Ultimas

Carregador de celular explode e deixa estudante com queimaduras


Katy Emslie, de 26 anos, estava usando seu laptop para recarregar a energia de seu celular, em sua casa, em Aberdeen, na Escócia, quando o carregador explodiu “como fogos de artifício” e voou pela sala, de acordo com sua declaração.

Katy conta que o carregador colidiu contra um muro, carbonizou o tapete que estava embaixo e causou um incêndio debaixo da cama. Em pânico, ela tentou apagar as chamas com as próprias mãos, deixando-as queimadas.

“Eu estava carregando a energia do celular através do meu computador, durante a noite, e fui acordada por algo que soou como fogos de artifício, em torno de 01:00 da manhã. O carregador explodiu até a parede e chamas começaram a se espalhar ao redor do meu quarto". 

"Eu estava gritando para minha mãe, que estava na sala ao lado, tentei apagar as chamas com a minha mão porque eu estava preocupada que o fogo se espalhasse e destruísse minha cama. Minha mãe veio com uma toalha e apagou as chamas, enquanto eu deixava minha mão sob a torneira de água fria”, relatou.

Katy foi levada ao hospital, onde os médicos passaram horas cuidando de suas queimaduras. Ela teve bolhas em suas mãos, que foram removidas para permitir que o líquido escorresse antes que as queimaduras fossem revestidas. “Eu tive que manter a minha mão debaixo de uma torneira de água fria durante três horas antes que estivesse boa o suficiente para ser tratada”, contou. 

O escritório executivo da operadora me ligou [a britânica EE] e disse que eles vão abrir um inquérito interno, mas a única coisa que me importa é ter o pleno uso de minhas mãos, novamente”, relatou Katy.

EE distribui carregadores gratuitos para os clientes, em suas lojas, e um porta-voz da rede de telefonia disse que este foi um incidente isolado. "Lamentamos ouvir sobre a experiência da Sra. Emslie. Todos os nossos produtos passam por rigorosos testes de segurança. Este é um incidente isolado e estamos em contato com o cliente para investigar a causa deste problema como uma questão de urgência”.
Via: Jornal Ciência 
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!