Ultimas

Veja o Que Acontece Quando Você Não Troca os Lençóis Por Uma Semana

A cama é praticamente um “santuário” acolhedor onde passamos boa parte dos nossos dias – basicamente 49 horas por semana se você costuma dormir sete horas por noite. Logo, ela deveria ser um lugar limpo e não prejudicial à saúde. Mas, embora a maioria das pessoas aprecie ela limpa e bem-feita, lavar as roupas de cama regularmente pode ser uma tarefa muito árdua. No entanto, ao não fazer isso, você corre risco de enfrentar a presença de vírus e infecções graves, conforme apontou Dr.ª Lisa Ackerley, Doutora em Higiene e Especialista da marca Dettol, em um artigo para o jornal Daily Mail.

Pense em todas as coisas que você faz na cama”, disse. “Além de ser um lugar onde dormimos, ela pode chegar a servir como um escritório em casa, sala de jantar e até mesmo cama para cães e gatos”. Logo, dependendo de como e quanto a sua cama é usada, bem como se você se deita limpo, ela pode ficar muito suja e propensa a causa danos ao corpo. Abaixo, a especialista compartilhou alguns riscos em não higienizar a cama corretamente.

1 – Germes, bactérias, leveduras fungos e vírus 
Nosso corpo já é uma fonte natural de diversos tipos de bactérias, fungos e vírus, sendo que a maioria deles vive em nós sem causar qualquer dano. No entanto, a cama é um ótimo lugar para eles se proliferarem, especialmente quando consideramos toda a umidade que se acumula nela enquanto dormimos – saliva, fluidos corporais, material fecal e células mortas da pele.

Uma bactéria em especial, a Staphylococcus aureus, comumente encontrada na pele ou nariz de uma pessoa saudável, pode causar condições mais graves quando entra no corpo, incluindo infecções no trato urinário, pneumonia e sepse. Logo, ao não lavar a roupa de cama com regularidade, elas se acumularão no tecido e poderão causar infecções, especialmente se você estiver com alguma ferida aberta no corpo.

2 – Pé de atleta
Altamente contagioso, o pé de atleta também pode ser transmitido por meio da cama. Se você estiver tratando esse tipo de condição, certifique-se de não deixar meias ou sapatos sobre a cama e atente-se ao fato de trocar os lençóis, tapetes e toalhas de banho com maior frequência.

Ao lavar a roupa de cama em uma temperatura elevada, você poderá matar os fungos. Ao contrário disso, se a lavagem for feita em temperatura mais baixa, os fungos poderão ser espalhados. Outra infecção fúngica bem conhecida é a Candida albicans, no entanto, ela também pode ser evitada através da lavagem completa e regular dos lençóis.

3 – Vírus

Se você está gripado ou resfriado, certifique-se de aumentar ainda mais o regime de troca de lençóis, para que a condição não seja transmitida para seu parceiro. Uma vem que o vírus se espalha por meio de fluidos, os tecidos da cama podem ser uma boa forma de condução.

4 – Ácaros

Os ácaros da poeira (Dermatophagoides) são organismos microscópicos que se alimentam de pele morta. Embora não carreguem doenças, podem causar alergias em algumas pessoas.

Estima-se que os seres humanos despejem cerca de 10 gramas de pele morta por dia, fornecendo aos ácaros um verdadeiro banquete. Quando eles defecam, uma enzima é liberada, provocando alergias que conduzem a condições como asma, rinite, coceira na pele e corrimento nasal. Estes seriam então sintomas subjacentes à sinusite e problemas de ouvido. Ainda, acredita-se que cerca de 10% do peso de um travesseiro com dois anos de uso seja composto por ácaros de poeira e seus excrementos.

O que você precisa fazer para ter uma cama “saudável”?
De acordo com a especialista, primeiramente você se livrar da poeira do quarto, e isso inclui a cama e todos os móveis. Se possível, lave os travesseiros com regularidade e use capas protetoras (também no colchão). Experimente também lavar as roupas de cama em temperaturas acima de 60° C (exceto tecidos delicados), e 90° C para algodão branco. Tenha em mente que as bactérias crescem melhor em um ambiente em temperatura corporal (30-40° C).

Lave as roupas de cama pelo menos uma vez por semana, ou a cada duas. Certifique-se de ir para a cama somente após tomar banho, sempre que possível, ou então lave as mãos antes de dormir. Se você tiver cães ou gatos que durmam no mesmo espaço, use cobertores separados e os lave toda semana. Ainda, para o caso de doenças, intensifique a limpeza do quarto e lave os lençóis com maior frequência. Assista esse vídeo para ter uma ideia do fato:


Fonte: Daily Mail / Jornal Ciência
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!