Ultimas

Exames Obrigatórios Para Gestantes - Acompanhe o Desenvolvimento do Bebê

Saiba quais são os cuidados que as mulheres devem ter durante a gravidez para que tudo corra bem até o dia do parto.

Um dos momentos em que as mulheres mais devem ter cuidado com a sua saúde é durante a gravidez. Para que a gestação seja um sucesso, é preciso ter acompanhamento médico do começo ao fim, de forma a minimizar possíveis complicações futuras bem como garantir que a criança que virá nasça com saúde e em segurança.
Por conta disso, a lista de exames que podem ser considerados obrigatórios para as mulheres durante a gravidez é extensa. Não é para menos, afinal quanto maior for a atenção dispensada pelos pais, maiores são as chances de que a criança tenha um parto saudável e que a mãe possa se recuperar o mais breve possível após o nascimento.
Neste artigo, listamos quais são os exames mais importantes e indicamos em quais momentos eles devem ser realizados. Note que todas essas indicações são generalistas e cada paciente em especial deve seguir as orientações do médico responsável. Algumas mulheres podem precisar de mais exames específicos.
Primeiro trimestre de gestação
Após descobrir que está grávida, é geralmente nesse período que começam a ocorrer as mudanças corporais nas gestantes. Ao mesmo tempo, o bebê dentro da barriga começa a desenvolver as suas estruturas, o que faz com que esse momento seja crucial no que diz respeito à ingestão dos nutrientes necessários para que nada falte.
Assim, sugere-se uma lista extensa de exames nesse primeiro momento, visando prevenir qualquer tipo de má-formação, sejam elas no cérebro ou mesmo na medula espinhal. A lista de exames recomendados inclui os seguintes:
  • Hemograma completo, importante para o diagnóstico de possível anemia;
  • Exame de tipagem sanguínea (ABO/Rh), visando checar a compatibilidade sanguínea com os pais;
  • Exame glicêmico, visando detectar hipótese de diabetes gestacional;
  • Exame de HIV (tipos I e II);
  • Exame VDRL, para descoberta se a mãe possui a bactéria que causa sífilis;
  • Sorologia para toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e hepatites B e C;
  • Exame de urina para averiguar possível presença de infecções;
  • Exame de fezes para averiguar possíveis verminoses;
  • Exame Papanicolau;
  • Ultrassom morfológico (a ser realizado entre as semanas 11 e 14 da gestação).

Segundo trimestre de gestação
Embora o início da gravidez seja o ponto mais importante em termos de quantidade de exames, isso não exime o restante da gestação de cuidados especiais. O segundo trimestre da gravidez, portanto entre o quarto e o sexto mês, é o momento em que ocorre o desenvolvimento da criança, um processo bastante acelerado.
Nesse momento, as mulheres podem ter dores nas costas por conta do aumento de peso bem como sentir desconfortos no abdome e na virilha. A prática de exercícios físicos, em geral, é recomendada, mas deve ser estritamente recomendada pelo médico. A ideia é que se possa fortalecer a musculatura com exercícios moderados.
A lista de exames obrigatórios nesse período inclui os seguintes:
  • Sorologia para toxoplasmose (repetição do exame apenas se o médico julgar necessário);
  • Teste oral de tolerância à glicose;
  • Repetição de urocultura (exame a ser realizado com 28 semanas de gravidez);
  • Ultrassom morfológico (a ser realizado entre 18 e 24 semanas de gravidez).

Terceiro trimestre de gestação

Está chegando a hora. Esse é o momento em que o bebê fica cada vez maior e, em alguns casos, seu crescimento pode pressionar os órgãos da mãe, que pode sentir desconfortos e dificuldades para respirar. Nesse período aumenta a frequência urinária e outras consequências podem ser percebidas, como azia, inchaço nos tornozelos e no rosto ou até mesmo o surgimento de hemorroidas.
Encontrar uma posição confortável para as noites de sono é outro problema. Sendo assim, esse também é o período mais propenso a que surjam sintomas distintos em cada uma das mulheres. Embora exista um certo padrão, cada organismo reage de maneira diferente e, por conta disso, as visitas ao médico nessa fase são fundamentais. Qualquer novidade deve ser comunicada imediatamente ao especialista.
A lista de exames obrigatórios nesse período inclui os seguintes:
  • Exames de hemoglobina e hematócrito, feitos para avaliar possíveis riscos de anemia;
  • Sorologia para toxoplasmose (repetição do exame apenas se o médico julgar necessário);
  • Repetição dos exames de HIV, VDRL (sífilis) e urocultura;
  • Ultrassom obstétrico (por volta da 35ª semana de gravidez).

Além dessa lista, outros exames específicos podem ser solicitados neste momento. No caso dos exames atendidos pela telerradiologia, alguns deles possuem restrições por conta da radiação. Entretanto, se o médico julgar que eles são necessários, precisam ser feitos e quanto antes você puder ter o resultado em mãos, melhor. Assim, a telerradiologia se torna uma aliada importante nesse momento da gravidez.
Vale lembrar que vários outros fatores individuais das mulheres precisam ser levados em consideração ao longo de todo o processo. Assim grávidas com histórico de saúde que indique doenças como diabetes ou hipertensão, por exemplo, podem precisar de alguns cuidados extras em qualquer um dos períodos da gestação, o que significa a realização de mais exames.
A melhor maneira de garantir uma gravidez tranquila é, portanto, conversar muito desde o início do processo com o médico responsável. Manter um diário e anotar eventuais sintomas e sensações desconfortáveis pode ajudar o profissional a indicar exames ou mesmo tratamentos alternativos durante a gravidez, visando dar mais conforto às futuras mães nesse período.
Fonte: DiagRad
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!