Ultimas

Os 12 animais mais interessantes no mundo da biologia

O ano já passou, mas deixou boas descobertas e memórias, especialmente no mundo animal. Confira 12 animais espetaculares que marcaram de alguma forma 2010:

1 – Saiphos equalis
Este réptil australiano, que tem a aparência semelhante à de uma serpente, foi pego em flagrante: evoluindo. Uma população dá à luz filhotes vivos, enquanto outra põe ovos. No entanto, as duas populações podem cruzar e são claramente a mesma espécie. Ao observá-los, é possível ver a evolução dos filhotes nascidos vivos, e descobrir por que alguns animais perderam o hábito de colocar ovos.

2 – Otonycteris hemprichii
Quando você a expressão “escorpiões mortais”, pode até sentir medo, mas a única coisa que o morcego do deserto pensa é janta. Sem dó, o morcego cai em cima de um e tenta morder sua cabeça. Em retaliação, o escorpião pica o morcego diretamente no rosto. A resposta do morcego? Aparentemente, ele mal percebe, vai em frente, mata o escorpião e o leva para casa para comê-lo à vontade. Mesmo se for picado pelo temível escorpião amarelo da Palestina, que em casos raros pode matar seres humanos, ele não vai se importar. Quem é o morcego mais durão do mundo?

3 – Thyreophora cynophila
Depois de dado como extinto por 160 anos, o inseto volta ao mundo redescoberto esse ano, na Espanha. É um animal noturno que se alimenta de carne podre de grandes mamíferos. Ativo apenas durante os meses de inverno, ele emite um brilho luminoso da sua grande cabeça laranja.

4 – Syringammina fragilissima
No final do verão de 1882, um navio chamado Triton cruzou os mares frios do norte da Escócia e desenterrou a primeira amostra de um novo grupo de organismos, os xenofióforos unicelulares. A espécie que eles encontraram, Syringammina fragilissima, é excepcional. A maioria dos organismos unicelulares é microscópica, mas Syringammina regularmente cresce a uma largura de 10 centímetros, às vezes o dobro, e envolve-se em uma estrutura dura que é o maior objeto feito por uma única célula.

5 – Otis tarda
A abetarda é provavelmente o animal vivo mais pesado que pode voar. Os machos geralmente pesam entre 10 e 16 kg, mas alguns podem chegar a 21 kg. Em contrapartida, as fêmeas normalmente não pesam mais de 5 kg. Esta é a maior disparidade de tamanho entre machos e fêmeas em qualquer espécie de ave, e só pode significar uma coisa: as fêmeas preferem os machos robustos.

6 – Proteus anguinus
Esse anfíbio cego com a pele translúcida oferece pistas valiosas na busca do elixir da vida: o proteus é uma salamandra pequena que passa sua vida inteira na água de cavernas, e não tem olhos ou pigmentação na pele. Eles são capazes de viver por mais de 100 anos, talvez por causa de algum processo no seu metabolismo, até então desconhecido.

7 – Cacoxenus indagator
Imagine-se emparedado no escuro, sem nenhum alimento disponível. Você tem que fugir. Mas, para sair de onde está, você tem que cavar um caminho através de uma parede de pedra com sua própria cabeça, sem nem saber se está indo na direção certa. Essa parece uma cena retirada de Jogos Mortais XXIII, mas na verdade é como essa mosca começa a sua vida adulta. A diferença é que ela sabe exatamente o que tem que fazer.

8 – Spinoloricus x (do filo Loricifera)
Essa criatura é uma das mais notáveis já descobertas: é o primeiro animal complexo que sobrevive e se reproduz totalmente sem oxigênio. Há uma abundância de organismos unicelulares que vivem felizes sem oxigênio, mas este animal é multicelular. Ele vive em sedimentos no fundo do Mar Mediterrâneo, cheios de sal e gás sulfídrico.

9 – Lysmata wurdemanni
O camarão pimenta é crustáceo colorido que tem um estilo de vida que requer muita habilidade: é um hermafrodita protândrico simultâneo. Isso significa que ele começa macho, mas às vezes se transforma em um hermafrodita, com ambos os órgãos sexuais masculino e feminino, se as opções de acasalamento estão baixas. Mudar de sexo não é fácil, então eles preferem não ter que fazer isso. Como resultado, todos sofrem o dilema do hermafrodita: em tempos duros, rezam para que alguém mude de sexo antes.

10 – Fundulus heteroclitus
Se você pensa que quando o mundo for devastado por uma guerra nuclear, os únicos sobreviventes serão as baratas, adicione o Fundulus heteroclitus nessa lista. Este peixe pode lidar com uma enorme gama de condições ambientais e sobreviver em níveis de poluição que matariam quase tudo em volta. E não é só isso: ele também foi o primeiro peixe a ser enviado para o espaço. Por ele, tudo bem.

11 – Vespa orientalis
Os seres humanos ainda estão tentando dominar a energia solar, mas essa vespa está muito à frente de nós. Com uma pequena célula solar em seu abdômen, a mangava-oriental pode gerar uma pequena tensão elétrica em sua cutícula. Entre os vários usos práticos, ela pode usar a sacudida extra de energia como um despertador, para se acordar – mesmo que estiver anestesiada.

12 – Symbion pandora
É legal descobrir uma nova espécie, mas é ainda mais legal descobrir um novo filo. Não é apenas um animal novo, mas um novo tipo de animal. Filos novos são incomuns, mas um teve de ser criado apenas para esse gênero muito peculiar que vive em comensalismo com lagostas. O animal tem o tipo de vida sexual que faz a troca de esposas parecer simples e, apesar de anos de estudo, ninguém sabe como ele evoluiu.
Fonte: New Scientist
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!