Ultimas

Cabelos Brancos - Ciência Descobre Quando Chegará Sua Hora

Por mais que você tente lutar contra, os efeitos do tempo vão aparecer cedo ou tarde. 

Enquanto ninguém encontra uma forma de garantir a juventude para sempre, alguns desses sinais que insistem em incomodar que está na transição da juventude par a velhice são os cabelos brancos.

Agora, vamos falar sobre uma descoberta da ciência. O primeiro gene identificado como responsável por deixar os cabelos brancos foi descoberto por uma equipe internacional de pesquisadores.

O time, liderado pelo professor Andres Ruiz-Linares, da Universidade College London, analisou uma população de 6.630 pessoas com ancestrais variados por toda a América Latina para identificar novos genes associados com a cor do cabelo, os tons brancos, a densidade e a forma.

"Os exemplares de nosso estudo consistem em 6.630 voluntários do grupo CANDELA recrutados em quatro países da América Latina", explicou o professor. Além de Colômbia, Chile, México e Peru, o Brasil foi um dos países que participou do estudo.

"Nos indivíduos [estudados], nós realizamos uma avaliação categórica de: forma do cabelo no couro cabeludo cor, calvície e tons brancos, assim como espessura da barba (ou seja, densidade), monocelhas e espessura da sobrancelha em homens."

O gene identificado como responsável pelos cabelos brancos, IRF4, é conhecido por desempenhar um importante papel nas cores de cabelos, mas essa foi a primeira vez em que ele foi associado com os fios brancos.

"O IRF4 está envolvido na regulamentação da produção e armazenamento de melanina, o pigmento que determina a cor do cabelo, pele e olhos", explicaram os cientistas. "Os cabelos brancos são causados por uma ausência de melanina no cabelo, então os cientistas querem entender o papel do IRF4 nesse processo."

Compreender como o gene influência a transformação da cor dos cabelos pode nos ajudar a desenvolver nos tipos ou aplicações de cosméticos que atuem na mudança de aparência dos fios, seja revertendo ou atrasando o aparecimento dos fios brancos.

"Nós encontramos a primeira associação genética com cabelos brancos, o que pode oferecer um bom modelo para compreensão de aspectos da biologia do envelhecimento humano", declarou o professor Ruiz-Linares. "Compreender os mecanismos do IRF4 e sua associação [com os cabelos brancos] também pode servir para atrasar a aparição dos cabelos brancos."

O grupo também encontrou genes adicionais ligados aos cabelos, incluindo o EDAR (para espessura de barbas e formato dos cabelos), PRSS53 (para ondulação dos fios), FOXL2 (para espessura das sobrancelhas) e PAX3 (para a indicação de monocelha, quando as sobrancelhas se conectam no centro do rosto.)

"Por muito tempo se especulou que as características dos cabelos poderiam ter sido influenciadas por alguma forma de seleção, natural ou sexual, e nós encontramos evidências estatísticas de que o genoma sustenta essa visão", explicou um dos membros da equipe, Dr. Kaustubh Adhikari, também da Universidade College London.

"É improvável que os genes que nós identificamos trabalhem isoladamente para gerar os cabelos brancos ou lisos, ou as sobrancelhas grossas, mas possuem um papel junto com outros fatores que ainda precisamos identificar."

A descoberta do gene também já traz algumas respostas sobre quando os fios brancos irão aparecer, caso uma alteração no IRF4 seja encontrada. O normal é que os primeiros fios apareçam entre 35 e 45 anos, para caucasianos, 45 e 55 anos, para asiáticos, e depois dos 55 anos, em negros. Porém, quando alguma anomalia está presente no gene, eles começam a aparecer antes mesmo dos 30 anos.

Só nos resta esperar que a descoberta ajude a combater a aparição repentina e aterrorizante dos cabelos brancos, não é mesmo? 
Fontes:  vix.com / sci-news.com / fatosdesconhecidos.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!