Ultimas

7 Formas de Se Depilar Sem Sentir Dor

A depilação é vista como um mal necessário para a grande maioria das mulheres em nossa sociedade. O hábito se tornou tão valorizado no mundo feminino que passou a ser hábito até mesmo de vários homens, que decidiram incluir a remoção dos pelos como parte de suas rotinas de cuidados com o corpo.

Se a depilação pode ser positiva para deixar a pele livre de pelos e criar uma contato direto com um corpo liso, ela é associada a algo muito negativo: a dor que o processo carrega. Mas nem todos os métodos de remoção de pelos precisam criar tanto desconforto assim no corpo humano, seja de homens ou mulheres.

Para te oferecer soluções alternativas aos clássicos métodos doloridos, nós decidimos explicar algumas técnicas que podem te afastar da dor nesses momentos.

1 – Lâmina de barbear

Certamente o método mais popular e conhecido dessa lista, se depilar com lâminas não apresenta nenhuma dor se você conseguir evitar quaisquer tipos de cortes. Para garantir isso, é importante utilizar cremes ou óleos próprios para a depilação e confiar em lâminas novas e afiadas, diminuindo as chances de cortes ou irritações na pele após o procedimento. O lado negativo é que o método não remove raízes dos fios, fazendo com que eles cresçam rapidamente e deixem a pele com um aspecto áspero.

2 – Ceras de depilação anestésicas

Talvez você só conheça as ceras normais, famosas por provocar muita dor na depilação, mas existem alternativas no mercado que podem ajudar a eliminar essa sensação. Algumas ceras contam com analgésicos como lidocaína e prilocaína em sua composição. Eles conseguem deixar a pele anestesiada e sem sentir a dor que a depilação promove. Porém, a pele insensível pode provocar ferimentos que você é incapaz de perceber, o que torna a presença de alguém profissional e experiente fundamental nesse tipo de depilação.

3 – Depilação definitiva

Como alternativa para a depilação à laser, que elimina os pelos de forma quase definitiva e provoca muita dor, especialistas desenvolveram a depilação Revlit. O processo também funciona com laser, mas ele emite ondas mais potentes e em maior velocidade. A grande diferença está nos tipos das ondas, pois o Revlit emite ondas mecânicas, e não ondas que possuem altas temperaturas, fazendo que o laser laser se torne indolor.

4 – Creme depilatórios

Os cremes depilatórios são aplicados sobre regiões com pelos e deixados por alguns minutos, dissolvendo os pelos que podem ser removidos com facilidade. Atualmente existem diversos produtos diferentes do tipo no mercado, por isso é importante ficar atento às especificidades de cada um, de acordo com o tipo de pele, espessura dos pelos e regiões onde pretende aplicar. Se ele provocar dor, é preciso consultar o método de aplicação ou as propriedades dermatológicas do produto.

5 – Cremes anestésicos

Assim como as ceras anestésicas, os cremes desse tipo também são capazes de aliviar a dor no processo de depilação, mas funcionam de uma forma diferente. No caso dos cremes, é preciso fazer a aplicação de 30 a 40 minutos antes da depilação. Assim como as ceras, eles deixam a região anestesiada, o que pode representar um risco de ferimentos e danos não percebidos.

6 – Depilação com pasta de açúcar

As pastas de açúcar eram presentes nas antigas técnicas de depilação que apostam em compostos feitos com ingredientes naturais. As pastas flexíveis foram utilizadas ao longo de séculos por mulheres no Oriente Médio, que ainda praticam o método nos dias de hoje. Assim como nas ceras comuns, a depilação remove o pelo inteiro e o bulbo, deixando a pele macia e saudável. Existem diferente produtos e receitas para as pastas disponíveis na internet que você pode experimentar. Como a remoção do pelo é completa, ainda existe dor, mas já que a pasta não gruda na pele como as ceras tradicionais, a dor é considerada bem menor do que no outro método.

7 – Técnicas de tratamento da pele antes da depilação com cera

Ao invés de experimentar métodos de depilação menos doloridos, você pode preparar a pele para lidar melhor com os processos de remoção do pelo. A esfoliação é importante para remover impurezas e células mortas, facilitando a renovação das células. Assim, a pele fica mais elástica e mais preparada para os diferentes tipos de depilação. Você pode esfoliar a pele com cremes especiais ou receitas caseiras. Além disso, consumir bastante água também traz vantagens para os tratamentos estéticos, já que ela hidrata o corpo e torna a pele mais resistente e elástica.

E então, já estão dispostos a testar as novas técnicas e tentar escapar da dor? 

Fontes: vix.com / pelesaudavel.com / bustle.com / naomaispelo.com.br / http://lifestyle.sapo.pt / fatosdesconhecidos.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!