Ultimas

Métodos utilizados antigamente para cura de doenças

Para muita gente, a medicina atual ainda está bem aquém daquilo que se espera, no entanto, o fato é que muitos de nossos ancestrais possivelmente ficariam aliviados ao ver a maneira como certos problemas de saúde são resolvidos na atualidade.

Isso porque no passado, muitos métodos usados segundo a medicina popular, eram um tanto quanto inusitados ou até mesmo, bizarros. Para comprovar isso, apresentamos a seguir alguns dos casos mais estranhos dos quais se tem notícias. Veja!

Métodos que foram usados em tratamentos no passado:

Enzima de javali no reto

Enzima de javali no reto
Até onde se sabe, na era medieval existia um instrumento bastante inusitado que era utilizado para injetar fluido medicinal no reto do paciente, o objetivo era regular o fluxo do intestino.

O item que era conhecido como “clyster”, era um tubo de metal grande que possuía um recipiente no final. Curiosamente, no entanto, ele era feito com bile de javali.

Anti séptico de urina

Anti séptico de urina
Na antiguidade, os soldados em guerra eram orientados por seus superiores a lavar os ferimentos com urina. Mas não é só isso, em 1666, o médico George Thomson recomendou o uso da urina para tratar uma praga que havia na Europa.

Isso acontecia porque nessa época a água não era muito pura com isso a urina era o melhor que eles poderiam usar para fazer assepsia de ferimentos. Inusitado, não?

Agulha no olho

Agulha no olho
Na idade média, para se tratar a catarata o médico usava uma agulha para empurrar a córnea para o fundo do olho. Mas quando a medicina islâmica passou a influenciar a medicina europeia eles passaram a usar as seringas hipodérmicas para fazer a sucção da catarata.

Ferro quente em tratamento de hemorroida

Ferro quente em tratamento de hemorroida
São Fiacre foi um homem que ficou conhecido como patrono das hemorroidas após ser curado do problema com um tipo de tratamento milagroso: ferro em brasa. Por conta disso na idade média as hemorroidas eram conhecidas como doença de São Fiacre.

Anestesia

Anestesia
É chocante, mas a anestesia geral só existe há 150 anos. Antigamente o único recurso anestésico que as pessoas conheciam era o das ervas grosseiras misturadas com vinho ou ao dwale, que na maioria das vezes eram misturados com cicuta e ópio, que. O detalhe é que essa mistura, quando feita da forma errada, poderia matar o paciente.

Trepanação

Trepanação
A trepanação era usada em tratamentos para aliviar a pressão e tratar doenças do interior da cabeça. A trepanação consistia em fazer um pequeno buraco no crânio a fim de expor a membrana externa do cérebro.

Em 2000, essa técnica ainda foi usada nos Estados Unidos por dois homens para ajudar uma mulher que sofria com síndrome da fadiga crônica e depressão. Que coisa!

Medicina astrológica

Medicina astrológica
Nesse tipo de medicina, os médicos da época seguiam orientação de calendários especiais, que foram desenvolvidos por estudos sobre a movimentação dos astros. Estima-se que lá pelo século XV1, os médicos da Europa eram obrigados a consultar o horóscopo do paciente antes de realizar qualquer tipo de intervenção médica.

Sangria

Sangria
E por fim, temos aqui a sangria, que já teria sido usada no passado como tratamento para quase todos os males. Independente do tipo de doença o primeiro tratamento era retirar uma parte do sangue venoso do corpo.

Na idade média os médicos acreditavam que quase todas as doenças eram causadas por excesso de sangue no corpo. O mais curioso, é que um dos métodos utilizados antigamente para a retirada do sangue contava com a ajuda de sanguessugas.
Via: Clickgratis
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!