Ultimas

Experiência mostra como ter alucinações sem uso de drogas!

Giovanni Caputo, psicólogo da Universidade de Urbino, na Itália, descobriu que é possível alterar o estado de consciência de alguém apenas olhando por 10 minutos em seus olhos, de frente, em um ambiente mal iluminado. Além de deixar as pessoas em estado inconsciente, também causa alucinações.

O experimento foi feito com 20 adultos jovens, sendo 15 mulheres. Em duplas, eles se sentaram de frente, em uma sala mal iluminada, a um metro de distância. Os olhares ficaram fixos por 10 minutos. Os voluntários ainda conseguiam enxergar o rosto do parceiro, porém, com percepção geral de cores diminuída. Outro grupo de 20 voluntários fez o mesmo processo de frente para uma parede em branco. 

Eles não tinham muitas informações sobre a finalidade do estudo, apenas sabiam que teriam uma "experiência meditativa com os olhos abertos". Após os 10 minutos, os voluntários preencheram questionários relatando sua experiência durante e depois do experimento.

A intenção era descobrir os sintomas dissociativos experimentados – termo usado na psicologia para descrever uma gama de experiências psicológicas de inconsciência do entorno –, e foram questionados sobre o que viram no rosto de seu parceiro (grupo do olhar fixo) ou em próprio rosto (grupo controle). "Os participantes do grupo de olhar fixo disseram ter tido uma experiência convincente diferente de tudo que haviam sentido antes".

Caputo afirmou, para a revista Psychiatry Research, que o olhar fixo de humano para humano, por 10 minutos ininterruptos, teve um efeito profundo sobre a percepção visual e o estado mental dos participantes.

90% do grupo de olhar fixo relatou ter visto alguns traços faciais deformados, 75% disse ter visto um monstro, 50% disse que viu os aspectos de seu próprio rosto no parceiro e 15% afirmou ter visto um parente na face alheia”.

Susana Martinez-Conde e Stephen L. Macknik, da Scientific American, disseram que é provável que exista alguma relação com a adaptação neural. Os neurônios podem abrandar ou mesmo parar a sua resposta à estimulação imutável. Ao olhar para qualquer coisa, a percepção permanece até que se pisque. Ao piscar, a cena muda, é corrigida por minúsculos movimentos oculares involuntários, conhecidos como microssacádicos.
Via: Jornal Ciência


Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!