Ultimas

Conheça 7 Truques Para Combater a Pele Oleosa

Sua pele fica com aspecto constantemente brilhoso ou gorduroso? A oleosidade em excesso costuma trazer incômodo estético e pode até levar ao aparecimento de cravos e espinhas, por causa do entupimento dos poros.

O dermatologista Murilo Drummond, professor titular do Instituto de pós-graduação Carlos Chagas, do Rio de Janeiro, explica as causas desse tipo de transtorno.

— A pele oleosa é resultado de uma tendência que algumas pessoas apresentam de aumentar a produção das glândulas sebáceas. Elas existem, em grande número, na face e no tronco. Essas glândulas fabricam sebo e, em quantidades normais, esse sebo funciona como uma camada protetora da pele.

Para quem sofre com a produção excessiva de sebo, o profissional reuniu sete dicas que ajudam a reconquistar o aspecto natural da pele.

1 - Lavar o rosto é fundamental

O ideal é lavar o rosto de três a cinco vezes ao dia. O especialista indica principalmente os sabonetes feitos com ácido salicílico — que ajuda a diminuir o espessamento da pele, promove o esfoliamento de forma suave e combate a contaminação por fungos e bactérias.

2 - Prefira a água dermatológica

Se você gosta de lavar o rosto com água termal mas tem problemas com a pele oleosa, tente a água dermatológica. Drummond explica: “A água termal também é boa para controlar a produção de sebo, mas enquanto ela é proveniente de uma fonte subterrânea, a chamada água dermatológica é feita em laboratório, com eletrólitos e sais que protegem a pele sem aumentar a oleosidade”.

Use loções especiais

Na hora de higienizar a pele, vale ainda apostar em loções com componentes especiais, de acordo com o médico. 

— São recomendadas loções à base de ácido salicílico ou nicotinamida. Os dois controlam a oleosidade da pele e retiram uma parte das células mortas presentes no rosto, evitando o entupimento dos poros.

3 - Esfoliação e limpeza com orientação profissional

Procedimentos como esfoliação e limpeza de pele devem ser feitos moderadamente, sempre segundo as indicações de um dermatologista de confiança. Caso contrário, o efeito pode ser a produção de ainda mais oleosidade pela pele, diz Drummond.

— Assim com a limpeza, a esfoliação funciona quando a pele oleosa já está com muita acne. Em excesso, entretanto, elas podem causar um fenômeno chamado feedback ou efeito rebote. Acontece quando a pessoa resseca demais a pele. Se você usa produtos muito fortes, o organismo reconhece aquele tratamento como uma agressão, um ressecamento, e passa a produzir mais óleo.

Cuidado com os ácidos

Para aqueles que têm pele oleosa, o cuidado com procedimentos como o peeling precisa ser redobrado: “Ele costuma ser feito com ácidos que devem ser evitados, especialmente o ácido retinoico — que pode queimar a pele em contato com o sol e ainda promover o ressecamento e, consequentemente, o efeito rebote”, explica Murilo Drummond.

Filtro e maquiagem especiais

Não custa lembrar que o filtro solar jamais deve ser deixado de lado — principalmente durante os meses mais quentes do ano, quando o sol não dá trégua. A dica do especialista para quem tem a pele oleosa é utilizar produtos de toque seco, que dão ao rosto aparência natural e não entopem os poros. O mesmo vale para a maquiagem.

— Existem maquiagens de marcas já consolidadas no mercado feitas especialmente para respeitar as condições da pele sem entupir os poros — evitando, desta forma, que as glândulas sebáceas não tenham como eliminar o excesso de sebo e até prevenindo a formação de acne. 

Hidratantes de base aquosa

Caso você tenha o costume de usar cremes hidratantes no rosto e no tronco, a dica para prevenir a oleosidade da pele nessas áreas é lançar mão de soluções à base de água, segundo o dermatologista.

— São poucos os produtos disponíveis no mercado, mas o ideal é recorrer a hidratantes específicos para pele oleosa, cuja base é aquosa. Eles dão a sensação de hidratação sem entupir os poros. Outras opções são os géis oil free e séruns (que também têm composição à base d'água). Além disso, deve-se evitar os cremes — que são mais apropriados para peles mistas ou secas. 

Conheça neste vídeo as formas dermatológicas para combater a oleosidade da pele:


Fonte: noticias.r7.com
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!