Ultimas

Fazer Amizades Amplia a Saúde Mental e Física

Quem tem um amigo nunca está sozinho. A afirmação tão comum em nossas vidas é de fato verdadeira. Em tempos de relações humanas tão frágeis e pouco duradouras, encontrar um ombro amigo para qualquer situação é uma experiência.

O único fator que realmente importa é a sua interação social – as suas boas relações com outras pessoas, ou seja, os amigos são o principal manifestador de bem-estar na nossa vida. - Paulo Miguel Velasco.

 (Foto do Psicanalista Paulo Velasco)
O verdadeiro amigo é aquela companhia que nos adora ver crescer, mas também avisa sobre nossos erros. Pode ser alguém da família ou alguém que conhecemos na escola ou no trabalho. O tempo não determina o valor de uma amizade; o que ela proporciona, sim. Para aprofundar mais sobre o assunto, entrevistamos o psicanalista clínico, escritor e professor de psicanálise, Paulo Miguel Velasco, Confira o que ele disse a seguir:
Quais os benefícios que o poder de uma amizade traz?
Paulo Velasco: A amizade traz benefícios tanto para a saúde mental como física. Ela rompe as fronteiras do preconceito, do orgulho, do egoísmo e do mau humor e exprime uma das grandes virtudes do ser humano, que é a alegria, por trazer sempre a união das pessoas. Está é a única relação não sanguínea que resiste ao tempo e a distância sem que soe como esforço ou sacrifício. Pesquisadores norte-americanos confirmaram que indivíduos que buscam a clausura tendem a reduzir suas imunidades, ter insônias e ficarem mais vulneráveis ao estresse, enquanto que ter amigos nos livra de muitos problemas relacionados à depressão e à ansiedade.

Mas de que forma amizades podem realmente fazer bem à saúde?
Paulo Velasco: O agente que mais influência nas regras que podem auxiliar em uma vida saudável não é a genética, não é o bom nível financeiro, nem, sobretudo, a alimentação. Mas sim, a amizade! O único fator que realmente importa é a sua interação social – as suas boas relações com outras pessoas, ou seja, os amigos são o principal manifestador de bem-estar na nossa vida. Ter vínculos sólidos de amizade pode aumentar nosso tempo de vida em até 10 anos e, mais, pode evitar uma variedade de doenças. As pessoas após os 70 anos de idade apresentam cerca de 20% de chance de chegar aos 80, se conservarem relações de amizade intensas e sólidas. Além de ser de extrema importância para o bem-estar mental, ter amigos também faz bem ao coração e a todo sistema orgânico.

E quando é melhor se desfazer de uma amizade?
Paulo Velasco: Quando notarmos a falsa amizade, aquela que envenena nosso corpo e nossa alma. Amizade que maltrata, que inveja, que machuca, que trai e esnoba, isso não é amizade. Amigo também dá bronca, também briga, mas nunca, sem perder a delicadeza e a doçura. Amigo não possui maldade ou má fé. Um amigo que é falso ou atroz com você não serve para as suas trocas de palavras ou para momentos de carinho, para ouvir seus problemas, seus choros ou para compartilhar suas alegrias.

Você percebe que uma amizade está sendo prejudicial…

  • Quando essa pessoa magoa
  • Quando não ajuda no momento que você mais precisa
  • Quando lhe procura somente quando ela precisa
  • Quando não quer ouvir seus problemas
  • Quando não respeita seu jeito de ser
  • Quando a sua vitória não lhe agrada
  • Quando lhe usa em benefício próprio
  • Quando não desculpa pelos seus erros
  • Quando não lhe atura nos momentos de tristeza
  • Quando não está mais do seu lado
Fonte: viverfazbem.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!