Ultimas

fatos que a ciência não sabe ainda explicar

A ciência já nos ajudou a resolver vários problemas, fazer grandes descobertas e avançar tecnologias. É por isso que é bastante surpreendente que haja um monte de perguntas aparentemente simples ainda sem resposta. Como:

Por que os seios são sexualmente excitantes?

As mulheres são as únicas fêmeas que possuem seios permanentes aumentados. Já foi claramente estabelecido que os seios femininos sinalizam receptividade sexual, mas os cientistas não sabem por que isso é exclusivo a seres humanos, uma vez que outras espécies não ficam excitadas com seios.

Por que gatos ronronam?

Gatos ronronam quando se sentem contentes, famintos ou assustados. Também podem fazer o som quando estão machucados ou querem se comunicar. Existem várias teorias para explicar o ronronar, mas ninguém sabe ao certo por que os gatos fazem isso.

Por que a maioria das espécies se reproduz sexualmente?

O senso comum dita que a reprodução assexuada (sem a necessidade de um parceiro) é mais eficaz e menos arriscada. No entanto, são raras as espécies que a fazem.Qual a vantagem do sexo em relação a outros métodos de reprodução é algo sobre o qual os cientistas ainda não estão certos.

Por que as mulheres menstruam?

Humanos são um dos poucos mamíferos que possuem um ciclo menstrual. Os pesquisadores não têm certeza de por que evoluímos a menstruação. Para remover toxinas do corpo? Nos defender de patógenos em espermatozoides? Para conservar energia, mas manter o revestimento uterino? Ou seria um mecanismo evolutivo para proteger a mãe de fetos agressivos ou embriões ruins? Ninguém sabe.

Por que soluçamos?

O soluço parece não ter nenhuma função além de ser irritante. Os cientistas não podem explicá-lo, mas existem algumas teorias, como a de que soluços são um resquício evolucionário no nosso código genético passado por ancestrais anfíbios.

Por que coramos?

Todo mundo que já passou por um momento vergonhoso sabe o que é ficar com as bochechas vermelhas. Mas por que isso acontece? Não sabemos. Uma hipótese popular criada pelo psicólogo Ray Crozier é que corar nos força a ser mais educados e polidos. É uma forma não verbal e universal de se desculpar por uma gafe social.

Por que temos pelos púbicos?

Nos outros grandes símios, o pelo na região íntima é menos volumoso e mais fino. Nos humanos, ocorre o contrário – temos mais pelos lá do que no resto do corpo. Por quê? Ideias para explicar isso incluem que sinaliza maturidade sexual; aumenta o cheiro de feromônios e protege nossos órgãos sexuais de infecções.

Por que beijamos?

90% da humanidade gosta de beijar. Por quê? Pode ser um hábito herdado de ancestrais que comiam da boca de suas mães, ou pode ser uma forma de ficarmos mais próximos de um parceiro em potencial para detectar se ele é adequado para gerar uma prole saudável.

Por que choramos?

Enquanto outros animais choram para expressar dor, somente humanos choram para expressar uma gama maior de emoções, de alegria a tristeza. Essas lágrimas emocionais podem ser uma forma de mostrar aos outros como nos sentimentos e gerar empatia ou “amortecer” a agressão. O choro pode fazer com que nos sintamos melhor, mas, tirando isso, cientistas não sabem qual a sua função exata.

Por que algumas pessoas espirram quando olham para o sol?

O fenômeno é chamado de espirro fótico. Cientistas pensam que esse reflexo é genético, mas não sabem explicá-lo. Uma vez que o espirro é resultado de irritação nasal, a irritação ocular não deveria causá-lo. Como olhos e nariz são conectados, pode ser que o espirro fótico venha daí.

Por que tomates têm mais genes que seres humanos?

Por que os tomates são tão complexos geneticamente? Hipóteses sugerem que pode ter algo a ver com a sobrevivência da fruta, ou pode ser um monte de DNA lixo.

Por que temos cavidades no rosto?

O crânio humano é cheio de cavidades, como o seio frontal e maxilar. Uma teoria para explicar isso é que eles diminuem o peso da cabeça, enquanto ainda podem protegê-la de traumas. Outras hipóteses incluem regulação da temperatura e proteção contra vírus.

Por que às vezes somos acordados por espasmos musculares?

Você já deve ter passado por isso: durante o sono, uma contração muscular o acorda de repente. A sensação é de que você estava caindo. Existe uma ideia de que o fenômeno pode ser um reflexo mal interpretado de relaxamento muscular, mas nada foi provado.

DNA “lixo” serve para quê?

Uma boa parte do nosso DNA – até 98% – é chamada de “lixo” por que parece não ter nenhuma função. Isso é algo que intriga muito os cientistas.

O que é o efeito “nocebo”?

O efeito placeob você deve conhecer – quando uma pessoa pensa que está tomando ou fazendo algo para melhorar sua saúde, e de fato melhora. O nocebo é o contrário: quando um pensamento negativo afeta de fato sua saúde, de uma forma ruim. Ele é real, mas ninguém pode explicá-lo. Hipóteses incluem condicionamento pavloviano ou reações a expectativas induzidas por sugestões verbais.

Por que os sabores são diferentes para as pessoas?

Nossos gostos para comida são muito diferentes. Por quê? Os fatores que podem explicar isso incluem genética (predisposição a gostar de certos alimentos), fundo cultural (exposição repetida a certos alimentos), experiência (predisposição a gostar de alimentos que a mãe comia quando estava grávida) e textura (algumas pessoas não levam tanto em conta o gosto, mas não suportam a textura de certos alimentos).

Por que temos queixos?

Neandertais não tinham queixos. Grandes símios não têm queixos. Nós temos. Por quê? Uma teoria é que eles evoluíram junto com a fala. Também podem ter surgido para suportar maxilares menores na hora de mastigar. Ou podem ser uma mutação aleatória.

Por que algumas pessoas são canhotas?

Apenas cerca de 10% da população é canhota. Será que foi uma mutação que surgiu para dar uma vantagem na hora de brigar? Ou foi desenvolvida para ajudar destros em tarefas colaborativas?

Por que temos alergias?

Alergias são reações negativas a coisas que na verdade não fazem mal, como pólen ou amendoim. Por que o sistema imunológico de algumas pessoas tem esse bug (ou por que ele é passado hereditariamente às vezes) é um mistério.

Por que as pessoas têm orientações sexuais diferentes?

A ciência sabe que as atrações heterossexual, homossexual ebissexual são todas reais. Pensa-se que a sexualidade é em grande parte biológica, mas não sabemos explicar como ela é determinada e por quê. O estudo nessa área é complicado, porque incluiria questionar crianças, o que pode ser moral ou eticamente inadequado. Para não mencionar nossos vieses culturais em relação ao assunto – mesmo pesquisadores podem ter preconceitos inconscientes que atrapalhariam conclusões objetivas.
Fonte: Cracked
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!