Ultimas

Gente que tem cachorro sofre menos com a depressão

A maioria dos proprietários de animais de estimação sabe como eles trazem alegria, mas muitos ainda desconhecem os benefícios físicos e mentais que acompanham o prazer de brincar ou se aconchegar com um bichinho de estimação, seja gato, cachorro ou até mesmo um passarinho.


Recentemente diversos estudos começaram a revelar cientificamente os benefícios do vínculo humano-animal. Por exemplo, a Associação Americana de Saúde do Coração recentemente ligou o convívio com animais de estimação, especialmente cães, com o risco reduzido de doenças cardíacas e maior longevidade.
Estudos também descobriram que:

– Donos de cães são menos propensos a sofrer de depressão do que aqueles sem animais de estimação.
– Pessoas com cães têm menor pressão arterial em situações estressantes do que aquelas sem animais de estimação. Um estudo descobriu que, mesmo quando as pessoas com hipertensão leve adotaram cães de um abrigo, a pressão arterial diminuiu significativamente em apenas cinco meses.
– Brincar com um cão ou gato pode elevar os níveis de serotonina e dopamina, o que acalma e relaxa.
– Donos de animais têm menores níveis de triglicérides e colesterol (indicadores de doença cardíaca) do que aqueles sem animais de estimação.
– Pacientes donos de cães que sofreram um ataque cardíaco sobrevivem por mais tempo do que aqueles sem cães.
– Donos de animais com mais de 65 anos fazem 30 % menos visitas a seus médicos do que aqueles sem animais de estimação.
A companhia de um animal de estimação também pode aliviar a solidão, e a maioria dos cães são um grande estímulo para o exercício saudável, o que pode melhorar substancialmente o humor e aliviar a depressão.

Como os cães podem ajudá-lo a fazer mudanças de estilo de vida saudável?

Adotar mudanças de estilo de vida saudáveis desempenha um papel importante em aliviar sintomas de depressão, ansiedade, estresse e transtorno bipolar, dentre outros. Cuidar de um cão, por exemplo, pode ajudá-lo a realizar mudanças de estilo de vida e ter uma vida mais saudável das seguintes formas:
– Aumentando os níveis de exercício. Levar um cachorro para passear, caminhar, ou correr é divertido e uma maneira de encaixar o exercício diário saudável em sua programação.
– Ajudando você a conhecer novas pessoas. Os cães podem ser um ótimo meio social para os seus proprietários, ajudando a iniciar e manter novas amizades. Os proprietários de cães frequentemente param e conversar entre si sobre passeios, caminhadas, ou outras atividades que podem ser feitas com um cão. Os donos também conhecem novas pessoas em lojas de animais, clubes e aulas de treinamento.
– Reduzindo os níveis de ansiedade. A companhia de um cão oferece conforto e ajuda a aliviar a ansiedade.
– Criando estrutura e rotina para o seu dia-a-dia. Os cães necessitam de uma programação de alimentação e de exercício físico regular. Ter uma rotina consistente mantém um cão equilibrado e calmo, e isso funciona para você também.
– Proporcionando alívio de estresse através de toques sensoriais. Toque e movimento são duas maneiras saudáveis ​​para gerenciar rapidamente o stress. Acariciar um cão reduz a pressão arterial e pode ajudá-lo rapidamente se sentir mais calmo e menos estressado.
– Perdendo peso, devido ao aumento no número de minutos de exercício por dia. Por exemplo, Pessoas que caminharam com cães andaram 30 minutos a mais em uma semana em comparação com pessoas sem cães. Outro estudo mostrou que pessoas que caminharam por 20 minutos cinco dias por semana perderam uma média de 6,5 kg por ano, sem alterar as suas dietas.

Os animais e os benefícios de saúde para os idosos

Ter um cão ou outro animal também pode desempenhar um papel importante no envelhecimento saudável:
– Com a idade, as pessoas se aposentam, os filhos vão morar longe, dentre outros acontecimentos. Cuidar de um cão pode trazer prazer e ajudar a aumentar a sua moral, seu otimismo e seu senso de autoestima. 

