Ultimas

Preocupação? Aprenda a Manipular Seu Cérebro Para Deixar de Ser Preocupado

Mesmo que você esteja fazendo algo de bom, a preocupação sempre está presente em nosso cérebro, sempre pensando em um futuro que é incerto e que não podemos controlar.

Existem especialistas que afirmam que a depressão se concentra em eventos traumáticos no passado que você não pode mudar, e esse tipo de preocupação está em eventos futuros que você simplesmente não tem controle. Também pode ser dito que a preocupação só existe porque você não tem controle sobre o futuro.

Listamos aqui para vocês 2 dicas de como treinar o seu cérebro parar de se preocupar:

Meditação

A meditação ajuda a deixar o seu cérebro mais relaxado. Alguns pesquisadores da revista Psychosomatic Medicine estudaram os efeitos da meditação e ela é boa para reduzir a ansiedade cognitiva ou mesmo a preocupação. Embora outras falem que não tem tempo para meditar, a meditação é uma pratica tão fácil como fechar os olhos por 30 segundos ou mais.

Escrever

Quando você está tentando parar de se preocupar coma algo, essa é uma das melhores técnicas. Se você estiver com muitos pensamentos durante a noite, e não está conseguindo dormir, coloque-os no papel. Ao fazer isso, o seu cérebro respira um pouco por não ter que gastar tanta energia pra lembrar desses detalhes.

Escrevê-las também é uma maneira para você dizer ao seu cérebro que "isso é importante o suficiente para ser anotado". Fazendo isso seu cérebro foi alertado para colocar recursos para resolver o problema ao invés de estar preocupado ou tentando lembrar de algo importante. Pesquisadores tem evidências de que os problemas crônicos também podem ser evitados por outros problemas crônicos. 

Cientistas da revista Anxiety, Stress & Coping deram aos preocupados a oportunidade de escrever três possíveis para a situação em que estavam preocupados, depois analisaram suas respostas para soluções práticas. Os cientistas afirmam que "quando as elaborações de problemas dos participantes foram classificadas como concretas, ambos os estudos mostraram uma relação inversa entre grau de preocupação e concretude: quanto mais participantes se preocupavam com um determinado tópico, menos concreto era o conteúdo de sua elaboração. Os resultados desafiam a visão de que a preocupação pode promover melhores análises de problemas".
Fontes: tejkhabrein.com / fatosdesconhecidos.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!