Ultimas

8 Enigmas da Natureza Que a Ciência Não Tem Resposta

O nosso planeta é capaz de produzir os mais variados eventos naturais, criaturas e efeitos visuais que muita gente não é nem mesmo capaz de imaginar. As reações químicas propícias realizadas nos lugares certos podem resultar em fenômenos completamente singulares, não percebidos em qualquer parte do mundo.

No passado, muitos fenômenos eram vistos como mensagens sobrenaturais ou sinais enviados por criaturas místicas e deuses que buscavam se comunicar com a humanidade. Ainda hoje, vários fenômenos não são compreendidos, ou têm sua tradição do passado respeitada, sendo admirados por pessoas de todo o mundo.

Nesta lista, estão alguns dos fenômenos naturais mais curiosos que encontramos, surpreendendo até mesmo quem os conhece de perto e cientistas que não são capazes de desvendar a explicação pro trás de todos eles.

1 – Fogo de São Telmo

Conhecido também por fogo de Santo Elmo, o fogo de São Telmo é o nome dado a chamas fantasmagóricas que aparecem no topo de torres e mastros, geralmente durante tempestades. Europeus da Idade Média acreditavam que essas luzes dançantes eram um presente do santo patrono dos marinheiros. De acordo com a lenda São Telmo enviava avisos e mensagens aos navegadores por meio das luzes misteriosas nos barcos. Apesar de ser chamado de fogo, o fenômeno apresenta uma espécie de plasma gerado pela diferença de potencial atmosférica durante tempestades.

2 – Monte Erebus

O Monte Erebus é um estrato vulcão – vulcão em forma de cone formado de magma – considerado o mais alto e mais ativo da Antártida. Localizado na parte oeste da Ilha Ross, no continente gelado, é o vulcão mais ao sul registrado em todo o globo, famoso por seu lago de lava ainda ativo. O vulcão é coberto de neve e canais de gelo feitos de vapor congelado que são liberados pelo vulcão.

3 – Pilares de luz

Este incrível fenômeno visual acontece quando a luz do Sol, da Lua ou das cidades reflete em pequenas partículas de gelo no ar. Os pilares de luz são formados pela luz e sua reação com os pequenos cristais que estão mais próximos ao chão. Quando a fonte de luz também está próxima do solo, os pilares aparecem acima dos cristais flutuantes. Já quando a iluminação vem de cima, no caso do Sol ou da Lua, por exemplo, os pilares podem aparecer abaixo deles também, já que os cristais causam a refração da luz.s.

4 – Floresta dançante

Existe uma singular floresta da Rússia onde as árvores são estranhamente curvadas, e os cientistas ainda não conseguiram chegar a uma conclusão sobre a explicação desse fenômeno. Alguns defendem que as árvores assumem a forma por conta da presença de parasitas, enquanto outros acreditam que as curvas são causadas por fortes correntes de vento da região. Num viés menos científico, habitantes mais velhos da região defendem que a forma das árvores é indício de que o local esteja mal-assombrado.

5 – Sprites

Os sprites são fenômenos que ocorrem durante tempestades e apresentam luzes azuladas ou avermelhadas nos céus que povos do passado já acreditaram se tratar de naves alienígenas. Somente depois que as luzes foram captadas por câmeras, em 1989, foi possível provar que o fenômeno era parecido com os raios. Os sprites são produzidos por campos elétricos quase-eletrostáticos que são gerados por alguns relâmpagos que saem das nuvens para o chão.

6 – Maré vermelha

As marés vermelhas são causadas por grandes quantidades de pequenas algas vermelhas que se aproximam da superfície da água. Elas podem ser consideradas perigosas para moradores das proximidades do mar, porque o nível de oxigênio da água é reduzido, enquanto outros componentes, como a amônia, são elevados. Alguns cientistas conseguiram relacionar as marés vermelhas com a primeira praga do Egito, quando as águas do Rio Nilo se transformaram em sangue, matando os peixes.

7 – Espectro de Brocken

Se você por um acaso estiver fazendo uma aventura nas montanhas e decidir olhar para longe do Sol, poderá ser surpreendido por uma sombra de um gigante rodeado por uma auréola luminosa. Isso acontece porque a sombra da própria pessoa é projetada na névoa das montanhas. Pequenas gotículas ajudam a alterar a luz, que acaba provocando a iluminação ao redor da sobra. O fenômeno recebe esse nome por conta de sua frequência em Brocken, uma montanha na Alemanha.

8 – Bolas de fogo de Naga

No Rio Mekong, na Tailândia, é comum que bolas de fogo saltem de 9 a 15 metros sobre a água, antes de desaparecerem. Normalmente, as chamas aparecem no mês de outubro e existe até mesmo um festival inteiramente dedicado ao fenômeno. De acordo com cientistas, o fogo é resultado de gases inflamáveis que sobem dos rios. Moradores locais alimentam a crença de que as bolas de fogo são enviadas por Naga, uma entidade meio-homem, meio-cobra que vive dentro do rio.

Gostou desses fenômenos? Infelizmente não é pra qualquer um em qualquer lugar se deparar com cada um deles, mas já deu pra ter um gostinho. Qual mais te deixou impressionado? Conte pra gente em nossa seção de comentários.
Fonte: Bright Side / Fatos Desconhecidos
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!