Ultimas

Conheça as Formas Para Nos sentirmos Felizes Quando Isso Parece Impossível

O que nós seres humanos mais temos em comum é o desejo e o objetivo de sermos felizes. Podemos dividir a felicidade em dois grandes domínios, a felicidade oriunda das sensações corporais, como uma boa refeição ou a sensação de relaxamento após uma massagem (felicidade hedônica), e a felicidade que emerge das nossas realizações, dedicação, empenho e interações, como a satisfação retirada de uma excelente nota em um teste de matemática, ou a promoção no emprego por excelente profissionalismo (felicidade eudaimônica).

Este desejo de felicidade e bem-estar pode ser visto como uma “obsessão” saudável, e assim, por vezes, conduzir-nos ao paradoxo da felicidade, que é a experiência de sofrimento sempre que a pessoa não está a sentir-se feliz. Quando nos sentimos tristes, o primeiro impulso é escolher a felicidade.
Alguns dos tópicos mais procurados online são:
  • Como ser feliz.
  • Como me sentir feliz quando estou triste.
  • Como superar a tristeza.
  • Como lidar com a depressão.
  • Como lidar com a tristeza.
  • Como evitar chorar.
Muitas pessoas estão tentando entender e ultrapassar alguns sentimentos que as incomodam, e que no cenário mais catastrófico estão fazendo a sua vida parecer um inferno. A procura por alívio e ajuda nos motores de busca acerca de sentimentos negativos, vem ao encontro do que constato nos comentários dos leitores aqui no blog e igualmente em consulta presencial com os meus clientes:
As emoções e sentimentos que nos retiram do sentimento de felicidade estão tornando-nos pessoas infelizes. 
Se você chegou até este artigo, pode até parecer irónico, mas provavelmente também poderá estar procurando uma forma de voltar a sentir-se feliz.

Há momentos na vida em que nos sentimos deprimidos, assim como há momentos na vida em que nos sentimos contentes e esperançosos. Todos nós vamos vivendo nessa dualidade. É claro, que quando passamos muito do nosso tempo experienciando sentimentos negativos, sentimo-nos mal. 

Sentirmo-nos bem e mal é natural. É esta realidade que quando assimilada e entendida como condição da vida, pode ajudar-nos a ultrapassar mais rapidamente o impacto negativo que a tristeza possa estar a infligir.

Mas como voltar a sentir-me feliz?

Antes de continuar a sua busca da felicidade, faça a si mesmo algumas perguntas:

1 – Tem algo em particular que tenha acontecido que me deixou triste? 

Se este for o caso, lembre-se, você é um ser humano e por essa razão sente o impacto da vida no seu ser na forma de sentimentos e emoções. Quando algo é doloroso, sentimos dor. Quando algo faz disparar os nossos sentimentos negativos, isso deixa um registro na nossa mente. É natural. Tal como sentimos dor física, também sentimos dor emocional. As dores emocionais também levam o seu tempo a sarar. Se perceber que o seu estado emocional menos bom é temporário, isso poderá ajudá-lo a ganhar uma perspectiva de futuro mais satisfatória e assim aumentar a sua esperança e força para sair do momento difícil que está a atravessar.

2 – Tenho dormido o suficiente e cuidado de mim mesmo? 

A falta de sono torna-nos propensos a sermos menos tolerantes às emoções negativas. Se for o seu caso, redobre a sua atenção para a necessidade de regular o seu sono. Reserve igualmente algum tempo para cuidar de si. Tire um tempo para caminhar, para fazer uma massagem, para ler um bom livro, para fazer uma refeição mais cuidada, sair com os amigos. O que você está sentindo agora provavelmente poderá ser aliviado “recarregando as suas baterias”. Estes cuidados não irão resolver de imediato o seu problema, mas irão fazer com que fique com mais força e mais energia para lidar com as situações reais que enfrenta.

3 – Quem sou eu quando me sinto bem e feliz? 

 Pode parecer-lhe estranho fazer esta pergunta quando se sente abatido. Estou certo que sim. No entanto, se conseguir lembrar-se que atitudes, comportamentos e pensamentos guiam a sua vida quando tudo corre bem, irá perceber que você não é a sua tristeza e abatimento. Você é tudo isso, todo esse espectro alargado de emoções e sentimentos positivos e negativos.

Assim sendo, você não é uma pessoa triste, ansiosa ou deprimida, simplesmente está passando por um momento de tristeza, e por isso, em reação sente-se triste.

4 – O que posso fazer para me sentir melhor? 

Ao começar a envolver-se com a tentativa de responder a esta questão você pode encontrar um obstáculo, que é o fato de sentir-se mal e julgar não conseguir fazer nada devido a isso. Se entendeu a questão anterior (número 3), isso irá permitir separar-se temporariamente da sua dor, e focar-se em algumas ações que no seu retorno possam fazê-lo sentir-se melhor.
Proponho que ao acordar pela manhã faça a seguinte questão: “hoje vou guiar o meu dia pelo sentimento de tristeza que tenho, ou fazer algo para que no final do dia me sinta um pouco melhor?
Você pode sentir-se triste e decidir não guiar o seu dia por esse sentimento, mas sim pela perspectiva de querer voltar a sentir-se animado e esperançado novamente. Tente recordar-se daquilo que gosta, dos seus interesses, das suas preferências, das pequenas coisas que lhe davam prazer realizar. Pode ser ligar a um amigo, levar o seu animal de estimação a passear, fazer um piquenique, ir ao cinema, lavar o carro, ouvir música, dar os bons dia animados no seu local de trabalho, ser simpático com as pessoas com quem fala.

Ao escolher o que lhe serve, tenha em mente que vai realizar essa atividade com a intenção de que isso possa fazê-lo sentir-se melhor. Ao ter a noção que vai fazer algo que pode ajudá-lo a sair da tristeza em que se encontra, a sua esperança em melhorar irá aumentar.

Assista neste vídeo uma palestra bem interessante para você se sentir feliz:

Fonte: escolapsicologia.com
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!