Escolher adotar um cachorro de um abrigo, especialmente um cão mais velho, pode adicionar ao sentimento de satisfação, sabendo que você deu um lar para um animal de estimação que poderia talvez ter sido sacrificado apenas por ser idoso.

– Estar conectado. A manutenção de uma rede social nem sempre é fácil à medida que as pessoas envelhecem. Aposentadoria, doença, morte e deslocalização pode levar uma pessoa a ter poucas pessoas em seu convívio, e fazer novos amigos pode ficar mais difícil. Os cães são uma ótima maneira para os adultos mais velhos conversarem e conhecerem novas pessoas.
– Impulsionar a vitalidade. Você pode superar muitos dos desafios físicos associados com o envelhecimento ao cuidar bem de si mesmo. Cães, e, em menor grau, gatos, incentivam brincadeiras, risos e exercício, o que pode ajudar a impulsionar o sistema imunológico e aumentar a sua energia.

Animais e adultos com doença de Alzheimer ou demência

Como parte da doença, os doentes de Alzheimer podem exibir uma variedade de problemas comportamentais, muitos relacionados com uma incapacidade de lidar com o stress.

Uma Pesquisa da Universidade da Califórnia concluiu que pacientes com Alzheimer sofrem menos estresse e têm menos explosões ansiosas se houver um cão ou gato em casa.

Os cães podem fornecer uma fonte de, comunicação não-verbal positiva. A interação lúdica e toque suave de um cão dócil e bem treinado pode ajudar a aliviar um doente de Alzheimer e diminuir o comportamento agressivo.

Em muitos casos, problemas de comportamento de pacientes são uma reação à resposta estressada do cuidador primário. Animais de estimação podem ajudar a aliviar o estresse dos cuidadores.

Os animais e os benefícios de saúde para as crianças

As crianças que crescem com animais de estimação não possuem apenas menos risco de alergias e asma, mas muitas também aprender a ter responsabilidade, compaixão e empatia ao conviver com um cão ou gato.

Ao contrário de pais ou professores, os animais de estimação não são críticos e não dão ordens. Eles são sempre amorosos e sua mera presença em casa pode ajudar a proporcionar uma sensação de segurança em crianças. Tendo presente cão pode ajudar a aliviar a ansiedade de separação em crianças quando a mãe e o pai não estão ao redor.

Tendo o amor e a companhia de um animal pode fazer uma criança se sentir importante e ajudá-la a desenvolver a auto-imagem positiva.

As crianças que estão emocionalmente ligados a seus animais são mais capazes de construir relacionamentos com outras pessoas.

Estudos também têm demonstrado que os animais podem ajudar a acalmar crianças hiperativas ou excessivamente agressivas.

Brincadeiras com cães e gatos pode, até ser uma porta de entrada para a aprendizagem para uma criança, estimulando a imaginação e curiosidade de uma criança. As recompensas de treinar um cão para executar um truque novo, por exemplo, podem ensinar às crianças a importância da perseverança. Cuidar de um amigo peludo também pode oferecer um benefício para uma criança: imensa alegria.

Animais e crianças com distúrbios de aprendizagem e outros desafios

Algumas crianças com autismo ou outras dificuldades de aprendizagem são mais capazes de interagir com animais do que pessoas. As crianças autistas muitas vezes dependem de sinais não-verbais de comunicação, assim como os animais fazem: aprender a se conectar primeiro com um cão ou gato pode ajudar uma criança autista em suas interações com as pessoas.

Animais de estimação também podem ajudar as crianças com dificuldades de aprendizagem a aprender a regular o stress e acalmar-se, tornando-as melhor equipadas para superar os desafios de sua doença.Ao brincar com um animal a criança permanece alerta e atenta durante o dia, e pode reduzir também o stress e frustração causados por alguma deficiência de aprendizagem.
Fonte: Help Guide / Psiconlinews
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!