Ultimas

Hipotireoidismo - Queda na Produção dos Hormônios

Causado por uma queda na produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina) pela tireoide, o hipotireoidismo pode provocar fadiga, aumento de peso, intolerância ao frio, ressecamento da pele, queda dos cabelos, aumento das taxas de colesterol e do fluxo menstrual, além de infertilidade e depressão. Estes sintomas, nem sempre estão todos presentes, o que torna necessário pesquisar disfunção tiroidiana diante de qualquer um deles.

Apesar de ainda não ter sido descoberta a razão, as doenças causadas pelo mau funcionamento da tireoide são mais comuns no sexo feminino. Além disso, os riscos aumentam com a idade. Assim, os endocrinologistas orientam mulheres acima de 40 anos, em especial, a fazerem o autoexame da tireoide periodicamente.

Na maioria das vezes, o hipotireoidismo é causado por uma inflamação denominada Tireoidite de Hashimoto, uma disfunção autoimune. Por consequência, o organismo produz anticorpos que danificam a tireoide, diminuindo sua capacidade de produção dos hormônios. Em contrapartida, no hipertireoidismo, a glândula passa a funcionar de forma irregular produzindo mais hormônio do que o necessário. Assim, a pessoa perde peso, transpira em excesso, não tolera o calor, fica agitada, tem insônia, palpitações e menstruação irregular.

O diagnóstico das disfunções tireoideanas é feito com um simples exame de sangue, que dosa os níveis de TSH (hormônio estimulante da tireoide). O hipotireoidismo também afeta recém-nascidos. Nestes casos, a disfunção é diagnosticada pelo conhecido “teste do pezinho” e o tratamento deve ser iniciado imediatamente.

O Tratamento
Para evitar as complicações das disfunções tireoideanas basta que o paciente siga as prescrições do seu médico, tomando o medicamento de forma correta e constante. No caso do hipotireoidismo, quando o tratamento não é adequado, ou mesmo quando a disfunção não é diagnosticada a tempo, podem surgir as seguintes complicações:

* Anemias
* Coronariopatia
* Desordem gastrointestinais, neurológicos, endócrinos, metabólicos e renais
* Disfunções respiratórias
* Dislipidemia
* Glaucoma
* Hipertensão arterial
* Insuficiência cardíaca
* Retardo mental, surdez e deficiência no crescimento em recém-nascidos com hipotireoidismo

Confira neste vídeo 10 coisas que você precisa saber sobre o hipotireoidismo:


Fonte: endocrino.org.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!