Tyrone Power sofreu um ataque cardíaco em uma cena de esgrima de Salomão e a Rainha de Sabá, e morreu logo depois de ser carregado para a ambulância.Com poucos dias de filmagens, o diretor King Vidor decidiu substituir seu protagonista por Yul Brynner. E mesmo contendo cenas com Tyrone Power, que pode ser visto em imagens à longa distância, o ator não foi creditado na fita, que estreou em dezembro de 1959.

Bela Lugosi (20/10/1882~16/08/1956) – Plano 9 do Espaço Sideral (Plan 9 from Outer Space, 1959) de Ed Wood
Bela Lugosi morreu aos 73 anos em 1956, e o fato não ocorreu exatamente durante as filmagens, e sim três anos antes do filme Plano 9 do Espaço Sideral chegar aos cinemas. O curioso é que o diretor Ed Wood resolveu pegar cenas que já tinha dele e completar sua participação com um dublê, visivelmente maior e mais jovem que o ator – ao estilo dos filmes classe Z de Ed Wood.

Jean Harlow (03/03/1911~07/06/1937) – Saratoga (Saratoga, 1937) de Jack Conway
Faltando poucos dias para o fim das filmagens de Saratog, a musa loira morreu aos 26 anos, de insuficiência renal, após uma infecção. Os produtores decidiram cumprir as cenas de apoio com uma dublê, utilizando do subterfúgio de fazer enquadramentos mais abertos e distantes, sem detalhes. A comédia romântica estreou em julho de 1937.

Martha Mansfield (14/07/1899~30/11/1923) – Os Warrens de Virginia (The Warrens of Virginia, 1924) de Elmer Clifton
Martha Mansfield morreu aos 24 anos enquanto descansava entre as tomadas de um filme mudo que estrelava, Os Warrens de Virginia, em novembro de 1923. Ela estava sentada dentro de um carro quando alguém passou e jogou um palito de fósforo após de acender um cigarro. O fósforo ainda estava em chamas e caiu acidentalmente em cima de seu figurino, altamente inflamável e ela se transformou numa bola de fogo. Infelizmente ela morreu no hospital no dia seguinte, em decorrência de graves queimaduras. O filme foi lançado no ano seguinte.
Via: Adoro Cinema







Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!