Ultimas

Alguns sinais de pele que pode ser câncer

O câncer de pele não melanoma é o tumor maligno mais frequente no Brasil. A doença tem um alto índice de cura se for detectada cedo. Entretanto, muitas pessoas demoram para procurar tratamento médico porque não percebem que os sinais podem indicar algo mais sério, pois as manifestações do câncer de pele podem parecer pintas comuns, eczemas ou outras lesões que não oferecem risco à saúde. Por isso, é importante saber mais sobre a doença.

O câncer de pele é mais comum em pessoas com mais de 40 anos e de pele clara, e também nas que já tiveram doenças de pele. A melhor forma de prevenção é usar protetor solar e evitar o excesso de exposição ao sol. E conhecer os sintomas faz toda a diferença na hora de identificar qualquer irregularidade. Portanto fique atento a:
  • Uma lesão na pele de aparência elevada e brilhante, que sangra facilmente e pode ser avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida.
  • Pintas pretas ou castanhas que são irregulares e mudam de cor, tamanho e textura.
  • Uma mancha ou ferida que demora mais de um mês para cicatrizar e que continua a crescer. Elas coçam, ardem, descamam ou sangram.
Se você notar qualquer sinal suspeito na sua pele, procure o mais rápido possível um dermatologista. Só o médico pode fazer o diagnóstico e indicar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Como se prevenir do câncer de pele
Os raios ultravioletas são um grande fator de risco para todos os tipos de câncer de pele. Por isso, é importante que você adote algumas medidas simples para se proteger:
  • Evite tomar sol das 10 às 16h;
  • Use chapéus, camisetas e roupas claras, pois elas refletem os raios solares;
  • Use filtro solar diariamente, mesmo em dias nublados, e reaplique a cada duas horas e depois de se banhar;
  • Use barracas na praia ou na piscina que sejam feitas de algodão, pois o nylon deixa passar a maior parte dos raios solares;
  • Proteja do sol bebês e crianças, sendo que os primeiros podem usar filtro solar a partir dos seis meses de idade;
  • Vá ao dermatologista uma vez por ano ao menos;
  • Sempre observe a própria pele e das crianças para ver se há pintas ou manchas suspeitas. Na dúvida, procure o médico.
Fonte: GNDI
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!