Ultimas

Ectima Contagioso - Feridas Profundas e Dolorosas na Pele

O ectima contagioso humano é uma infecção de pele, causada por bactérias do tipo estreptococos, que provoca o surgimento de pequenas feridas profundas e dolorosas na pele, especialmente em pessoas que vivem em ambientes quentes e úmidos ou que não têm uma higiene adequada.

Existe ainda outro tipo de ectima provocado pelo desenvolvimento de bactérias do tipo Psuedomonas aeruginosa, conhecido como ectima gangrenoso, que causa manchas vermelhas na pele que evoluem para bolhas que rebentam e provocam feridas com fundo escuro.

Ambos os casos de ectima têm cura, mas o tratamento deve ser feito de forma rigorosa por várias semanas, para garantir que todas as bactérias são eliminadas e evitar que se desenvolva uma infecção mais grave de todo o organismo.

Principais sintomas

Além da ferida profunda e dolorosa na pele, o ectima contagioso, pode causar outros sintomas como:
  • Casquinha grossa de coloração cinza-amarelada, que surge em cima da ferida;
  • Ínguas dolorosas perto do local afetado;
  • Vermelhidão e inchaço em redor da ferida.
Geralmente, estes sintomas surgem nas pernas, mas podem evoluir e afetar outros locais como as coxas ou os glúteos, por exemplo.

Já o ectima gangrenoso apenas provoca o surgimento de lesões escuras que vão agravando até causar uma infecção generalizada do organismo, que pode colocar em perigo a vida. As feridas deste tipo, normalmente, são mais comuns na região genital e nas axilas.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico normalmente é feito por um dermatologista através da observação das lesões e dos sintomas, mas pode ser necessário fazer uma avaliação, em laboratório, de um pedaço da ferida para identificar o tipo de bactéria e confirmar o diagnóstico, de forma a adequar o tratamento, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento é iniciado apenas com o cuidado das feridas no hospital por um enfermeiro, uma vez que, a higiene adequada do local, é capaz de controlar o crescimento das bactérias. Durante este período deve-se:
  • Evitar compartilhar toalhas, lençóis ou roupas que estejam em contato com as lesões;
  • Trocar frequentemente toalhas e roupas que estejam em contanto com as lesões;
  • Retirar as casquinhas apenas no banho e quando indicado pelo enfermeiro;
  • Lavar as mãos após entrar em contato com a região da ferida.
Quando o tratamento da ferida não está sendo capaz de controlar o agravamento da infecção, podem ainda ser usadas pomadas antibióticas para controlar a quantidade de bactérias.

Porém, se mesmo assim, a infecção continuar piorando pode ser necessário tomar antibióticos, como Penicilina, Cefalexina ou Eritromicina, para combater todas as bactérias no organismo, especialmente quando existe suspeita de a infecção ter se alastrado para outros locais do corpo.

A cirurgia, geralmente é mais comum no tipo de ectima gangrenoso para ajudar a retirar todo o tecido escuro, de forma a facilitar o tratamento e a cicatrização das feridas.

No vídeo-audio a seguir você saberá que os animais também adquirem esta doença:


Fonte: tuasaude.com
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!