Ultimas

7 sinais de que você pode ter a síndrome de Raynaud

Você sabia que existe uma síndrome que faz as pessoas acreditarem que estão mortas? A Síndrome de Raynaud é uma doença que ataca mãos e pés deixando essas partes do corpo quase sem cor ou extremamente arroxeados. Em alguns momentos ela causa formigamento, enquanto que em outros ela pode diminuir bastante a sua sensibilidade.

De acordo com o reumatologista Percival Degrava Sampaio Barros, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em entrevista ao jornal O Globo, “acredita-se que a origem do problema esteja relacionada a erros no mecanismo termorregulatório dos vasos sanguíneos da pele. 

Normalmente, eles se contraem em resposta ao frio e se dilatam devido ao calor. No caso do fenômeno de Raynaud, receptores nervosos hiperativos ou em quantidade aumentada levam a uma vasoconstrição exagerada quando as temperaturas estão baixas.”

Conviver com a Raynaud é algo complicado e exige um certo tempo para entender a doença e se adaptar aos seus sintomas frequentes. Confira a listinha que separamos para você com algumas coisas que só as pessoas com Síndrome de Raynaud vão entender:

1 – Odeiam o frio

O frio é um estado da natureza que as pessoas com síndrome de Raynaud temem bastante. Isso acontece porque ele desencadeia os efeitos da síndrome por causar hipersensibilidade do organismo ao frio.

2 –  Evitam o ar condicionado a todo custo

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, “a raiz do problema é a queda ou a mudança brusca de temperatura. Por isso os sintomas podem surgir também no verão, se a pessoa ficar em um local com ar-condicionado muito forte ou eu sofrer um choque térmico ao sair do banho, por exemplo.”

3 – Estão sempre com partes brancas na extremidade do corpo

De acordo com o portal G1, a síndrome de Raynaud é um fenômeno em que as “extremidades do corpo(neste caso, as mãos) sofrem vasoconstrição e ficam brancas por falta de sangue.”

4 – As unhas roxas

Quem convive com essa doença sabe o que é ter as unhas roxas. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, “a constrição de pequenos vasos desencadeia alterações na cor da pele nas extremidades do corpo.”

5 – O alívio quando chega a menopausa

Para mulheres, a doença dá uma aliviada em seus sintomas. Segundo o jornal Folha de São Paulo, “a incidência é maior entre mulheres magras, longilíneas, fumantes e em idade reprodutiva — os sintomas tendem a desaparecer com a chegada da menopausa.”

6 – Qualquer alteração de estado emocional te afeta bastante

De acordo com o professor de imunologia pediátrica e membro da Sociedade Europeia de Reumatologia Pediátrica e médico sueco Anders Fasth, “é possível que os sintomas tenham relação com os aspectos emocionais. A tensão muscular induz à vasoconstrição, o que poderia explicar a lentidão no processo de recuperação do calor.

7 – A dor forte que as feridas causam

De acordo com o jornal O Globo, “o fenômeno de Raynaud pode ser grave. Quando a vasoconstrição é muito grande, a falta de sangue nas extremidades pode ocasionar o aparecimento de feridas ulceradas, que são muito dolorosas.”

Você tem ou conhece alguém que tenha a síndrome de Raynaud? Mande seu comentário para gente!
Via: G1 / O Globo / Folha de São Paulo / Express.co
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!