Ultimas

Como a Sedação Consciente Pode Eliminar o Medo de Dentista?

Ansiedade e medo são sentimentos comuns em muitos pacientes odontológicos, mas um novo tipo de anestesia promete ajudar até as pessoas mais receosas.

Os anos passam, a tecnologia evolui, novos tratamentos surgem, mas uma coisa nunca muda: o medo e a ansiedade na hora da consulta odontológica.

Por mais que diversos consultórios buscam promover ambientes “amigáveis”, o fator psicológico ainda é muito presente e pode afetar até mesmo as pessoas mais corajosas.

A sedação consciente se apresenta como uma opção viável para combater esses sentimentos que muitas vezes afastam as pessoas do consultório odontológico e aumenta o número de doenças bucais.

A sedação não consciente

Esse tipo de sedação consiste na aplicação de um medicamento anestésico que diminui a consciência do paciente. Isso é feito para que o mesmo não tenha resposta alguma a estímulos físicos específicos durante o procedimento.

É preciso deixar claro que sedação é um processo diferente da anestesia geral. No primeiro processo, o paciente não perde a consciência, mas fica sonolento e com menor sensibilidade; já na anestesia geral, ele permanece inconsciente durante todo o procedimento.

Como funciona a sedação consciente?

Diferentemente de outros tipos de sedações, a sedação consciente não utiliza nenhum procedimento intravenoso na hora da aplicação. O processo é muito mais simples e completamente indolor.

Para isso, é utilizado o óxido nitroso – também conhecido como gás hilariante ou gás do riso. O procedimento é completamente seguro e consiste em uma mistura de oxigênio e óxido nitroso, que deve ser inalada pelo paciente através de uma máscara nasal.

A inalação do gás causa tende a causar um total relaxamento, um leve formigamento nas extremidades do paciente e alteração nos sentidos e reflexos – nada muito pesado, a pessoa que inala o gás ainda consegue responder a comandos verbais e estímulos físicos.

Como o gás ajuda o paciente?

A sedação consciente é uma opção farmacológica para o controle da ansiedade e do medo pois influencia diretamente o córtex cerebral, a região do cérebro que controla o medo.

O dentista tem total controle da quantidade e da proporção do gás no momento da anestesia. Os dois gases são dispensados por meio de cilindros separados.

O gás percorre o nosso corpo, após ser inalado, passando primeiramente pelos alvéolos pulmonares, chegando à corrente sanguínea; em seguida, alcança o sistema nervoso central e então o supracitado córtex cerebral.

Sintomas e efeitos
Como dito anteriormente, o gás atinge o sistema nervoso central, o que aumenta a tolerância à dor. O córtex central, além de controlar o medo, também tem o comando da ansiedade; desse modo, o gás causa relaxamento quase instantâneo.

Devido ao relaxamento muscular que ocorre enquanto está sobre efeito do gás do riso, o paciente há uma maior descontrole da contenção de saliva, por exemplo. Para que isso não dificulte os procedimentos odontológicos, um aspirador cirúrgico odontológico é constantemente utilizado.

Pra quem é indicado?

O gás do riso é utilizado como sedativo há muito tempo. Por não haver efeitos colaterais, seu uso é indicado para qualquer paciente, de qualquer idade. Entretanto, as crianças são o público principal desse processo.

Há algumas contra indicações bastante específicas (consulte seu dentista), mas uma das principais é para pacientes que não respiram pelo nariz ou estão com algum bloqueio momentâneo das vias nasais, pois o gás deve ser inalado estritamente por essas vias.

No mais, o óxido nitroso é uma opção para qualquer pessoa que tem traumas ou até medos “inconscientes” de procedimentos odontológicos.

Onde encontrar?

Ficou interessado e quer revolucionar a sua consulta periódica ao dentista? Muitos consultórios já adotam a sedação não consciente, principalmente por ser uma técnica simples e segura.

O foco do uso do óxido nitroso é criar um ambiente seguro, onde todos os pacientes possam se sentir tranquilos e relaxados durante qualquer procedimento odontológico.
Fonte: Q2Tec
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!