Ultimas

Cálculo Renal: 7 Sintomas Que Indicam que Você Possa Ter

O cálculo renal, conhecido popularmente como pedra nos rins, incide mais em homens que mulheres, mas ninguém está livre de tê-lo, nem mesmo crianças. Veja os sintomas, como prevenir e tratar.

  • Conhecido por sua dor intensa, o cálculo renal afeta por volta de 10% da população, em sua maioria do sexo masculino. Temível por todos, alguns cuidados podem amenizar os processos dolorosos e até diminuir a incidência das pedras nos rins.

    Formadas preferencialmente pelo aglutinamento de cálcio, oxalatos e ácido úrico, essas pedras podem ficar presas no canal urinário causando dor, inflamação e infecção. Predisposição genética, idade, hábitos alimentares e outras doenças tornam algumas pessoas mais suscetíveis a este problema.
  • Sintomas

    • Dores intensas nas costas que podem envolver toda a região abdominal variando na intensidade.
    • Dor ao urinar.
    • Coloração escura da urina.
    • Urina com sangue
    • Vontade constante de urinar.
    • Náusea e vômitos.
    • Febre e calafrios também podem ser sintomas de cálculo renal.
  • Tratamento

    O especialista descobrirá o tipo e tamanho do cálculo e informará qual o melhor tratamento. Normalmente as pedras são pequenas e a ingestão de muita água é recomendada para sua eliminação natural. Pode ser necessária a administração de medicamentos para dor, e caso haja uma infecção ou inflamação, para o combate destas.

    Há casos de pedras muito grandes onde intervenções externas serão necessárias para retirada. Há diversos tipos de soluções e o profissional saberá o melhor a ser realizado.
  • Prevenção

    O melhor sempre é evitar o problema. Algumas dicas preciosas para quem acredita que corre o risco de enfrentar esta situação ou para quem já teve um episódio de cálculo renal:
  • 1. A hidratação

    Está no topo da lista e é fundamental, especialmente no verão. O recomendado é pelo menos dois litros de água por dia dividida em várias ingestões. Quando isso é feito as pedras são constantemente diluídas e eliminadas de forma natural e tranquila.
  • 2. Evite a ingestão de álcool

    Especialmente as bebidas fermentadas como a cerveja. Elas causam uma elevação do ácido úrico e desidratam o organismo facilitando a formação das pedras nos rins.
  • 3. Não consuma tanto sal

    Na alimentação também ajuda a evitar a formação das pedras. O sódio em grande quantidade pode aumentar a produção do cálcio, fósforo, oxalatos e ácido úrico, elementos principais dos cálculos. A leitura de rótulos de produtos industrializados, inclusive produtos doces, ajudará a saber a quantidade de sódio e o que evitar.
  • 4. Preste atenção a alguns alimentos

    A moderação em alimentos fontes de proteína e cálcio como carnes e derivados de leite é recomendada aos que desenvolvem pedras formadas por este nutriente. O exagero nunca é bom em nenhuma situação. A falta de cálcio no organismo também não é recomendada nunca. Deve existir um equilíbrio saudável.
  • 5. Gravidades

    Se a pedra for maior que 6 milímetros haverá uma intervenção exterior para sua retirada. É possível ver seu tamanho através de exames de ultrassonografia. Além disso, o cálculo renal às vezes pode ser apenas o sintoma de uma doença mais grave. Muito importante contar com o apoio e profissionalismo de um especialista.

    Alimentação e hidratação equilibradas manterão seus rins saudáveis, além de evitar maiores problemas com dores e incômodos causados pelos cálculos renais. Veja o vídeo a seguir:


    Fonte: Família / YouTube
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!