Ultimas

15 Dicas Para Enfrentar o Luto. Como Aceitar a Ausência?

O vazio da ausência é uma das dores mais intensas que o ser humano pode sentir. Se você está passando por um momento de luto ou quer apoiar alguém que vive essa dolorosa experiência, conte com algumas dicas.


1 - Respeite o momento do choque

Quando passamos por um momento de perda, é natural que ocorra um choque inicial. Esse tipo de comportamento ocorre, pois nosso ego não assimila esses acontecimentos e por isso podemos ficar paralisado por minutos, horas ou até mesmo vários dias, com uma possível estimulando até possíveis problemas de saúde como vômitos, diarreia e tremores. A demonstração de frieza ou indiferença pode ser um sintoma do choque, cada um reage de uma forma, por isso é fundamental respeitar a reação de cada um.

2 - Cada um tem seu tempo para encarar a realidade da perda

Acontece muito em pessoas enlutadas a fase da negação, para que não haja o desequilíbrio psíquico. Em casos assim ficamos bloqueados tentando esquecer e fingindo que nada aconteceu, mas é possível também acontecer o contrário onde levamos a vida normalmente, nos entretendo no máximo de atividade possíveis, para fugir do problema da perda, porém esse período não costuma durar muito tempo.

3 - O luto traz uma avalanche de emoções

Os mais inesperados sentimentos podem aparecer no luto. Raiva, tristeza, alívio, culpa, medo, impotência. revolta... entretanto, profundas emoções podem ser despertadas. Para poder digerir a perda, é fundamental uma grande força emocional. Não fuja do seu sofrimento, se possível converse com pessoas de sua extrema confiança e compartilhe a sua dor.

4 - É preciso chorar a sua dor

Não há como escolher não sofrer. O luto é doloroso para todos, nos abala por completo. Fingir, se esconder ou bloquear não vai resolver. Portanto, a solução mais simples é chorar, isso mesmo, chore sem medo, fale sobre o luto, ele provavelmente será seu único e principal assunto por algum tempo. Tudo isso sem pressa, pois esse processo precisa ser digerido lentamente.

5 - Nunca estimule alguém a "sair" logo do seu luto

Ficar pedindo para que a pessoa enlutada recupere-se rapidamente é um tanto incômodo. Esse tipo de atitude pode só piorar quem está passando pelo luto, levando a uma possível depressão e adoecimento. Cada um tem o seu tempo de superação e volta as atividades normais para tocar a vida em frente. Aumente sua sensibilidade nesse momento e acolha aqueles que estão precisando de você nesse momento difícil.

6 - Nos sentimos impotentes diante da dor de alguém

Quando vemos alguém sofrendo e não podemos ajudar, sentimos a total impotência diante da situação. Não tem como apagar o que aconteceu e nem esquivar-se da avalanche que está por vir. Mas permanecer ao lado, ficar presente, oferecer o ombro amigo são primordias para que a pessoa que está em luto se recupere o mais rápido possível.

7- Cada membro da família está vivendo um luto diferente

Cada um dos membros da família, provavelmente reagirá de uma maneira única. Podemos em algum momento achar que um está muito devagar ou muito rápido com o luto. Alguns precisam se abrir mais, falar, contar histórias, rever fotos e chorar bastante. Em contrapartida haverá aqueles que vão ficar quietos, curtindo a sua dor. Os questionamentos podem haver dentro da família, pois cada um tem um jeito de encarar essas coisas, cada um com suas crenças. A forma como cada um vive o luto certamente tem ligação com a personalidade, história de vida e a intensidade do vínculo. Se o vínculo era muito forte, ou se algum conflito não se resolveu pode ser mais difícil a recuperação. A união entre a família é fundamental neste momento.

8 - É preciso consolar a sua dor

Leva um tempo para aceitar a perda. Você deve sofrer por um tempo e ter dificuldades em encarar a realidade. Não passe esse momento difícil sozinho, encontre pessoas de confiança compartilhe a sua dor, que elas estejam presentes no choro e no riso e falem palavras de conforto e que você sinta que está apoiado em pessoas de valor.

9- Procure uma maneira de expressar o que você está sentindo

Escrever poesias, músicas, textos, expressar-se através de pintura e danças, parece ser uma ótima alternativa para expor os seus sentimentos ao longo do luto. A arte é um é um excelente recurso para registrar de maneira lúdica a nossa dor.

10 - Você não precisa ficar triste o tempo todo

Uma das coisas mais comuns de se pensar, é que quem está de luto deve ficar triste o tempo todo. O luto é um momento complicado, e é normal que até as coisas voltarem ao normal, a pessoa sinta picos de tristeza e momentos de relativa alegria e felicidade. Lembrando do ente querido nesses momentos podem vir essas sensações. Permita-se viver esses sentimentos, não só os negativos. Deixe que os bons sentimentos te ajudem a seguir em frente.

11- É preciso perdoar

Quando alguém nos deixa, diversos sentimentos estarão sobre nós. Raiva, revolta e culpa só irão dificultar o processo de luto. A raiva acontece mais em casos de não aceitação do que aconteceu, pela tristeza da separação e por achar que nem você e nem ela mereciam isso. Você pode culpar qualquer ser ou divindade, é um direito seu. Todo sentimento é legítimo e deve ser respeitado. Busque o perdão e entenda que as coisas nem sempre estarão em nosso controle, os caminhos da vida nem sempre atendem os nossos desejos. Concentre suas forças em encontrar o seu perdão.

12 - Chegará a hora de dar destino aos objetos dele

Faz parte de todo o processo decidir com quem e onde ficarão as roupas, objetos, entre outras coisas da pessoa. Você pode vender, doar ou até mesmo ficar com algum deles. Entretanto é necessário ter cuidado para não se apegar aos pertence do falecido. Manter lugares intactos ou a resistência em se desfazer das coisas é uma clara evidência de dificuldade de aceitação do ocorrido.

13 - Receba sua herança

Os bens materiais não são as únicas e nem as principais coisas que ele deixou pra você. Memórias, histórias, lições e momentos devem ser guardados com todo carinho. Guarde tudo isso dentro do seu coração, pois esse é o maior legado que a relação de vocês deixou. Busque em suas recordações o abraço, riso e carinho que ele te deu, assim você perceberá que ele ainda se faz presente em sua vida, mesmo após a partida.

14- É possível encontrar um sentido para a perda

Encontrar um sentido para a perda, é mais do que procurar uma justificativa para o acontecimento. Algumas pessoas após as perdas desenvolvem novos valores, atuam em novos papéis perante a sociedade com um engajamento ímpar. Novos caminhos não darão um significado para a perda, mas podem sim dar novo significado para a sua existência.

15- É preciso continuar vivendo

A tristeza da perda, a presença da ausência perene, todos esses sentimentos ainda terão lugar dentro de você, mas a vida continua e em algum momento você precisar estar pronto para retomar as suas atividades. Guarde consigo tudo o que vocês viveram, lembre-se dele com carinho e viva por você e por ele. Não se culpe por continuar a viver e nem por possíveis momentos de choro repentino.

Que todas as dicas sirvam para que você encontre da melhor maneira um novo rumo para a sua vida e em último caso, não hesite em procurar ajuda especializada.

Neste vídeo você vai assistir a uma entrevista preparando-nos para enfrentar o luto:

Fonte: mensagenscomamor.com
















Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!