Ultimas

12 Animais Recentemente Descobertos Pela Biologia

Muito pelo contrário do que várias pessoas pensam, os humanos ainda sabem pouco sobre a Terra. Existem muitos mistérios que ainda não foram explicados. Uma prova disso são os animais que ainda estão sendo descobertos, animais que estão na Terra há muito tempo, e o homem ainda não tinha registrado as suas existências.

Tendo em mente que muitas pessoas não conhecem os animais que foram recentemente descobertos, nós resolvemos trazer alguns deles para vocês. Então, caros leitores da Fatos Desconhecidos, confiram agora a nossa matéria com os 12 animais que foram descobertos recentemente:

1 - Olinguito

O predador Olinguito é o primeiro descoberto no Ocidente nos últimos 35 anos. Durante muito tempo, ele era confundido com seus parentes próximos, os olingos, e só no ano de 2013 eles separaram as espécies. Pouco se sabe sobre o seu comportamento, mas sabe-se que eles são animais noturnos, e apesar de serem predadores, normalmente se alimentam de folhas e frutas.

2 – Sapo Pinóquio



O sapo foi descoberto apenas no ano de 2008, na Indonésia, e os dados sobre o animal foram publicados no ano de 2010. Como vocês podem ver, o sapo possui um nariz longo, que aumenta de tamanho quando o sapo se sente ameaçado, sendo assim, nem precisamos explicar o nome desse animal para vocês.

3 – Rato com Chifre (Macroscelides micus)



Macroscelides micus é uma espécie de musaranho-elefante da família Macroscelididae. Só é encontrado em planícies de cascalho na formação Etendeka do noroeste da Namíbia. Essa espécie que as pessoas chamam de rato foi descoberta em 2006, mas só em 2014 decidiram que era uma nova espécie. Acreditem, apesar de pequenos e parecidos com roedores, esses animais são aprentes distantes dos elefantes.

4 – Titi barba vermelha



Esse macaco foi descoberto no ano de 2008, mas infelizmente, só existem 250 animais desse no planeta, o que indica que estão em extinção. Segundo os cientistas, esses macacos são monogâmicos, eles tem apenas um parceiro em toda a vida.

5 – Harryplax Severus



Acreditem, o nome de caranguejo foi inspirado em um dos personagens da Harry Potter, e foi nomeado como Harryplax Severus. Os biólogos José Mendoza e Peter Ng apontaram em seus estudos que o caranguejo severus é “uma alusão a um personagem notório e incompreendido nas histórias de Harry Potter, o professor Severus Snape, por sua capacidade de manter um dos mais importantes segredos na trama, assim como a nova espécie que tem escapado à descoberta até então, quase 20 anos depois de ser vista pela primeira vez”. Esse caranguejo de olhos esbugalhados foi descoberto em 1998.


6 – O esquilo voador gigante de Laos



Uma nova espécie de esquilo voador foi descoberta por cientistas de uma forma incomum: eles analisaram o corpo de um espécime obtido em uma feira de alimentos em uma província do Laos, na Ásia, situada em um ponto distante da capital do país. Esse roedor “voador” é o maior esquilo do nudo, e suas “asas” realmente pode servir como um pará-quedas, ajudando-o a se mover através do ar.

7 – Caranguejo roxo



Esses pequenos caranguejos são muito conhecidos por terem essa cor incomum. Porém, não são todos os caranguejos dessa espécie que tem essa cor. Na verdade, apenas as fêmeas e os machos mais jovens são roxos, quando se tornam adultos, os machos ficam com um tom avermelhado.

8 – Neopalpa Donaldtrumpi



Um cientista nomeou uma espécie recentemente descoberta de traça em homenagem ao novo presidente americano. Neopalpa donaldtrumpi é uma criatura pequena encontrada em partes da Califórnia e de Baja, no México.

9 – Lémure-anão-lavasoa



O lémure-anão-lavasoa vive no Sudeste de Madagáscar e só deve haver 50 animais deste primata. Em 2001, estes primatas foram observados pela primeira vez por um cientista, mas só em 2014 se compreendeu que pertencem a uma espécie nova para a ciência.

10 – Rhinopithecus



Rhinopithecus é um gênero de macacos da família Cercopithecidae. Somente cinco espécies integram este gênero endêmico de uma área que se estende do sul da China ao norte do Vietnã e Mianmar. Esses macacos foram descobertos no ano de 2010 e vivem exclusivamente na Birmânia. Devido à anatomia especial do seu nariz, esses macacos espirram quando chove.

11 – Sapo “Kermit”



Essa sapo foi descoberto no ano de 2015, e foi nomeado de hyalinobatrachium dianae, em homenagem a Diana Janet Kubicki, mãe do pesquisador que descobriu a espécie. Pela semelhança com o famoso sapo da televisão americana, o “Muppet Show”, o sapo é chamado de Kermit.

12 – Caranguejo yeti




Essa espécie foi descoberta no ano de 2005, quando o único representante da espécie foi capturada e estudada. Olhando para esse caranguejo, temos a impressão de que ele é coberto por pelos, e esses “cabelos” nada mais são do que cerdas longas. O caranguejo Yeti, como é chamado, vive perto de depósitos de metano marinhos, na costa da Costa Rica, onde o composto e sulfureto de hidrogênio são formados a partir de rachaduras no piso oceânico. A bactéria se alimenta do metano, e o caranguejo da bactéria.
Fontes: genial.guru /g1.globo.com / fatosdesconhecidos.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!