Ultimas

Pesquisadores Criam Vacina Que Reduz Colesterol

Uma das preocupações quando realizamos os exames de sangue de rotina, são os níveis de colesterol em nosso sangue. O colesterol pode ser de 2 tipos: o HDL (lipoproteínas de alta densidade) é considerado "bom" porque ao transportar o colesterol dos tecidos para o fígado, ele diminui as concentrações de colesterol no sangue. 

Já o LDL, o "ruim", faz o transporte contrário – do fígado aos tecidos – o que, quando em grandes quantidades, pode resultar em condições como aterosclerose (gorduras, colesterol e outras substâncias nas paredes das artérias e dentro delas), infarto e acidente vascular cerebral (AVC). Com o objetivo de reduzir o colesterol e os sinais de doenças cardíacas e vasculares, os pesquisadores criaram uma vacina capaz de diminuir os índices do LDL – o colesterol ruim – que começará a ser testada em humanos em breve.

A vacina responsável por este incrível mecanismo é a AT04SA. Sua aplicação desencadeia na produção de anticorpos que buscam bloquear uma enzima que regula os níveis de colesterol no sangue e impede que o LDL seja eliminado do organismo: a PCSK9. A PCSK9 é fabricada no fígado e bloqueia os receptores de LDL, reduzindo a sua capacidade de eliminá-lo no fígado. 

Ao ser aplicada, a AT04SA faz com que o corpo produza anticorpos que bloqueiam a função de PCSK9. Esta é uma vacina diferenciada, afirmam os pesquisadores: as vacinas convencionais induzem a produção de anticorpos específicos a proteínas de bactérias ou de vírus que são estranhas em nosso corpo, enquanto que a AT04SA induz a produção do anticorpo para uma proteína que é produzida por nosso próprio corpo.


Os camundongos utilizados na pesquisa receberam a vacina AT04SA ou uma vacina de controle (grupo controle) e depois foram submetidos a uma dieta rica em gordura por cerca de 18 semanas. Quando o grupo que recebeu a vacina foi comparado ao grupo controle, os pesquisadores verificaram que a vacina havia reduzido consideravelmente os níveis de colesterol total e de LDL, além de reduzir os sinais de acúmulo de gordura nas artérias. 

Nos camundongos submetidos às condições com altos índices de colesterol, a vacina reduziu a quantidade de colesterol total em 53% e reduziu os danos aos vasos sanguíneos em 64%. Além disso, todos os anticorpos que foram induzidos neste processo, permaneceram funcionais por todo o período de estudo.

Estudos como este são importantes para saber se novos tratamentos têm potencial para a aplicação em humanos também. Por mais que tenhamos semelhanças funcionais com os camundongos, não somos idênticos a eles e por isso esse resultado não pode ser considerado funcional para humanos ainda. Já foram dados os primeiros passos para um tratamento experimental, e na primeira etapa 72 pacientes humanos participarão do estudo. 

Os resultados foram promissores e sem problemas com a segurança dos animais e/ou efeitos colaterais. Para que a vacina seja considera funcional para os humanos será necessário que todos os efeitos imunes observados nos camundongos, funcionem a longo prazo. Enquanto não tivermos a vacina, o jeito é controlar o colesterol da forma convencional: ter uma dieta balanceada, fazer atividade física e evitar o uso de cigarro.

Fonte: academic.oup.co / ncbi.nlm.nih.gov / biologiatotal.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!