Você já ouviu o canto de uma baleia cachalote? Mas, o som de um elefante com certeza você já escutou, certo? Pois, esses dois estão na lista dos animais mais barulhentos do planeta. Estalos, uivos, chiados intensos e muitos outros ruídos fazem parte das características desses bichos. Confira abaixo.

1 – Cachalote

O cachalote (Physeter macrocephalus) não só é o animal que tem o cérebro maior do reino animal, mas também é o mais escandaloso. E, em se tratando de barulho, o seu tamanho também acompanha a intensidade do som que faz. Essas baleias emitem um estalo forte, que dura apenas de 15 a 30 milésimos de segundo, mas pode atingir até 230 decibéis, o que chega a ser de 10 ou 15 decibéis mais forte do que um tiro a menos de um metro distância.

2 – O camarão pistola

A segunda posição fica com o camarão pistola, chamado também de camarão-tigre, que é pequeno, mas emite um som que é uma arma contra os seus predadores.

Com as suas garras, ele cria uma bolha de pressão acústica que pode matar qualquer peixe que estiver perto dele, como uma onda violenta de choque. A bolha é acompanhada por uma "explosão" de cerca de 200 decibéis, que é mais poderosa do que disparar uma arma.

3 – O morcego-pescador

O Noctilio leporinus, mais conhecido como morcego pescador, utiliza o som para se movimentar, uma característica comum entre os morcegos. Além de se guiarem por sons externos, eles também fazem o seu próprio barulho, que pode ser bastante estrondoso entre os animais.

O som que o morcego-pescador emite pode chegar a 140 decibéis. Apesar disso, ele não é perceptível pelo ouvido humano já que a frequência é superior a 20 kHz, sendo uma emissão de 15 até 200 kHz.

4 – A cigarra

A Cicadidae, mais conhecida pelo nome cigarra, também é bem barulhenta e você já deve ter ouvido muitas vezes o seu canto, principalmente no verão. Esse som pode chegar a 120 decibéis, podendo ser ouvido a dois quilômetros de distância.

A sua emissão sonora ocorre no aparelho estridulatório, que é localizado no abdômen. Esta região tem membranas quitinosas conhecidas como timbales e sacos de ar, que funcionam como uma caixa de ressonância e criam aquele som tão distinto.

5 – O kakapo

O kakapo é uma espécie de papagaio noturno da Nova Zelândia que está em risco de extinção. Ele é famoso também por ser o único papagaio que não pode voar. Em compensação, ele é bem escandaloso. Seu grito de acasalamento pode alcançar 132 decibéis, atingindo uma distância de seis quilômetros e meio.

6 – Macaco bugio

Não são apenas os lobos que uivam. Este gênero de primatas também emite esse tipo de som, tanto que eles são chamados também de macacos uivadores. Seus uivos podem atingir 128 decibéis e podem alcançar uma área de 5 km. Os uivos de um grupo de bugio simula o som do vento, porém muito mais poderoso e estável.

7 – O elefante

Ele pode incomodar muita gente e muitos outros animais sim, mas pelo seu som estridente. Os elefantes são muito inteligentes e usam vários sons para se comunicar. O mais famoso é o que parece o som de trombetas, que eles fazem quando estão com raiva ou muito animados. Sua intensidade é de 117 decibéis, sendo perceptível a 16 quilômetros de distância.

8 – O lobo cinzento

Famoso pelo seu uivo, o lobo cinzento emite seu som característico que pode ser ouvidos por outros lobos a uma distância de até 190 quilômetros! A intensidade varia entre 90 e 115 decibéis. De acordo com um artigo publicado no Current Biology, o uivo é um reflexo da qualidade das relações entre os membros de um rebanho.

9 – A hiena

Ela tem fama de emitir um som que parece uma risada, criando uma percepção de que é um animal simpático. No entanto, a hiena é um dos bichos mais carniceiros do mundo e que tem a mordida mais poderosa entre os mamíferos. Essa falsa “risada” que falamos antes é seu som característico, que é muito semelhante a um riso macabro de um vilão. Esse barulho pode chegar a 112 decibéis.

10 – O Leão

É claro que o rei da selva não poderia ficar de fora. O rugido de um leão pode ser chegar a 114 decibéis. Assim, ele marca o seu território e manda pra longe os machos rivais.
Fontes: quo.es/naturaleza / megacurioso.com.br