Ultimas

7 experimentos médicos mais macabros de todos os tempos

Já fizeram experimentos com vários tipos de coisas, como alumínio, com coisas simples para você fazer nas férias e até aqueles que seriam capazes de deixar qualquer pessoa com vontade de chorar.
Antes da  Medicina ser um campo avançado como é hoje, alguns médicos já fizeram experimentos em seus pacientes ou mesmo animais para chegar a uma possível cura de uma doença ou mesmo testar um antídoto para alguma enfermidade de forma bem bizarra e sem noção.
E foi a partir daí que alguns tratamentos para doenças evoluíram, enquanto que outros mostraram que não era bem por aí a se seguir.
Fazer transplante de cabeça, controlar a mente de um touro, mandar um animal para o espaço, confira a listinha que nossa redação separou para você com alguns experimentos médicos mais macabros de todos os tempos:

1 – Controle eletrônico da mente

Esse experimento foi capaz de controlar a mente de forma eletrônica. Eles testaram um dispositivo, uma espécie de transmissor de rádio com eletrôdos de fio fino implantados dentro do cérebro, que consegue parar um touro enfurecido apenas pressionando um botão.
Assim que o touro parte para atacar o homem que o provoca, o cientista pressiona outro botão no dispositivo e o touro para e começa a trotar de forma calma.

2 – Cães zumbis

Esse experimento deixava os animais em estado zumbi. Cientistas mantinham vivas cabeças de cães decepadas que balançavam as orelhas, em resposta a sons, e até lambiam a boca. Os animais eram mantidos em um sistema de circulação de sangue artificial.

3 – Morcegos como bomba

8596663591_40ef1374df_k
Lytle S.Adams criou o Projeto X-Ray, um plano que consistia em atacar o Japão com morcegos com bombas amarradas em volta do corpo. O plano foi idealizado pelos Estados Unidos como estratégia de vingança contra o Japão por conta do ataque do exército japonês à base militar de Pearl Harbor, em 1941.

4 – Transplante de cabeça de macaco

img_4002
A intenção era de simplesmente transplantar a cabeça de um macaco em um outro corpo. O experimento foi feito por Robert White. Apesar de parecer loucura, o experimento sobreviveu a apenas 36 horas de vida.

5 – William Beaumont e o experimento com o estômago

3-beaumont-st-martin
William Beaumont ficou conhecido por cuidar de Alexis St. Martin, que levou um tiro de mosquete na barriga. Ele analisou, durante 17 dias, como eram os alimentos ingeridos que saíam pelo buraco causado pelo ferimento. Ele chegava a colocar alimentos diretamente na fístula e observava como acontecia a digestão lá dentro.

6 – Experimento do vômito

2
Esse experimento foi feito pelo Dr. Stubbins Ffirth, no século XIX, que queria provar que a febre amarela não era contagiosa. Para provar que estava certo, ele decidiu fazer pequenos cortes no braço e derramar vômito com sangue das pessoas com febre amarela. Ele acabou não ficando doente.

7 – O primeiro cosmonauta russo

4f-laika
A Rússia colocou o seu primeiro cosmonauta no espaço em 3 de Novembro de 1957. A conquista foi elogiada em todo o mundo como sendo uma vitória para a União Soviética. Só que a missão foi considerada suicida porque eles mandaram um pequeno cão chamado Laika. Assim que ela chegou ao espaço, a cadela morreu por conta do superaquecimento, após horas do lançamento.
Via: madsciencemuseum / galileu / Youtube
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!