Ultimas

7 Sinais de que você tem Transtorno Borderline

Para começo de conversar você deve estar se perguntando do que se trata esse Transtorno de Personalidade Boderline, certo? Caso você não esteja familiarizado com o termo, também conhecido como Transtorno de Personalidade Limítrofe, é uma doença psicológica que provoca grandes oscilações de humor, além do medo de ser abandonado por quem ama (família e amigos) e comportamentos compulsivos, como por exemplo comer sempre de maneira exagerada ou gastar dinheiro descontroladamente.

Geralmente, essas pessoas possuem momentos, que podemos chamar de: lúcidos e momentos psicóticos, nos quais apresentam os comportamentos descontrolados. Os sintomas tendem a começar a aparecer na adolescência, sendo mais aparentes no início da vida adulta. Muitas vezes, esse transtorno de personalidade é confundido com esquizofrenia ou bipolaridade. O que difere, muitas vezes, é a duração e intensidade das emoções. Por isso, é necessário, o quanto antes, o acompanhamento de um profissional.

De acordo com a psiquiatria, é a personalidade das pessoas que vivem constantemente no limite de suas emoções e não sabem lidar com elas. Em uma entrevista ao site O Globo, os especialistas utilizam como exemplo a personagem Carminha, da novela Avenida Brasil.

De acordo com o site Psiconlinews, acredita-se que esse transtorno atinja entre 1% e 6% da população mundial, sendo mais comum em mulheres. Um dos principais sintomas do TPB (Transtorno de Personalidade Borderline) é um extenso histórico de instabilidade nas relações pessoais.

É muito importante apontarmos que apenas um profissional especializado na área pode realizar o correto diagnóstico. Os itens que citaremos abaixo se tratam de possibilidades, e, caso você se enquadre, o aconselhável é buscar ajuda. Além disso, lembramos que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de informar e entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou se  identificarem. Sendo assim, selecionamos uma lista com 7 sinais de que você tem Transtorno de Personalidade Borderline.

1 – Medos

O constante e intenso medo do abandono, ficar sozinho causa aflição. Mesmo que essa seja uma possibilidade real ou apenas imaginária.

2 – Riscos

Você assume riscos sem pensar nas consequências, principalmente quando os resultados são contra você mesmo. Por exemplo, acidentes de carro, sexo sem proteção, abuso de substâncias (químicas ou não).

3 – Suicídio

Seja tentativas de automutilação ou “apenas” pensamentos suicidas. As pessoas com esse transtorno, geralmente, não estão tentando se matar quando se automutilam. Na verdade, o fazem na tentativa de expressar sentimentos de raiva, por ela mesma, ou, por vezes, tentando fazer com que se sintam “normais”.

4 – Instabilidade

Tendem a se sentirem diferentes nos/dos mais variados ambientes nos quais se encontram e com as pessoas que a rodeiam. Quando perguntadas, costumam se autodescrever como pessoas vazias, perdidas.

5 – Paranoia

Possuem pensamentos paranoicos, acreditam em coisas que não são verdades e se sentem ameaçadas, perseguidas pelos outros.

6 – Raiva

Por mais trivial (bobo) que seja o assunto, os mais diversos, e a resposta acaba acontecendo fisicamente.

7 – Emoções

As emoções são completamente instáveis, como uma verdadeira montanha-russa. O sentimento de ansiedade é tão intenso, chegando ao ponto de poder se transformar em depressão intensa. Essas situações podem demorar horas e, até, dias.

O tratamento para esse transtorno é feito através da regulação das emoções. Algumas vezes são indicados o uso de antidepressivos, na tentativa de manter as funções normais e amenizar sintomas. Essa recomendação é feita porque, muitas vezes, os pacientes são pessoas deprimidas ou que sofrem de problemas mentais, como por exemplo, estresse pós-traumático. Boa parte das pessoas podem se recuperar desse transtorno ao adotar corretamente o tratamento.

Então pessoal, vocês já conheciam o TPB? O que acharam desses sintomas? Conhecem alguém assim? É importante reforçarmos que apenas um profissional especializado pode fazer o diagnóstico da doença. Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!
Via: Tua Saúde / O Globo / Psiconlinews
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!